FANDOM


Saint Seiya: A Lenda dos Defensores de Atena
A lenda dos cavaleiros de atena
Kanji 聖闘士星矢 真紅の少年伝説
Romanji Saint Seiya: Shinku no Shōnen Densetsu
Produção Toei Animation
Classificação Livre
Filme Anterior Saint Seiya: A Grande Batalha dos Deuses
Filme Sucessor Saint Seiya: Os Guerreiros do Armaggedon
Ano de Produção 1988
Data de lançamento 23 de Julho de 1988
Duração 70 minutos (longa)
Álbum relacionado Original Soundtrack V ~ Shinku no shōnen densetsu
Abertura Nenhuma
Encerramento You are my reason to be

A Lenda dos Defensores de Atena (聖闘士星矢 真紅の少年伝説, Shinku no Shōnen Densetsu, "A Lenda dos Jovens Carmesim"). Foi o terceiro filme da série de TV, Cavaleiros do Zodíaco, lançado em na década de 88. O filme teve um grande sucesso tanto no Japão quanto no Brasil, sendo o de segunda maior bilheteria, superado apenas por Prólogo do Céu. Foi o primeiro longa da série. Foi dançado durante a Saga de Asgard no anime.

O diretor de filmes (Shigeyasu Yamauchi) não foi trocado e dirigiu esse filme.


História

SAORI E ABEL - O ENCONTRO ENTRE IRMÃOS

Atena e Abel; reencontro de irmãos.

A história começa com Atena, à sombra de uma árvore, pressentindo a chegada de catástrofes globais, quando é visitada por alguém; Febo Abel, o deus sol e um dos filhos de Zeus, aparece diante de sua irmã Atena. O encontro festivo entre os irmãos dura somente quando Abel revela a intenção de destruir a humanidade, devido a seus atos gananciosos, devolvendo a Terra ao controle dos deuses. Tal comentário deixa Atena alarmada, tanto quanto Abel ao adivinhar seus pensamentos.

Nesse meio tempo, Seiya, Shiryu, Hyoga e Shun chegam para visitar Atena, encontrando-a em companhia do irmão. Os guerreiros pessoais que servem Abel demonstram conhecer as façanhas dos Cavaleiros de Bronze, se apresentando a estes, além de revelar a presença de outro grupo de guerreiros; Saga de Gêmeos, Máscara da Morte de Câncer, Shura de Capricórnio, Camus de Aquário e Afrodite de Peixes. Os Cavaleiros de Ouro mortos na batalha das Doze Casas, ressuscitados por Abel e também a seu serviço.

Abel ignora a presença dos Cavaleiros de Bronze, continuando com sua afirmação de que a Terra logo seria destruída, convidando Atena a permanecer em seu Templo. A surpreendente aceitação da deusa, faz Seiya desesperar-se. Os guerreiros de Abel, bem como os Cavaleiros de Ouro, barram-lhe o caminho. Afrodite de Peixes insinua que a insistência de Seiya de opor-se a vontade dos deuses é uma afronta contra Atena. Seiya tenta alcançar Atena, sendo interceptado por Atlas de Quilha. Surrado e humilhado, o Cavaleiro de Pégaso só pode observar enquanto Atena parte com Abel.

De volta a Rozan, na China, Shiryu descobre a história de Abel, por intermédio de Dohko de Libra. Na época da mitologia, Febo Abel era o filho do grande Zeus, com poder igual ao do pai. Suas ambições causam temor mesmo em seu pai, fazendo com que Zeus e Apolo eliminassem Abel, apagando todos os traços de sua existência da história.

No Templo da Coroa do Soll, Atena rebela-se contra as maquinações do irmão, colocando-se como protetora da Terra. Sua decisão afasta os sentimentalismos de Abel, que lança seu Cosmo divino na irmã, a pondo num estado similar ao coma. Ao verem a cena, Shura de Capricórnio e Camus de Aquário opõem-se a atitude de Abel e tentam vingar Atena, mas acabam derrotados por um ataque conjunto dos Cavaleiros da Coroa do Sol.

O sumiço do Cosmo de Atena faz com que os Cavaleiros de Bronze invadam o Templo da Coroa do Sol.

Início dos Combates.

Seiya vs Atlas

ATLAS 28

Atlas derrota Seiya.

Seiya de Pégaso é o primeiro a penetrar a região. O Templo da Coroa do Sol fica próximo do Santuário de Atena, mas sempre foi tido como território proibido. Seiya entra em conflito com Atlas de Quilha, mas acaba derrotado, perdendo toda a motivação.

Máscara da Morte e Shiryu Filme 3 1

Máscara da Morte vs Shiryu.

A próxima luta é entre Shiryu de Dragão contra Máscara da Morte de Câncer, que busca vingar-se do Santo de Bronze. Segurando o Cólera do Dragão, Máscara da Morte menciona que desta vez, sua armadura não o abandonaria por estar sob proteção de Abel. Cansado de

falar, o Cavaleiro de Câncer usa o Ondas do Inferno e manda Shiryu para o Yomotsu Hirasaka. Chegando lá, o Cavaleiro de Bronze vê Atena caminhando entre os mortos, o que faz o Cavaleiro de Ouro zombar do destino da deusa, que ela viveria conforme a vontade de Abel. Ao entender que havia chances de resgatá-la, Shiryu eleva seu Cosmo e derrota Máscara da Morte. Apesar da fácil vitória, é derrotado em seguida por Berengue de Coma Berenice.
AFRODITE MORTO, SHUN E IKKI CAMINHAM EM DIREÇÃO O TEMPLO DA COROA DO SOL

Afrodite jaz morto.

Shun de Andrômeda chega a um campo de rosas, sendo ferido por uma rosa vermelha lançada por Afrodite de Peixes. Shun responde as provocações do Santo de Peixes elevando seu Cosmo e lançando sua Tempestade Nebulosa. O ataque falha, e Shun recebe a Rosa Sangrenta que começa a sugar todo sangue de seu coração. Afrodite faz votos

para que Shun morra em paz, mas o Cavaleiro de Andrômeda nega-se a desistir. Afrodite lança mais Rosas Brancas, mas estas são destruídas por plumas de Fênix. Ikki de Fênix surge, extraindo a Rosa Sangrenta do peito de Shun, salvando o irmão.

Colocando-se para enfrentar o Cavaleiro de Ouro, Ikki comenta que só o exterior de Afrodite é belo, com o interior sujo como de uma besta. Aplicando o Golpe Fantasma de Fênix, a ilusão mexe com o orgulho de Afrodite que lança suas Rosas Sangrentas enquanto Ikki usa o Ave Fênix. O ataque destrói as rosas e derrota Afrodite, que acaba tendo uma rosa branca fincada em seu peito, terminando por morrer. Ajudando o irmão a levantar-se, Ikki e Shun são atacados por Atlas de Quilha, ficando gravemente feridos.

Enquanto as lutas se desenrolam, Saga de Gêmeos surge no lugar onde Seiya está, comentando o estado lastimável do Cavaleiro de Pégaso. Revelando a verdade por trás da atitude de Atena, de querer poupá-los indo ela mesma tentar deter Abel. Isso dá alguma motivação a Seiya para reerguer-se e até mesmo desafiar Saga. Mas seu ataque nada faz contra o Cavaleiro de Gêmeos que utilizando a Explosão Galáctica derrota Seiya.
HYOGA DERROTA BERENGUE

Hyoga derrota Berengue.

Hyoga de Cisne chega no ponto mais alto do Templo da Coroa do Sol, sendo recebido por Abel, Atlas de Quilha e Berengue de Coma Berenice. O deus sol pede ao Cavaleiro que prepare uma ataude de gelo para Atena, para preservar sua beleza. Isso revolta Hyoga que jura irá fazer uma ataude para Abel. Sua posição enfurece Atlas e Berengue que é quem se encarrega de executá-lo.

Berengue se caba por ter matado Camus de Aquário, dizendo que faria o mesmo com Hyoga. O Cavaleiro de Cisne lança seu Pó de Diamante, sem efeito. Apelando para o uso do Trovão Aurora Ataque, Berengue lança milhares de fios de cabelo cortantes, ferindo Hyoga e destruindo sua Armadura de Cisne. Em situação crítica, Hyoga olha para o crucifixo que ganhou de sua mãe, recordando-se das lições de vida que ela lhe transmitiu. Isso dá-lhe adrenalina para disparar um último ataque que reduz Berengue a lascas de gelo.

Seiya se levanta, decidido a salvar Atena. Elevando seu Cosmo ao Sétimo Sentido, derrota Saga cuja atitude desde o início, parecia ser a de devolver-lhe motivação e esperança. Saga pede a Seiya que parta, mas Jao de Lince surge. Saga é quem fica para lutar, utilizando um ataque suicida que derrota Jao.

SHUN IMPEDE ATLAS DE EXECUTAR HYOGA

Shun impede Atlas de executar Hyoga.

Hyoga chega a entrada do Templo da Coroa do Sol, sendo interceptado por Atlas. Cansado de sua luta anterior, Hyoga não é capaz de reagir, terminando derrotado. Atlas se prepara para cortar-lhe a cabeça, mas é surpreendido pela chegada de Shun, Ikki e Shiryu. Atlas derrota o Cavaleiro de Andrômeda, enfrentando Shiryu e derrotando-o com sua Coroa de Fogo. Seiya une-se a batalha, mas também é derrotado. Atlas então se retira para a entrada do Templo, enquanto tremores sucessivos - em resposta a crescente cosmo-energia de Abel - abalam o mundo.

Em agonia, os Cavaleiros de Bronze lembram-se dos inúmeros obstáculos que tiveram de superar. Seiya inflama seu cosmo, elevando-o ao infinito, vestindo a Armadura de Sagitário. Hyoga e Shiryu fazem o mesmo, vestindo as armaduras de Aquário e Libra, respectivamente. O trio parte para enfrentar Abel, topando novamente com Atlas. Hyoga e Shiryu conseguem desestabilizar Atlas, enquanto Seiya com seu Meteoro de Pégaso, o derrota. Vendo a aproximação dos Cavaleiros, Abel lança uma esfera de puro Cosmo, derrubando Hyoga e Shiryu.

ABEL E ATENA CRIANÇAS

Abel e Atena crianças.

Seiya parte para enfrentar Abel, mas seus ataques são todos bloqueados e devolvidos. No limite de suas forças, o Cosmo dos cavaleiros atravessa as dimensões, conseguindo remover de Atena o controle de Abel. De volta ao mundos dos vivos, Abel torna a ameaça-la. Nesse momento, Seiya empunha o arco e flecha de Sagitário, mirando Abel. O mesmo tem sentimentos conflitantes, oscilando entre arrogância e admiração por seu atacante. A flecha é disparada, varando o peito de Abel. Ferido, Abel caminha para a cama de pedra, onde Atena estava, gritando Eu sou Abel! Eu sou um deus!, antes de morrer esmagado pela parede do templo. O lugar entra em destruição, mas os Cavaleiros são salvos graças ao grandioso Cosmo de Atena. Saori jura nunca separar-se de seus amados Santos, reafirmando o compromisso de proteger a Terra.

Personagens

Personagens Principais
SAORI - A LENDA DOS DEFENSORES DE ATENA
Atena
SEIYA DE PÉGASO
Seiya de Pégaso
Shiryu 3 255
Shiryu de Dragão
Hyoga 3 cloth
Hyoga de Cisne
SHUN DE ANDRÔMEDA
Shun de Andrômeda
Ikki 3 cloth
Ikki de Fênix
Cavaleiros de Ouro
SagaChara
Saga de Gêmeos
DeathmaskChara
Máscara da Morte de Câncer
ShuraChara
Shura de Capricórnio
CamusChara
Camus de Aquário
AfroditeChara
Afrodite de Peixes
DohkoChara
Dohko de Libra
Personagens exclusivos do Filme
FEBO ABEL
Abel
ATLAS - QUILHA
Atlas de Quilha
JAO-LINCE
Jao de Lince
Berenice
Berenice de Coma Berenice
Outros Personagens
SHUNREI
Shunrei
NATASSIA
Natassia
Ruinas do Templo do Sol

Ruinas do Templo do Sol

Entrada para o Templo da Coroa do Sol

Entrada para o Templo da Coroa Do Sol


Local de Combate

A Morada do Sol, o Templo da Coroa do Sol, o templo do deus Abel, fica localizada no topo do Monte da Dignidade (Dignity Hill). É um lugar sagrado e proibido dentro do Santuário. Além disso existem inúmeras ruínas de templos rodeando a morada do Sol, onde reside o deus Abel. Tais templos representam os inúmeros planetas que ficam envolta do Sol.                                                                                                                                                                                                          
Ruinas Da Coroa do Sol
                               
Vlcsnap-2013-01-15-10h53m49s89




Curiosidades

  • O filme antecipa acontecimentos da Saga de Poseidon (Hyoga e Shiryu vestindo armaduras de ouro), e da Saga de Hades (ressurreição dos cavaleiros de ouro).
  • Ao contrário do que foi dito na revista "Herói" que saiu no Brasil na década de 1990, Abel não tem ligação alguma com o personagem da mitologia babilônica. Ele é um personagem inventado especialmente para o filme, inspirado em relatos de mitologia que diziam que Zeus teria um filho que o superaria se nascesse, sendo Zeus obrigado a impedir o nascimento de tal filho.
  • O encerramento só tem uma parte em japonês. O resto tudo é inglês, diferente das músicas da série de TV, que tem uma só parte em inglês e o resto era japonês
  • Cenas do filme foram usadas na primeira abertura de Cavaleiros do Zodíaco exibida no Brasil, abertura essa importada da Espanha (que por sua vez, veio da França, junto com o nome) e transmitida na Rede Manchete em 1994 e 1995. Como o anime nunca havia sido transmitido no Brasil antes e inicialmente se limitava aos 52 primeiros episódios (indo até uma parte da luta entre Seiya e Aiolia na Saga das 12 Casas), causava estranheza aos telespectadores a diferença entre o formato da armadura de Pégaso do anime (V1) e o da que ele vestia na abertura (V2).
  • Atena, como humana, vai ao Inferno, mas o cosmo de Abel a escolhe pra ir pros Elíseos, pois os deuses escolhem quem vai pra lá. O cosmo de Abel tem todas as cores do Sol.
  • Esse filme teve história fortemente inspirada na Saga de Poseidon, como a mesma motivação que um Deus tem pra destruir o mundo, os 3 vestindo armaduras de ouro no final
  • A Gota Mágica criou uma trilha sonora original pra quase todo o filme, só não mudando a harpa de Abel e barulhos do cosmo de Abel (igual ao que o Shaka faz) e o barulho ao eles vestirem as armaduras, retirado da trilha original, porém, que passou na série e não no filme. Mas as músicas da Gota Mágica do filme foram todas perdidas pelo estúdio