Fandom

Saint Seya Wiki

Cronos

2 325 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários43 Compartilhar

Este artigo é sobre o titã Cronos, apresentado em Episódio G, não o confunda com Chronos, o deus primordial de Next Dimension.

Cronos
Cronos The Titan.png
Nome
Títulos "Rei dos Titãs"
"O Deus Supremo"
Original クロノス
Romanização Kuronosu
Outros Nomes Κρόνος
Cronus
Dados Gerais
Classificação Titã
Sohma Megas Drepanon
Dados Pessoais
Raça Deus
Gênero Masculino
Tipo Sanguíneo Ikhor
Dados do Treinamento
Dados do Mangá/Anime
Estréia Episodio G: Capítulo 34

Cronos é o principal antagonista do Episódio G, o mais novo dos Titãs, que governa como seu rei. Ele é o pai dos três grandes Deuses do panteão grego: Zeus, Hades e Poseidon. No passado foi o Deus supremo que governou o mundo após a queda de seu pai, mas foi derrubado por seu filho.

Origem do nome Editar

Cronos ou Chronos (em grego antigo Κρόνος, Krónos) é o nome dado para a personificação do tempo, de acordo com a mitologia grega.

Atualmente, cronos é a definição do tempo cronológico e físico, compreendido como os anos, os meses, os dias, as horas, os minutos, os segundos e etc.

Características Editar

Aparência Editar

Nas memórias da era mitológica, ele pode ser visto como um jovem de cabelo preto extremamente longo e fino. Vestindo com um traje que lembra a época e coroado com uma coroa de louros.

Depois de ser morto por seu filho, sua alma e corpo foram selados separadamente, mas como o selo é quebrado Cronos pode se manifestar como um cosmos gigante sendo, possuidor de seis braços. Esta é a sua alma, onde todo o conhecimento divino é armazenado. Desta forma, a sua grandeza é maior que a altura de uma montanha. Esta aparência dele é um plano astral.

Enquanto em sua ressurreição imperfeita tem a aparência de um menino de cerca de 11 a 13 anos, com cabelo curto e preto. A sua pele é um pouco escuro como seus irmãos Titãs e tem olhos vermelhos brilhantes que podem ser exibidos com alto brilho e pureza em seus estados sem memórias ou agressivos com a pupila afiada com memórias.

Personalidade Editar

Cronos é definido como "O mais perturbado dos Titãs" e é o titã que mais tem mostrado variantes de sua personalidade. Como outros deuses Cronos acha que seu status divino implica superioridade sobre os seres humanos, os denegrindo toda vez que tem uma chance. Ele é egocêntrico e arrogante, se recusando a reconhecer qualquer outro deus além de si mesmo, e sempre dando ordens a todos ao seu redor - inclusive seus irmãos (que, apesar disso, são extremamente leais a ele), e quaisquer outros seres humanos que ele encontra, tratando-os como tolos e estúpidos por se opor aos deuses, principalmente ele, que é considerado o legítimo proprietário a terra.

Cronos sem memórias é como uma criança pequena que não sabe muitas coisas, e as coisas que sabe (como usar seus poderes) são algo que é executado por instinto, não por conhecimento. Ele encontra-se rodeado por uma aura melancolia, com um vazio. Não que desta forma aja bondade em seu coração.

Ao recuperar suas memórias recupera um pouco da sua personalidade divina, provando ser um deus cruel e impiedoso, quase um psicopata, que busca eleger a sua vontade sobre qualquer outra força. Cronos torna-se muito raivoso quando alguém (ou a si mesmo) menciona Zeus, que guarda rancor apesar de ser seu filho, e chegou mesmo a prometer não parar até o matar com suas próprias mãos. Também não é visível a empatia com qualquer um de seus outros filhos, e até mesmo os seus próprios súditos. Certamente ele tem afeição por Réia e sua mãe, Gaia, mas parece ter desenvolvido uma queda por Lithos a que se oferece para se tornar sua nova rainha e ficar ao seu lado. No entanto, quando é rejeitado, sem pensar duas vezes, tenta matá-la.

Cronologia Cronos.png

Forma Espectral de Cronos

História Editar

Em saint seiya Editar

Quando Dohko diz adeus aos Cavaleiros de Bronze no Muro das Lamentações, ele explica a verdade sobre Hades:

"Na última guerra santa Hades havia mantido o seu corpo seguro nos Campos Elíseos, Hades é o filho de Cronos e Rea, e desde a era mitológica desenvolveu um grande amor por seu corpo, tem procurado preservar e ele mantendo-o em perfeito estado e continuará até conseguir apoderar-se da Terra."

Era mitológica Editar

Cronos nasceu da união de Urano e Gaia. Mas Urano tornou-se um tirano, odiando tanto seus filhos Hecatônquiros como os Ciclopes, que ele baniu para o Tártaro, mas não fez o mesmo com os Titãs, porém não significa que os apreciava, "era um Deus que não reconhecia outro Deus que não ele mesmo ", Mas Gaia como uma boa mãe que amava seus filhos, incitou os Titãs a se rebelarem contra seu pai. Cronos, seu filho mais novo, aceitou a missão, e com uma arma concedida por Gaia (Megas Drepanon) , tirou a vida de seu pai Urano, e ajudou seus irmãos exilados a deixar sua punição, e foi eleito como o novo governante de tudo. Eventualmente Cronos também se tornou um tirano. Urano antes de morrer previu seu destino, o que seria derrotado por seu próprio filho. A profecia foi cumprida e Cronos foi derrotado por Zeus, que lhe prendeu no Tártaro, e selou o Megas Drepanon no lugar mais seguro na terra: o Santuário.

Guerra Santa do século xx Editar

Sua primeira aparição é quando ele entregou a adaga de ouro para Saga. Em seguida, ele aparece em Jamir e outras várias vezes com os outros Titãs. Mais tarde vai ao santuário para recuperar sua arma e destruir a estátua de Atena, mas ele é parado por Saga. Ele proclamou Aiolia para ser o único destinado a libertá-lo, como o Cavaleiro de Leão usa os raios como ataque - que são capazes de anular o selo de Zeus, também baseado em um raio, o único elemento da natureza que Cronos não pode controlar. Ele é bem sucedido, mas devido à interferência de Aiolia, Cronos assume forma e mente infantis, juntamente com os poderes incompletos. Os outros Titãs então passam a tentar usar Aiolia de Leão para recuperar a forma e poderes verdadeiros do Rei deles.

No Labirinto, ele se encontra com Lithos que tinha sido sequestrada por Iapeto e a acompanha quando ela

Cronos.png

Cronos em sua forma carnal

tenta escapar. Depois disso, ele se encontra com Aiolia e os outros Cavaleiros de Ouro que tinham ido ao seu mundo, por um momento parece que a guerra entre os dois exércitos poderia terminar pacificamente, até que Mnemosine libertou as memórias de Cronos, fazendo-o recuperar a sua verdadeira personalidade e ambições. Cronos reivindica a terra como sua própria, enquanto começa uma luta contra os Cavaleiros de Ouro. Cronos sabe da derrota de suas três estrelas guardiãs nas mãos dos Cavaleiros de Ouro, mas não é capaz de aceitar que alguns mortais conseguiram derrota-las, Aiolia e outros Cavaleiros de Ouro dizem ao rei dos Titãs para não menosprezar os mortais.

Mais tarde, Cronos destrói o relógio que controla o tempo, causando um grande desastre a terra sofre uma mistura entre passado, presente e futuro formando um caos na Terra. Para evitar o fim, Aiolia se dispõe a destruir o Rei dos Titãs, assim Cronos se encontra com Aiolia que decide enfrenta-lo sozinho no Monte Tártaro, a batalha final entre Cronos e Aiolia começa em pé de igualdade. Quando Cronos estava prestes a matar o Cavaleiro de Ouro, surge o espírito de Aioros, que protege o jovem e o incentiva a continuar o combate. Os desejos do cavaleiro de Leão, juntamente com a vontade de seus amigos de proteger a todos consegue fazer um milagre e atravessa for

Hades Tártaro Cronos.png

Cronos reencontra o seu filho, Hades

temente Cronos com uma combinação de "Relâmpago de Plasma" e "Explosão de Fótons" ; tal feito deixa o Titã com um misto de surpresa e indignação, e assim ele cai no Tártaro com o Cavaleiro de Leão inconsciente. Quando estava prestes a ser levado à sua prisão no Tártaro, seu filho Hades aparece pessoalmente para escolta-lo, Cronos demonstra um ato de bondade ou até respeito ao cavaleiro de ouro por ter acertado ele, entregando sua Dunamis e tudo que tem para Hades, para salvar sua vida o devolvendo à terra em segurança, assim o Titã retorna à sua prisão, sem saber dos planos de Pontos, que se escondia nas sombras.

Particularidades da SohmaEditar

Sua Sohma tem a forma de uma gadanha, chamada "Megas Drepanon". Em grego, a palavra "Drepanon" realmente significa foice, não gadanha, e de acordo com o mito, Cronos era dito empunhar uma foice gigante (Megas Drepanon). Portanto, retratar o Megas Drepanon, como uma gadanha não é totalmente preciso. Mas desde que foice e gadanha gigantes são bastante semelhantes, o resultado é algo aceitável.

Habilidades em CombateEditar

Como um deus, tem o domínio supremo no cosmo, o nono sentido. E por ser um deus primordial, Cronos também domina completamente a Dunamis. Cronos tem o poder de controlar todos os elementos e mudar sua forma tanto para atacar como para defender,sendo o rei dos titãs Cronos e uma das divindades mais poderosas do universo sendo que para conseguir derrota-lo Zeus precisou da ajuda de seus irmãos, sua Sohma e a mais poderosa de todas com o seu poder Cronos destrói a armadura de ouro de leão facilmente como um titã Cronos domina completamente o Dunamis o poder dos Deuses Primordiais que existe desde a criação do universo um dos maiores poderes divinos.Cronos demonstra o poder de destruir a mente de seus oponentes amaldiçoando suas almas,Cronos também criou a adaga de ouro que tem o poder de ferir ate os Deuses. Mesmo sem seu poder poder total Cronos derrota facilmente Aioria o cavaleiro de ouro mais poderoso de seu tempo e aquele que tem o poder de reproduzir o relâmpago de Zeus e também derrota Saga de Gêmeos um dos maiores cavaleiros de ouro de todos os tempos.

Técnicas Especiais Editar

Forma Espectral:

OracleTeleos.png Oráculo Onipotente
(绝対神托 - テレオスオラクル, Zettai Shintaku - Tereosu Orakuru)
Um ataque que atinge diretamente a mente do oponente. Ele convida a vítima para se tornar servo de Cronos. Se o alvo resiste, então, uma maldição será jogado em cima dele e sua personalidade será destruída. Esse ataque envenena a existência da vítima, jogando-a em um destino miserável de traições e decadência, que terminam com a morte pelas mãos daqueles que eram seus amigos - o mesmo destino compartilhado pelos descendentes de Urano. Afeta também o alvo por despertar impulsos e ambições malignas. É um ataque que mostra claramente o poder divino sobre o controle das vidas dos seres humanos.
KhaosHyetos.png Tempestade do Caos
(浑沌豪雨 - カオス ヒュエトス, Konton Gou - Kaosu Hyuetosu)
Uma das muitas formas utilizadas por Cronos para controlar a natureza. Ele chama a chuva e muda sua forma em incrivelmente longas e negras agulhas que penetram no corpo do inimigo, causando uma dor imensurável. Ele passa por armaduras e afeta o corpo diretamente. Além de ferir o inimigo, também drena sua vida e Cosmo.
PainomenonArukein.png Domínio de Fenômenos
(现象支配 - パイノメノン アルケイン, Gensho Shihai - Painomenon Arukein)
Controlando a natureza, Cronos chama os véus das profundezas da Terra para a superfície e rodopia o vento transformando-o em lâminas naturais. Este ataque corta o corpo da vítima utilizando as lâminas de vento, enquanto queima o alvo usando as chamas que emergem do solo, que queimam não apenas o corpo mas também a energia da vida
Forma Carnal: Editar
Yaminomeido.jpg Rugido das Trevas
(闇の鳴動, Yami no Meidō)
Cronos fornece pulsações de luz para sua Megas Drepanon, vibrando braços adicionais de seu Soma e criar um fenômeno de ressonância. Estas ondas, então, agem como lâminas imateriais que cortam o Cosmos e a força vital do inimigo. Milo conseguiu se defender ao atirar rochas no âmbito do ataque para bloquear essas ondas. Aiolia eventualmente neutralizou este poder destruindo os braços adicionais da Soma.
Dmegas.jpg Grande Foice de Dunamis
(神力大鎌 (デュナミス・メガス・ドレパノン), Dunamis Megas Depranon)
Depois de alcançar sua forma completa, Cronos implementa uma lâmina de Dunamis em cada um de seus braços, para atacar o inimigo.
Pragmaspathe.png Pragma Espata
(業刃(プラグマ スパテイ), Pragma Spathê)
Cronos divide o espaço acima da velocidade da luz e teletransporta o seu punho mais perto do inimigo para soca-lo, e devido a sua havilidae é impossível de se defender, a única alternativa é suportar os ataques. Além disso, a cada um dos seus golpes Cronos carrega o poder de Megas Drepanon capaz de rasgar tanta carne como o Cosmos.
DunamisPteryx.jpg Asas de Dunamis
(神力翼 (デュナミス・プチリュクス), Dunamis Pteryx)
Depois de utilizar sua Dunamis Megas Drepanon, Cronos ataca seu oponente. Ele decola e atinge o inimigo em uma velocidade superluminal, cortando-o através de suas lâminas de Dunamis. Segundo Cronos, o Dunamis Pteryx é capaz de destruir tudo, pois ele rompe com todo o tempo e com os átomos, exterminando do espaço-tempo todos os vestígios da existência de seu oponente.

FrasesEditar

Destruí meu deus-pai Urano com minhas próprias mãos... da mesma forma... que fui destruído pelo meu próprio filho Zeus. Este é o gene maldito que corre em nossas veias. Mas essa maldição sem fim termina aqui... o pai que retornou do tártaro... dará a seu filho o castigo que merece por matá-lo... a minha divina Sohma... ceifará a vida de Zeus.

Cronos

Conseguir enfrentar um deus dessa forma... é impressionante. É assim que deve ser o humano que eu escolhi.

Cronos, sobre Saga

Saga, o cavaleiro de ouro da casa de Gêmeos.. este sim... é digno de eu tê-lo escolhido para ser o matador de deuses!!!

Cronos, sobre Saga

Eu lhe dei a Adaga Dourada... e isso... porque captei o imenso cosmo que reside dentro de você. Com certeza, você é como eu. É um homem que mata deuses.

Cronos, sobre Saga

Cronos01-1-.jpg

O Imperador

CuriosidadesEditar

  • Originalmente, Cronos era para ser o inimigo do terceiro filme da saga do Céu. Mas devido ao fracasso do primeiro, os dois filmes posteriores foram cancelados.
  • Cronos aparece como pai de Zeus e Hades no Episódio G e na Saga de Hades Clássica. Apesar de não ser mencionado que ele é pai de Poseidon, é muito provável que Cronos também seja seu pai.
  • No manga Episódio G, a batalha contra a Saga é uma analogia do espaço-tempo, como Cronos é o titã do tempo e Saga tem demonstrado ser capaz de manipular o espaço, de modo que sua batalha foi uma batalha entre o espaço e tempo.
  • É muito provável que Cronos sofra da mesma paranoia que seu pai Urano.
  • No Tarot Oficial do Episódio G, Cronos é intitulado como "O Imperador".
Divindades
Deuses Primordiais
(Episódio G)
Urano (o Céu) • Pontos (o Mar) • Érebo (a Escuridão) • Eros (o Amor) • Gaia (a Terra)
Deuses Olímpicos ZeusPoseidonHadesAtenaApoloÁrtemisAresHermesAfrodite
Clã dos Titãs
(Episódio G)
CronosHyperionCéosIapetoCréosOceanoRéiaTêmisMnemôsineTéiaTétisFebePrometeu
Clã dos Gigas
(Episódio G)
LyaxPhloxAnemosBronteSpateZugilosHoplismaDrakonThêr
Deuses dos Sonhos
(The Lost Canvas)
OneirosMorfeuFântasoÍceloFobetor
Panteão Egípcio
(Episódio G)
AnubisApófis
Panteão Celta
(The Lost Canvas)
LugBalorEthlinn
Panteão Asteca
(The Lost Canvas)
TezcalipocaQuetzalcóatl
Panteão Romano MarteSaturnoDianaVulcanoBacoRomuloCupidoPlutão
Panteão Nordico OdinLoki
Outras Divindades TártaroCaosChronosKairosHypnosPallasThanatosDeimosFobosTifãoAbelNikéÉrisDeusEuríbiaPerséfoneApsu
Semideuses e portadores de Ikhor KardiaTenmaDohkoRadamanthysEdenShura (G) • Sigurd
Pseudodeuses AriaCavaleiro de OfiúcoFeiyanSagaBalder

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória