Fandom

Saint Seya Wiki

Cosmo Special

2 347 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários5 Compartilhar
Cosmospecial.jpg

Cosmo Special é um livro de informações sobre Os Cavaleiros do Zodíaco publicado em 1988 pela Shonen Jump. Atualmente é considerado um item raro.

O livro apresenta adesivos, jogo de tabuleiro, ilustrações, dados sobre a carreira de Masami Kurumada, além de diversas informações sobre os personagens.

Combates inusitados

Uma das seções do livro apresenta oito confrontos que nunca aconteceram no anime nem no mangá. Todos os combates são acompanhados de comentários do Mestre Ancião. Os combates são:

Combate Opinião de Mestre Ancião
Hyoga de Cisne x Seiya de Pégaso Não há favorito
Mouses de Baleia x Geki de Urso Mouses de Baleia vence
Marin de Águia x Shaina de Ofiúco Marin de Águia vence
Ikki de Fênix x Shiryu de Dragão Ikki de Fênix vence
Ikki de Fênix x Shun de Andrômeda Ikki de Fênix vence
Afrodite de Peixes x Misty de Lagarto Não há favorito
Mu de Áries x Shaka de Virgem Não há favorito
Kiki de Appendix x Tatsumi Tokumaru Kiki vence

Hipermito

Seção que narra a criação do Universo até a era atual. Revela diversas informações, preenchendo lacunas deixadas na série.

Era da criação

O Big Bang deu origem ao Universo e à Suprema Virtude (nono sentido). Um raio de luz da Suprema Virtude se transformou no planeta Terra, que criou o solo (Gaia), o céu (Urano) e os oceanos (Pontos). Depois gerou a vida, na imagem e semelhança da energia da Suprema Virtude, e assim nasceu o ser humano.

Era dos deuses

A humanidade se tornou numerosa e começou a despertar sentidos além dos cinco básicos (audição, olfato, tato, visão e paladar). Três seres humanos despertaram o nono sentido e se tornaram deuses: Zeus, Poseidon e Hades. Os três deuses dividiram o Universo entre eles, Zeus dominou a Terra e o céu; Poseidon os oceanos; e Hades o inferno.

Com o tempo outros seres humanos atingiram o nono sentido e transformaram-se em deuses, dando origem a diferentes mitos e religiões (a série não se baseia somente na mitologia grega, isso explica o sincretismo religioso com referências ao cristianismo, budismo e mitologia nórdica).

Quando a deusa Atena nasceu, Zeus lhe confiou a guarda da Terra e se retirou para os céus. Diante da ausência de Zeus, outros deuses tentaram tomar o poder da Terra e dominar os seres humanos, dando origem a diversas guerras santas (confrontos entre deuses).

O primeiro a investir contra Atena foi Poseidon, que reuniu os sete guerreiros mais fortes dos mares. Esses guerreiros foram chamados de Generais Marinas e eram protegidos por poderosas armaduras (escamas), feitas de oricalco, tornando-se praticamente invencíveis.

Para fazer frente às escamas de Poseidon, Atena encomendou a alquimistas do continente de Lemúria, oitenta e oito armaduras feitas de oricalco, gamânio e pó de estrelas. As armaduras de Atena foram divididas em três categorias: ouro (doze), prata (vinte e quatro), e bronze (quarenta e oito). Por motivos desconhecidos, quatro armaduras não receberam classificação.

Protegidos por armaduras tão poderosas quanto às escamas, os cavaleiros de Atena travaram lutas mortais contra os marinas em Atlântida, provocando maremotos que inundaram o planeta inteiro. Apenas Noé, sua família e animais de diversas espécies se salvaram, pois estavam em uma grande arca construída pelo próprio Noé. Após intensos combates, os cavaleiros de Atena derrotaram Poseidon e seus marinas. Atlântida foi destruída e afundou no Oceano Atlântico.

As almas de Poseidon e dos marinas foram seladas e enviadas para Graad Azul, no leste da Sibéria. Vários cavaleiros foram enviados para vigiar os selos. Esses cavaleiros renunciaram à condição de cavaleiros de Atena e se auto-intitularam Guerreiros Azuis.

Sete gerações após a primeira guerra santa contra Poseidon, Atena ergueu na Grécia o seu Santuário. Junto ao Templo de Atena, foram construídas doze casas, uma para cada cavaleiro de ouro.

Era do caos

Teve início com o aparecimento dos Gigas (raça de gigantes de origem desconhecida). Os Gigas desafiaram os cavaleiros de Atena, dando origem a uma guerra batizada de Gigantomaquia.

Durante a batalha, o continente de Lemúria, afundou no meio do oceano, levando consigo muitas armaduras de Atena. Poucos habitantes sobreviveram (Shion, Mu e Kiki são descendentes do povo de Lemúria, por isso são os únicos que conhecem a técnica de restauração das armaduras).

Durante a era do caos, ocorreu a mais dura e sangrenta guerra santa de todos os tempos: o confronto com Ares, deus da guerra. Ares é apontado como o mais violento de todos os deuses. Seus guerreiros, chamados de Berserkers, são extremamente sádicos e destrutivos. Eles são divididos em quatro exércitos: "fogo", "chama", "desastre" e "terror". Durante essa batalha, Ares recebeu apoio de Hades, o que dificultou a ação de Atena e seus cavaleiros. Muitos cavaleiros morreram e a vitória de Ares estava próxima, então o cavaleiro de Libra, com o aval de Atena, autorizou o uso das sagradas armas de Libra. Usando as armas, os cavaleiros finalmente derrotaram os berserkers. Ares conseguiu fugir e se escondeu no mundo dos mortos, sob a proteção de Hades. Foi a única vez em que as armas de Libra foram utilizadas.

Era dos humanos

Um dia, um cavaleiro descobriu uma ilha abaixo da Linha do Equador e que estava repleta de armaduras. Essa ilha era um resquício do continente de Mu e recebeu o nome de Ilha da Rainha da Morte.

Entre as armaduras encontradas na ilha, existiam armaduras legítimas (como a de Fênix), e imitações chamadas de armaduras negras. Como nenhum cavaleiro quis utilizar as armaduras negras, aqueles que não conseguiram se tornar cavaleiros, reuniram-se na Ilha da Rainha da Morte e usaram estas armaduras. Atena, desaprovou os Cavaleiros Negros, pois tinham propósitos egoístas, então selou a Ilha da Rainha da Morte com uma máscara. Essa máscara foi colocada em um cavaleiro extremamente forte, mas de conduta reprovada pelo Santuário. Os cavaleiros negros precisavam destruir a máscara para sair da ilha e o cavaleiro, que recebeu a alcunha de cavaleiro do diabo, precisava lutar para sobreviver. Quando o cavaleiro do diabo morresse, deveria ser substituído por outro igualmente forte e nocivo ao Santuário (na era atual, esse cavaleiro é Guilty, mestre de Ikki).

Nessa época, muitos homens tentaram conquistar a armadura de Fênix, a mais poderosa dentre as armaduras de bronze. Diante de tantos fracassos, foi dito que nunca um ser humano seria capaz de vestir dita armadura.

A última guerra santa contra Hades ocorreu nessa época. Foi a guerra que contou com o maior número de cavaleiros, setenta e nove, porém somente dois sobreviveram: Shion de Áries e Dohko de Libra. As almas de Hades e seus espectros foram seladas, cabendo a Dohko vigiá-las até a guerra santa seguinte (para sobreviver por tanto tempo, Dohko recebeu de Atena a técnica Misopetha-menos). Shion foi nomeado novo mestre do Santuário (o cavaleiro de Áries não precisou do Misopheta-menos porque como descendente do continente de Mu possui uma vida extremamente longa).

Era atual

O mal tomou conta do Santuário. Saga de Gêmeos matou o mestre Shion e tomou seu lugar. Os cavaleiros de Atena seguiram o novo mestre mesmo sabendo que ele era maligno. Para purificar o Santuário, Atena decide atacá-lo com cinco cavaleiros de bronze, entre eles Ikki, o único ser humano capaz de vestir a sagrada armadura de Fênix.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória