Fandom

Saint Seya Wiki

Aiolia de Leão (Episode G)

2 347 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários8 Compartilhar
Aiolia de Leão
レオのアイオリア

Aiolia G.png

Aiolia de Leão (Assassin).png

Nome
Títulos O irmão do traidor
Original 獅子座のアイオリア
Romanização Reo no Aioria
Tradução Aioria de Leão
Outros Nomes Aioria de Leão
Dados Gerais
Classificação Cavaleiro de Ouro
Armadura Armadura de Leão
Constelação Leo
Divindade Atena
Dados Pessoais
Gênero Masculino
Idade 13 anos
Aniversário 16 de agosto
Signo Leão
Tipo Sanguíneo O
Local de Nascimento Grécia
Dados do Treinamento
Local de Treinamento Santuário, Grécia
Mestre Aioros de Sagitário
Dados do Mangá/Anime
Estréia Capítulo 1

Aiolia é o Cavaleiro de Ouro de Leão em Saint Seiya - Episódio G.

Origem do Nome

Do grego Aeolia (ᾈολία),Ilha dos Ventos, Ilha Eólia. Carrega no nome sua característica de mobilidade, como seu irmão Aioros.

Características

Aparência

A aparência de Aiolia é bastante similar a de seu irmão mais velho e também mestre, Aioros de Sagitário. Tanto que, o Cavaleiro de Leão resolveu tingir o seu cabelo de vermelho, buscando extinguir quaisquer semelhança física com o suposto traidor do Santuário.

Assassin

Em Assassin, Aiolia mostra ter um estranho poder de mudar a forma e a cor de seu próprio cabelo com o cosmo. Atualmente possui um cabelo liso e curto de cor negra, mas alternando ao seu loiro semi-arrepiado natural quando resolve lutar a sério.

Personalidade

O guardião da quinta casa do Santuário de Atena é portador de um coração bondoso e sempre luta pela justiça. Apesar de ter crescido menosprezado e subestimado por todos, por ter um irmão que se rebelou contra o Grande Mestre e contra o Santuário, Aiolia conseguiu dar a volta por cima e se tornar um dos Cavaleiros de Ouro mais fortes e respeitáveis.

Histórico

Episódio G

Início

No episódio G, é mostrado que Aiolia era cavaleiro de ouro antes da morte de seu irmão e já havia criado a técnica da Explosão de Fótons, a qual causou o espanto inclusive de Aiorios, porém, acaba tendo a técnica proibida por seu irmão. Aiolia ainda não possuía o sétimo sentido (o qual só desperta na luta contra Céos no Tártaro, porém, mesmo assim, graças ao poder dos raios que possuía já era tão poderoso quanto um cavaleiro de ouro).

Um certo momento dessa época, Aiolia luta contra um gigante Egípcio e o vence facilmente. Pontos conversa com Hyperion sobre o mau presságio que caminha junto com Aiolia. Ele diz que Aiolia será a pessoa que libertará os deuses de sua prisão.

Anos depois da morte do seu irmão, nos Estado Unidos, uma crise nuclear ameaça o mundo, quando um terrorista invade uma usina e provoca um vazamento. Para negociar com o terrorista, é chamado o agente John Black, que recebe a inesperada ajuda de um estranho garoto. Dentro da usina, revelações são feitas: o terrorista na verdade é um ser com poderes magníficos e o garoto é Aiolia, o Cavaleiro de Ouro de Leão, irmão de Aioros. Após um breve confronto, Aiolia enfrenta o terrorista.

Em outra missão, o jovem Aiolia tenta resolver os grandes distúrbios que tomam conta de uma cidade após a parição de um enorme monstro. Este na verdade é uma estátua que ganhou vida após ter sido tomada pelo espírito de seu escultor. Aiolia consegue libertar o espírito e salvar uma pequena criança, Litos, que revela ser filha do escultor. O Cavaleiro de Leão resolve acolher a pequena orfã.

No Santuário, Saga conversa sobre Aiolia com um ser misterioso. Saga acha que foi um mal sinal Aiolia ter se tornado um cavaleiro de ouro, tendo em vista que ele é irmão de Aiolos de Sagitário. Litos, a criança que Aiolia salvou do Giga, está fazendo compras no Santuário. Lá ela encontra Garan, que também mora na Casa de Leão, junto com Aiolia. Os dois voltam para a Casa de Leão e encontram Aiolia tomando banho. Nesta hora, Aiolia descobre que Litos é uma menina e não um menino.
Galaneaiora.jpg

Aiolia discute com Garan por causa do vinho

De repente, algo estranho começa a acontecer com Garan. Uma cosmo energia poderosa começa a dominar o seu corpo e seu braço mecânico, obrigando Aiolia a lutar com ele. Aiolia dispara um golpe e consegue livrar Garan da cosmo energia maligna. Essa cosmo energia foi emitida pelo ser misterioso que ainda conversa com Saga, na sala do mestre. Eles conversam, também, sobre algo que está escondido junto à Estátua de Atena: o Megas Drepanon.

Um certo momento após acolhe-la, Aiolia, Garan e Litos conversam de forma bem descontraída. Eles estão tomando um lanche no final da tarde. Aiolia se zanga porque Garan misturou o Vinho com Água, alegando que Aiolia ainda é menor de idade para beber vinho puro.

Segunda Titanomaquia

Respondendo ao aviso de Shaka, o Cavaleiro de Ouro de Virgem, o Grande Mestre convoca o Zodíaco de Ouro. A princípio, Aiolia mostra-se relutante em comparece à reunião, pois vive sob a sombra da traição do irmão e não tem uma boa relação com os demais cavaleiros. Mas, por fim, graças a litos, decide obedecer à convocação.
DeathAiolria.jpg

Aiolia tem um breve confronto contra Máscara da Morte

A União Dourada começa com problemas entre Aiolia e Máscara da Morte, mas é bruscamente interrompida pela devastadora invasão de um ser de Ébano. Antes de os Cavaleiros de Ouro se retirarem, o Grande Mestre apresenta os inimigos que terão de enfrentar: Titãs comandados por Cronos, os quais desejam recuperar a arma divina de seu mestre, a Megas Drepanon, que fora utilizada para matar Urano.

Aiolia não se contém e sai ao auxílio dos moradores do Santuário. Começa uma batalha contra o Titã Hyperion de Ébano. A luta é feroz e o poder do inimigo pe incomparável ao do Cavaleiro de Leão. Durante a batalha, em meio à violenta troca de golpes, a Armadura de Ouro de Leão se quebra. A vestimenta de Hyperion se mantém intacta, pois ele é a Sohma, armadura resistente e poderoso, que todos os Titãs possuem. Aiolia se desvencilha da parte danificada de sua armadura e tenta de todas as formas destruir parte da Sohma de Hyperion. Após lutas incansavelmente, Aiolia sucumbe e o inimigo desaparece. O Cavaleiro de Leão logo é resgatado por Marin de Águia, que evita a captura de Aiolia por soldados que acompanhavam Hyperion.

Após isso, em Jamiel, Aiolia e Aldebaran de Touro se encontram com Mu de Áries.
Aioliamu.jpg

Aiolia vai ao encontro de Mu

Aiolia pede a Mu que conserte sua armadura, mas este se recusa, alegando que ela está morta e não pode ser restaurada. O Cavaleiro de Leão se sente ofendido com a declaração e ataca Mu, que demonstra facilidade para conter o golpe. Nesse momento, a Armadura de Leão reage. Aiolia veste a armadura, mesmo danificada, e ataca Mu. Um Titã surge e Mu revela que isso fazia parte de seu plano, ou seja, ele planejava simular uma luta para revelar o inimigo. Mu, agora como Cavaleiro de Ouro de Áries, leva Aiolia, Aldebaran e Litos para longe dali e inicia uma feroz batalha contra o Titã. Durante o confronto, surge o espírito monstruoso de Cronos, que desaprova a luta e termina com a batalha. O Titã se retira. Antes de parir, Cronos vislumbra Aiolia e o reconhece como o homem que o libertará. Mu usa seu sangue, derramado na batalha contra o Titã, para consertar a Armadura de Leão. Por fim, os nove deuses gigantes (Gigas) guerreiros são invocados pelo poder de Cronos.

Cronos precisa de sua arma divina, a Megas Drepanon, que está guardada no Santuário de Atena. O deus ordena que os Titãs a recuperem. No Santuário, começa a invasão, liderada por Lyax de Poinx, que mata uns soldados, começa a enfrentar Marin, mas depois inicia um confronto contra Aiolia. Aiolia massacra o Giga com sua nova armadura, que surpreende a todos.

No esconderijo de Cronos, Céos e Hyperion conversam sobre a guerra que os espera e o importante papel do Cavaleiro de Ouro de Leão na libertação de Cronos. No Santuário, após a batalha com Lyax de Poinx, Aiolia é incumbido de resolver um problema na Ilha de Creta. Lá, com Garan e Litos, Aiolia enfrenta o espírito do Rei Minos, porém o perigo maior é um monstro metade homem e metade touro: o Minotauro. Nesta batalha, ele utiliza uma nova técnica graças ao poder dos raios: as Presas Relâmpago.

Enquanto isso, o Cavaleiro de Prata Noesis de Triângulo é petrificado diante de seu discípulo, o Cavaleiro de Bronze Retsu de Lince, por um poder desconhecido. Airoia surge e ajuda o jovem Cavaleiro de Lince a destruir o monstro, que revela ser uma Górgona.

No Santuário, Shaka elabora um plano para acabar de vez com o cosmo negro dos Titãs, mas para isso, ele terá que ficar desprotegido por um tempo; O Grande Mestre aprova o plano e designa Aiolia para proteger o Cavaleiro de Ouro de Virgem.

Na Índia, Shaka - sob a proteção de Aiolia - dá início ao plano de maximizar seu cosmo e subjugar o cosmo negro dos Titãs, mas Céos aparece e começa um confronto devastador contra Aiolia, deixando Shaka desprotedigo. A luta entre Céos e Aiolia é devastadora. O Titã tem um poder que supera e muito o do Cavaleiro de Ouro de Leão. Mas este, ao se lembrar dos ensinamentos de Aioros,
AioAio.jpg

Aiolia se lembra de Aiolos

seu mestre e irmão, se recupera e dispara um golpe proibido: a Explosão de Fótons. Céos acabaria morto se não fosse pela intervenção de Hyperion. No Santuário, Saga conversa com Máscara da Morte sobre o novo golpe de Aiolia, que utiliza o principio destrutivo da Supernova, igual ao seu golpe Explosão Galática. Porém, somente Shaka domina este princípio perfeitamente. Na Índia, após a fuga de Céos, surgem dois gigantes: Leucotis de Anemone e Melas Bronte. Aiolia, enfraquecido, sucumbe, mas é salvo por Shaka que, apesar de ter falhado em seu plano, surge e enfrenta os monstros. A luta é rápida e, utilizando sua Rendição Divina com seus olhos abertos, utilizando o poder da Supernova, Shaka acaba facilmente com os gigantes.
Aioliaemilog.png

Apesar das divergências, Milo protege Aiolia

Pontos invoca Héctor, herói da Guerra de Troia, que deseja vingança contra os gregos. Aiolia, ao recobrar os sentidos, se vê em uma casa sob a proteção de Miro de Escorpião. Isso não agrada o Cavaleiro de Leão, porém a proteção se mostra necessária quando Héctor surge. Apesar de mostrar compaixão, Miro consegue facilmente vencer Héctor, o atormentado guerreiro troiano. Após a vitória, Aiolia conversa com Miro sobre os próximos guerreiros que protegerão Atena.
AioriaeShura.png

Shura não aceita a ajuda de Aiolia contra Créos

Após isso, no Santuário, Shura de Capricórnio enfrenta Créos. Aiolia aparece e tenta ajudá-lo, mas o Cavaleiros de Capricórnio não permite a intervenção. Após a batalha, Créos se retira, e então, eis que o grande espírito de Cronos surge no Santuário, em busca de sua arma divina. Aiolia, após conversar com Shura e deixá-lo na Casa de Capricórnio, se dirige para a Estátua de Atena, que está sob o ataque de Cronos. O Grande Mestre em uma demonstração de sua dupla personalidade se converte em Saga, o Cavaleiro de Ouro de Gêmeos, e luta contra Cronos. Depois, Saga sucumbe ao seu lado maligno e se entrega a Cronos. Nesse momento, Aiolia, o homem que poderia libertar Cronos, aparece. Para conseguir tudo que deseja, o deus do tempo precisa contaminar o cosmo de Aiolia com suas trevas. Após uma luta incrível, Aiolia fere Cronos, mas também acaba destruindo o selo de Zeus com seu poder dos raios, que prendia a Megas Drepanon e o corpo do deus do tempo. Aiolia tenta atacar Cronos, mas surgem as titânides o protegendo. Cronos está desperto e livre.

Aiolia vislumbra em Cronos sua fragilidade e total falta de agressividade, mas não se contém e tenta destruí-lo. A titânide Têmis surge e assume posição de defesa, atacando furiosamente Aiolia. O Cavaleiro de Leão é salvo por Shura, que agora luta contra Têmis. Em meio à batalha, Réia decide tirar Cronos de lá e invoca uma Serpente Celeste para distrair os cavaleiros. Cronos é levado para seu labirinto. Aldebran surge para ajudar Shura e Aiolia contra a Serpente. Ele a destrói com facilidade, mas Réia invoca outro montro: uma Hidra. O Cavaleiro de Touro também destrói este monstro.

O Grande Mestre anuncia a nova Guerra Santa e os soldados do Santuário encontram um enorme portal onde ocorreu a primeira batalha contra os Titãs. Nesse lugar, surge Oceano, um Titã que de início tem Aiolia como adversário - furioso após ouvir ser adversário declarar que criou a raça humana e agora pretende fazer um trabalho melhor. Mas Camus de Aquário intervém no confronto e Oceano se vê obrigado a enfrenta-lo. Aiolia, incrédulo, testemunha o confronto enquanto protege soldados que estavam próximos. Para evitar que Oceano fuja, Camus usa seu esquife de gelo para inutilizar o portal, mas, antes disso, o Titã consegue se teletransportar.

Oceano chega ao labirinto de Cronos e convoca uma reunião para discutir como despetar a memória do deus do tempo. Por consenso, decidem atrair Aiolia até lá. Íapeto tem um plano para trazer o Cavaleiro de Leão até eles. No Santuário, Aiolia, ao avistar Litos, suas feridas parecem menos doloridas. Mas Íapeto surge repentinamente e rapta a garota, convocando Aiolia para resgatá-la.

O Cavaleiro de Leão se enfurece e invade o mundo dos Titãs através do portal. Camus tenta detê-lo, mas não consegue. Ao adentrar o mundo inimigo, Aiolia destrói vários soldados, porém Hypérion surge e inicia uma batalha violenta contra Aiolia, que ainda encontra-se bastante enfraquecido. Hyperion, inesperadamente, decidi interromper a luta e desaparece. Surge então um jardim de rosas brancas e Afrodite de Peixes aparece. O Cavaleiro de Peixes cura Aiolia com seu cosmo enquanto enfrenta um Giga, Zugilos de Anthrakma e então Aiolia parte para o interior do labirinto.

Ao longo do caminho na terra dos Titãs, Aiolia reencontra Pontos, que queria mostrar a superioridade de um deus e lhe força a se ajoelhar e neste momento Pontos descobre que ele estava destinado por sua mãe a ser um matador de deuses, e chega a lhe oferecer sua Dunamis, o cavaleiro sobre pressão recebe-a e começa a ser devorada por seu poder, mas pensado em Lithos ele consegue subjugar seu poder. No entanto seus relâmpagos são absolvidos pela Dunamis de Pontos, que corta seu braço direito e perfura seu coração. Acoado pelo imenso poder de Pontos, Aiolia começa a perder suas esperanças. Dohko de Libra o contata Aiolia através do cosmo e o fez ciente do sacrifício passado de Garan. Revigorado por essa revelação Aiolia decide continuar lutando, a Armadura de Libra aparece em seguida para protege-lo de um ataque de Pontos e Aiolia consegue atacar ultrapassando a velocidade da luz. No entanto isso não foi suficiente para matar o deus, mas embora enfraquecido por sua manobra anterior Aiolia continua partindo para o ataque. Neste momento a imagem residual de Dohko aparece para socorre-lo, e lhe da esperanças de vencer e finalmente Milo, Aldebaran, Shura e Camus chegam ao Labirinto, mostrando que ele não está sozinho na batalha. Pontos se retira da batalha e Aiolia segue seu caminho junto aos seus companheiros. Durante as batalhas, ele enfrenta Iapeto e Têmis, que desejam vingança contra Zeus por acorrentar seu filho, Aiolia não é páreo diante o poder dos titãs, mas recebe a ajuda de Shaka e ambos vencem os oponentes. Aiolia deixa Shura enfrentar Créos e Camus uma Salamandra de fogo, ele se encontra com Céos e os dois tem um combate final onde Aiolia vence e recebe o poder do Keraunos o "lançador de raios" do titã, Aiolia combate Hyperion de Ébano mesmo já não possuindo chances de vencer, neste momento, ele recebe a ajuda de seus companheiros, depois de um combate intenso Aiolia atinge gravemente Hyperion, Pontos surge nessa ocasião controlando o corpo do titã para continuar o embate contra o Cavaleiro de Leão. Aiolia enfrenta o Titã manipulado e Pontos ao mesmo tempo ficando em grande desvantagem sendo restrigido pelas aguas negras e pelas chamas, mais Hyperion consegui se libertar do controle e atinge Pontos que fica indignado pelo ato do Titã e acaba fugindo, Aiolia e Hyperion continuam a se confrontar e os cavaleiros de ouro revelam considerar o Titã um aliado, Aiolia atinge Hyperion com um ultimo golpe que o faz morrer de verdade, nesse instante enormes pedras caem em cima dos cavaleiros de Ouro e entre elas estava Lithos.

Aiola, assustado, pula para salvar sua criada e a segura com todo seu coração. Litos acha estranho o esforço de Aiolia para salvá-la já que ela é uma serva, mas Aiolia diz que ele não seria um bom Cavaleiro se não cuida-se dos seus servos e pede para que Litos sempre confie nele. As pedras ainda caem sobre Aiolia e Litos. O Cavaleiro de Ouro de Leão se defende, porém ao parar, ele vê Cronos. Aiolia prepare-se para atacar, mas Litos o impede dizendo que ele é uma boa pessoa e tinha a ajudado anteriormente. Então Cronos leva Aiolia e Litos até os dourados, que estranham o fato de Cronos estar lá. O rei dos titãs vai até o corpo de Hyperion e sente algo de bom daquele homem, embora não lembre dele. Nesse momento Cronos é atacado por braços, que o leva para as profundeza. Quando ele estava quase perdido, Aiolia o salva, deixando os dois seguros apenas pelo braço de Aiolia em um enorme penhasco. Aiolia tem Cronos em sua mão e em um imenso penhasco o Leão diz que protegerá Cronos por causa da promessa que fez a Hyperion. Neste instante, Aldebaran ergue os dois do penhasco com certa facilidade e os três são levitados até o local onde estão os dourados. Obra essa de Shaka, o Cavaleiro de Ouro de Virgem. Aiolia então conversa com Litos que pede que o Cavaleiro de Leão ajude Cronos, levando o povo dele para a Terra já que esta não pertence a ninguém. Aiolia concorda e diz que protegerá Cronos. Todos ficam felizes surgindo até uma discussão entre Milo de Escorpião e Aiolia, mas nada de sério, sendo mais um momento cômico.

Cronos não entende nada que acontecera nessa guerra entre os Titãs e os humanos. Aiolia explica o que ocorre e o garoto fica estarrecido ao saber disso, mas Aiolia diz que ele irá ajudá-lo por Hyperion e para que todos vivam felizes na Terra. O deus derrama lágrimas ficando feliz de uma forma nova para ele. Em outro lugar, Pontos está feliz, afinal o momento que ele queria chegou. O espírito de Cronos está inundado de paz e felicidade. Ao liberar sua memória ele será engolido pelas trevas e a escuridão do desespero. Nesse momento a Titânide Mnemôsine libera a memória de Cronos. No campo de batalha, Aiolia diz que a batalha chegou ao fim e se direciona a caminho da Terra, mas o rapaz até então inofensivo declara que já que a Terra não pertence a ninguém ela então será tomada por ele. Surge a arma divina Megas Depranon atrás de Cronos, que a veste e agora tem todo o domínio de seu poder e memória. Ele ataca Aiolia, que desvia. O deus quer acabar com todos os Cavaleiros de Atena e trazer a ruína ao mundo.

Cronos está desperto. Seus poderes são infinitos e sua força agora está completa. Ele explica que ele que matou o deus supremo tem o direito de governar tudo, direito esse dado por sua mãe, a mãe Terra. Logo o deus perde a paciência e ataca Litos, mas Aiolia a protege e diz que por ser o responsável por Litos jamais deixará nada acontecer a ela. Cronos decide mostrar-lhe o Rugir da Trevas. Aiolia luta com Cronos, mas parece não ter chance contra o deus que o corta violentamente. Isso acontece diante dos olhos incrédulos de Litos, que tenta se aproximar, mas é impedida por Aiolia que anuncia que irá cumprir a missão prometida para Hyperion de proteger Cronos. O deus ri das palavras de Aiolia e então ataca o Leão. Ele quase o corta ao meio, porém nesse momento surge Milo de Escorpião que segura Aiolia, antes de cair no chão. O deus então resolve atacar com o seu Yami no Meido (algo como Rugido da Trevas) que cria uma enorme parede de energia, mas Milo usa uma pedra e a explode com a Agulha Escarlate. O deus impede o choque delas através dos braços de sua armadura. Após isso, surge Shaka de Virgem que traz Aldebaran de Touro, Camus de Aquário e Shura de Capricórnio. Aiolia volta a lutar ferozmente, o golpe do Leão que deveria se divider em milhares de raios, apenas se divide em quatro rajadas de luz que surpreendentemente passam sem tocar no deus. Sem que Cronos perceba, os raios se voltam de trás do deus do tempo e acertam em cheio o vilão, destruindo a parte dos braços extras de sua Sohma. Cronos se surpreende e quando está para ferir Aiolia, que está de joelhos diante dele, o Leão de Ouro novamente para a Megas Drepanon. Aiolia diz que aquilo é o poder de seus companheiros Céos, que lhe mostrou como manipular a luz, e Hiperion que lhe deu o poder de parar a arma de Cronos. Aiolia acredita ter acabado com a maior arma de Cronos, ao destruir seu Yami no Meido (Rugido das Trevas), e diz que o deus terá que usar sua Megas Drepanon para lutar com ele. O deus desdenha do Cavaleiro de Ouro dizendo que ele é um ser muito tolo se acha que seu Yami no Meido é seu único artifício. Com um novo poder, ele invoca uma tríade de planetas que se revelam como os gigantes: Nephiritis Hoplisma (Couraça de Jade), Electron Teru (Fera Âmbar) e Margarites Dracon (Dragão de Pérola). Estes revelados fecham os nove gigantes do clã guerreiro sob as ordens de Cronos. Aiolia dispara seu Relâmpago de Plasma derrubando os três gigantes.

A partir daí, o grupo de Cavaleiros logo se dividem em três duplas: Shuira e Aldebaran unem suas forças e derrotam o Gigante Nephiritis Hoplisma; Camus e Milo como uma dupla de melhores amigos exterminam Margarites Dracon; E por último, Shaka sozinho oblitera Electron Teru enquanto ao mesmo tempo doa grande parte de seu Cosmo para auxiliar Aiolia na sua regeneração.

Cronos não entende como seus subordinados caíram, um a um. Chrnos então volta a desafiar Aiolia que se concentra e ataca com seu golpe Cápsula do Poder e Relâmpago de Plasma, contudo deixa aberturas e é ferozmente agredido pelos contra ataques de Cronos, que se alegra em ver como Aiolia se dedica. Ele mostra o seu poder ao transcender a velocidade da luz, fazendo Aiolia ficar perdido sem entender o ataque do deus do tempo que simplesmente aparece no espaço como se teletransportasse, sem rastro de cosmo e atesta a perfeição da violência da técnica do deus o fazendo cair indefeso. Além disso, o deus empunha a arma Megas Drepanon, o que o faz o deus da destruição perfeito. Neste instante, os Cavaleiros de Ouro que só servem de espectadores, admitem as diferenças de poder entre qualquer humano e aquele deus que transcende todos os outros seres divinos que já enfrentaram, mas palavras de apoio de uma voz misteriosa chegam ao coração do leão ferido que lhe roga a vitória, o que faz Aiolia levantar e surpreender até mesmo Cronos, com o cosmo que emite, culminando com Aiolia bradando que nada pode quebrar sua vontade. Cronos se cansa e anuncia o fim com seu Khaos Hyetos (Tempestade de Caos), que atinge em parte o cavaleiro, mas Aiolia desvia e consegue se igualar a velocidade de Cronos, chegando ao combate corpo a corpo disparando sua Cápsula do Poder (Lightning Bolt). Em meio à dilaceração que a Dunamis impunha ao seu corpo, ele dispara em seguida o Relâmpago de Plasma (Lightning Plasma) atirando Cronos para longe, seguindo de sua queda. Ao se levantar, ele pede para que os Cavaleiros de Ouro que lá estão reúnam seus cosmos, mas não para ele e sim para Shaka que os levará para terra protegidos junto com o povo Titã. Aiolia pede que o deixe lá junto com Cronos, para que ele o traga de volta ou o mate. Ele promete que não deixará o deus maligno atravessar aquele portão e ir para Terra. De repente, Cronos ressurge sem nenhum arranhão após o ataque de Aiolia. Os Cavaleiros de Ouro então se teletransportam para o mundo humano confiando à Aiolia derrotar Crhonos.

Lembrando- se da promessa de Hynperion, Aiolia cria uma espada de luz em sua garra direita mostrando possuir também a Dunamis de Hynperion, e com o Keraunos volta a lutar contra Crhonos. A luta final e extraordinária começa. Finalmente, diante um do outro, estão Cronos e Aiolia sozinhos e livres para o combate. O deus desacredita do poder do Cavaleiro pela a sua não já declarada intenção de matá-lo. Mesmo assim, o Leão mostra suas presas e ataca com o Relâmpago de Plasma (Lightning Plasma), porém o golpe é desordenado aos olhas divinos de Cronos e o provoca a acabar definitivamente com esta batalha infinita revelando a Dunamis Megas Drepanon, trazendo a tona a Dunamis Pteryx (Asas de Dunamis). Ao controlar sua Explosão de Fótons (Photon Burst) e se movimentar mais rápido do que a asas dos deuses ou mesmo as asas de seu irmão, Aiolia abre uma brecha indefensável diante de Cronos e com sua Cápsula do Poder perfura Cronos e se entrega junto com o deus à queda daquele mundo a escuridão, mas esse milagre abre os olhos de Cronos que ao ver até onde Aiolia foi para cumprir a promessa feita a um servo dele e um inimigo resolve salvá-lo e clama o nome de um ser divino: Hades, que pede em troca de tudo que ele tem, ou seja, sua Dunamis, que ele salve aquele herói, Aiolia.

Diante do túmulo de Aiolos, Aiolia desperta e se indaga o porquê de Cronos tê-lo salvo, mas fica feliz de ser digno da Armadura de Ouro de Leão, tendo sua juba dourada. Após isso, o herói vê Litos e Garan se aproximando e tem seu coração finalmente em paz.

Episódio G Assasin

Início

No episódio G Assassin, que ocorre em uma época futurística do Século XX, Aiolia surge com um corpo muito mais jovem do que deveria ter, e junto com Shura misteriosamente mostra-se estar vivo e com ele ter vindo do passado.

Ordem de Execução

Dizendo estar sobre ordens do Grande Mestre, Aiolia com uma equipe inteira de auxílio do exército japonês para isolar o distrito do Japão de Shinjuku, começa a caçar Shura de Capricórnio para mata-lo como punição por desaparecer do Santuário. Logo Aiolia encontra Shura e uma garota que ele salvara chamada Hino Yoshino em um estacionamento subterrâneo e após explicar a que veio inicia a luta contra Shura.

Aiolia começa atirando o “Cápsula do Poder”, mas Shura por já conhecer o golpe consegue se desvencilhar cortando a esfera de raios ao meio com sua "Excalibur". Porém o leonino avança voando junto com o golpe e o acerta um soco que, apesar de Shura defender, o derruba. No entanto, em seguida o Capricorniano consegue arremessar Aiolia com um soco na cara onde o leonino logo revida com um chute na cara de Shura que aproveita o impacto do golpe para arremessar Aiolia com seu “Pedras Saltitantes”. Logo, Aiolia se levanta atirando seu "Relâmpago de Plasma” contra Shura que se defende de cada um dos raios com sua "Excalibur". Os poderes de ambos então equiparam-se até que uma coruja mística chamada Kokuto que se diz ser o Oráculo de Atena interrompe a luta dos dois dizendo que um inimigo relevante mitológico está à espreita. Shura visando proteger Kokuto pede a Aiolia que lhe dê mais um tempo para derrotar esse inimigo de Atena e promete voltar a lutar com ele logo em seguida. Após Aiolia fazer Shura jurar em nome de seu irmão falecido Aiolos, ele o deixa ir.

Aiolia fica sozinho com Hino Yoshino e após ambos comerem lámen instantâneo juntos vão atrás de Shura por curiosidade. Shura enfrentava um Gladiador, guerreiro mitológico que viera do passado só para enfrentar Shura em algo que ele chama de Guerra das Espadas Sagradas, Lancelot de Arondight. Após Shura enfrentar Lancelot, Aiolia surge perante ele dizendo que o mataria ali mesmo rapidamente, mas a pedido de Shura que se mostra insatisfeito em querer brigar com o leonino, Aiolia decide se aliar a ele ao perceber que Shura está lutando pela justiça.

Futuro Desconhecido

Após o ocorrido, Aiolia permanece vigiando Shura de perto como um companheiro de luta. Quando Shura enfrenta o imponente Gladiador Orlando de Duranhall e perde para ele, Aiolia o salva e afronta o inimigo de frente sem temor algum e Gladiador logo vai embora por estar ferido pelos golpes do capricorniano. Logo em seguida, ele também salva Hino Yoshino de uma "sucção cósmica" de sequestro gerada pela Gladiadora Alice de Espada Vorpal que também desaparece com a chegada do leonino.

Porém não só Shura como Aiolia descobrem que estão em um futuro desconhecido e que o próprio espaço-tempo desta dimensão está para rejeitá-los. Assim, após muito esforço, Shura com a ajuda de Atena recupera a sua memória e se torna um transcendental conseguindo superar a pressão de rejeição temporal imposta a ele e com um novo corpo jovem e uma Armadura de Ouro com sangue de Atena recupera toda a sua persona passando a poder viver nesse futuro restrito. Logo em seguida descobre-se que Aiolia também consegue fazer o mesmo.

Habilidades de Luta

No Episódio G, ele possui a habilidade de gerar e controlar grandes quantidades de eletricidade, sendo que seus raios são, diversas vezes, tem sua força comparada aos raios de Zeus e capazes de confrontar os Deuses Titãs e de matar qualquer outra divindade. Além disso, ele também possui poderes de cura tão alto que é capaz de regenerar membros inteiros além de até tecidos musculares como regenerar um coração perfurado.Ele também pode se mover em velocidade superior a velocidade dos titãs e deuses.

Técnicas Especiais

001 scanner aioria.jpg Cápsula do Poder
(Lightning Bolt)
Segundo o episódio G, este golpe é um soco em alta velocidade que corta o ar e abri um espaço na atmosfera e atira um raio de alta tensão nessa brecha, uma descarga elétrica que ocorre em ares rarefeitos, o fenômeno de descarga elétrica no vácuo.
LightningPlasma.jpg Relâmpago de Plasma
(Lightning Plasma)
Segundo o glossário da enciclopédia de Saint Seiya, é um golpe secreto de Aiolia. Golpe de meteoro a velocidade da luz, que consegue desferir mais de cem milhões de relâmpagos por segundo, acabando com todos que entram em seu raio de alcance.
Tech-Aioria-LightningFang1.jpg Presas Relâmpago
(Lightning Fang)
Aiolia usa seu punho para perfurar o solo, projetando nele seu cosmo elétrico, o que causa a elevação de diversos pilares de eletricidade, atingindo inimigos a seu redor. Golpe existente somente no Episódio G.
Tech-Aioria-LightningSpark.jpg Centelha Relâmpago
(Lightning Spark)
Técnica muito similar ao Lightning Fang, porém, nessa técnica, Aiolia lança o golpe no ar, causando com que uma barreira de eletricidade avance sobre os oponentes. Golpe existente somente no Episódio G.
PhotonBurst024.jpg Explosão de Fótons
(Photon Burst)

Técnica mais poderosa de Aiolia, porém, existe somente no Episódio G. Basicamente é dividida em três etapas:

1ª Etapa: A invocação de Fótons (Photon Invoke) é a iniciação do golpe mais poderoso do Leão. Aiolia, expandindo o seu cosmo, cria inúmeros fótons, que tem a aparência de estrelas. Estes fótons ficam pairando no local do combate, normalmente circulando o adversário.

2ª Etapa: Na Aceleração de Fótons (Photon Drive), os fótons que estão a sobrevoar o local do combate começam a movimentar-se cada vez mais depressa, aumentando seu poder de destruição a cada reluzida. Ao comando de Aiolia, estes fótons penetram no corpo oponente, paralisado o mesmo.

3ª Etapa: Esta é a Explosão de Fótons (Photon Burst), onde, ao entrarem no corpo do oponente, os fótons tornam-se partículas menores. Estes fótons possuem o princípio da antimatéria, por isso causam ação degenerativa onde quer que encostem. Sendo assim, ao comando de Aiolia, os fótons que estavam dentro do corpo do adversário explodem, liberando uma grande quantidade de energia, destruindo o corpo do oponente. Ao contrário das tradicionais técnicas de Aiolia, A Explosão de Fótons não é disparada rapidamente, necessitando de tempo e calma, sendo assim, considerado arriscado para o cavaleiro usá-la com frequência. Essa técnica, assim como a Explosão Galáctica de Saga de Gêmeos, utiliza a força chamada "supernova".

Curiosidades

- No Episódio g Aiolia consegue matar mais de 4 deuses, coisa que nenhum Cavaleiro de Ouro jamais conseguiu, porem ele somente consegue derrotar esses 4 deuses por que Pontos, Mnemoises, Gaia e Esperança (Érebo) estavam absorvendo a energia divina dos Titãs. E pelo que deu para perceber alguns dos Titãs como Céos e Hyperion deixou Aiolia vencer quando percebeu que estavam sendo manipulados por Pontos, Mnemoises, Gaia e Esperança (que provavelmente é Érebo) fazendo com que deixassem ser derrotados para dar a Aiolia sua Dunamis e com isso tentar impedir os planos deles de conseguir sua Dunamis e dos outros Titãs.

- Céos e Shaka revelam que a natureza do poder de todos os Cavaleiros de Leão de Ouro é controlar Relâmpagos e Eletricidades tão poderosas a ponto se se compararem com a de Zeus mediante o Cosmo deles.

- Keraunos é o nome do raio de Zeus, a arma elemental mais poderosa já criada em toda série de Sainit Seiya, nenhum ser divino ou humano é pareo para ela, e Céos, o decidiu criar mais um Keraunos igual ao de Zeus e conceder a Aiolia, dessa forma todos os Cavaleiros de Leão começaram a manipular o mesmo Raio Divino que Zeus, porém em forma de Relâmpago no golpe "Lightning Bolt" (Capsula do Poder).

- Pontos afirma que Aiolia é o único humano capaz de alcançar a velocidade divina e também que possui um Cosmo capaz de matar um deus.

- Saga diz que junto a Shaka, Aiolia também controla sozinho a força da Super Nova no seu Photon Burst, que se mostra ser superior ao Galaxian Explosion de Saga e o Tenma Koufuku de Shaka.

- Aiolos diz que o Photon Burst é um golpe insuperável e absoluto.

- Aiolia também tem um tipo de "Espada Espiritual de Cosmo Divino" em seu braço direito, apesar de não definido qual os poderes dela, sabe-se que ela veio de Hyperion que a concedeu a ele e é uma arma divina.

- Igual ao mangá e anime clássicos, Aiolia também tem poder de cura no Episódio g, e este é tão grande que ele foi capaz de regenerar seus braços arrancados por Pontos e até curar completamente seu coração perfurado, sozinho.

- Ao matar o Deus Rei Titan Cronos, Aiolia mostrou possuir uma velocidade que até então nunca antes foi reconhecida, aonde ele supera não só a velocidade da teleportação dimensional como até mesmo transpassa a velocidade divina. Se tornando assim inatingível.

Galeria

  • Aiolia se irrita com Garan
  • Aiolia e Aiolos
  • Aiolia e Milo
  • Aiolia e Death

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória