Wikia

Saint Seya Wiki

Defteros de Gêmeos

2 308 pages em
Este wiki
Comentários38
Defteros
Cavaleiro de Ouro de Gêmeos (TLC)
Defteros.png
Nome
Títulos O Segundo
O Demônio da Ilha Canon
Original 双子座のデフテロス
双子座の二番目
Romanização Jemini no Defuterosu
Kanon-jima no Oni
Outros Nomes Deuteros
Aquele que pode destruir as estrelas da galáxia
Dados Gerais
Classificação Cavaleiro de Ouro
Armadura Armadura de Gêmeos
Constelação Gêmeos
Divindade Atena
Dados Pessoais
Raça Humano
Gênero Masculino
Idade 25 anos (TLC - G: Defteros)
27 anos[1]
Aniversário 20 de Junho
Signo Gêmeos
Altura 190 cm
Peso 90 kg
Tipo Sanguíneo AB
Local de Nascimento Grécia, Otomana
Séculos Ativo(a) Século XVIII
Dados do Treinamento
Local de Treinamento Santuário de Atena
Ilha Canon
Aprendizes Tenma de Pégaso
Dados do Mangá/Anime
Estréia Mangá (TLC): Vol # 11, Capitulo # 96

Defteros de Gêmeos (双子座のデフテロス, Jemini no Defuterosu) fora um Cavaleiro de Ouro que sucedeu seu irmão gêmeo, Aspros, após mata-lo por trair o Santuário de Atena ao tentar um golpe para usurpar o cargo do Grande Mestre. Antes da eclosão da Guerra Santa contra Hades, devido ao forte ostracismo que sofrera desde a infância por causa da maioria das pessoas do Santuário que o viam como uma maldição, ele decidiu se isolar na Ilha Canon e se recusou a participar do conflito quando se iniciou, só voltando a lutar após conhecer e treinar Tenma de Pégaso. Ao retornar a seu posto, Defteros seria um dos principais fatores que garantiriam a passagem segura dos Cavaleiros perante os espectros na contenda final no Lost Canvas bem como em seu sacrifício final, conseguiria redimir seu irmão ressuscitado.

EtimologiaEditar

"Defteros" é o termo grego para "segundo" (δεύτερος défteros), referindo-se ao fato de ele ser o mais jovem ("o segundo") dentre os gêmeos. Seu nome era usado como um termo depreciativo por muitos no Santuário para se referir e reforçar o fato de que ele ficaria sempre em segundo plano comparado ao irmão.

CaracterísticasEditar

PersonalidadeEditar

Defteros e sua mascara.png

O ostracismo do Santuário obriga Defteros a esconder seu rosto

Em sua infância, Defteros era uma pessoa bondosa, integra e tímida, mesmo apesar de todo o ostracismo e rejeição causado pelos moradores do Santuário. Embora evitado apenas por causa da superstição que o difamou como a sombra que governa aqueles nascido sob o Destino de Gêmeos o que o levou a ter que esconder até seu rosto, ele não se deixava levar por essa alcunha ou não demonstrava nenhuma má vontade em relação aos moradores, sendo que na verdade, detinha um grande respeito pelo local e ao Grande Mestre, nunca se tornando o demônio cruel que fora taxado para ser. Quando insultado ou mesmo ferido pelos guardas do Santuário, Defteros não reagia ou os rebatia de volta, sendo um pacifista que acreditava que as pessoas poderiam aceitar e compreender uns aos outros quando passassem a vê-lo como realmente é e não como o destino ditou.

Ao alcançar a maior idade, ele adotou uma atitude mais elevada e passou a seguir a filosofia da sobrevivência do mais forte. Ele também se diferenciou de seu irmão em varias questões, pois enquanto Aspros se preocupava apenas consigo mesmo e sua ascensão para Grande Mestre o tornara arrogante, Defteros se tornara responsável, humilde e integro, atuando como um guardião oculto no Santuário, respeitando sempre os assuntos sigilosos e passando assim a ser visto por alguns do Cavaleiros de Ouro como um valioso aliado, em especial Asmita de Virgem, ao qual detinha um respeito mutuo. De acordo com o virginiano e Sísifo de Sagitário, apesar de muitos o verem como O Segundo (其の二, Sono Ni), Defteros é na verdade igual ou até muito mais digno da Armadura de Gêmeos do que Aspros, Dégel de Aquário também se refere ao gêmeo menor como alguém incapaz de mentir devido sua honestidade, que é digna dos Cavaleiros de Gêmeos. Tais éticas morais são o que sem duvida tornavam Defteros um homem de personalidade de aço e com uma imensa força de vontade, sendo incapaz de aceitar perversidade, as imposições do destino ou ser manipulado facilmente.

Defteros Tenma.png

Defteros carregando Tenma em sinal de respeito

Entretanto, após a rebelião causada por seu irmão, a mentalidade de Defteros mudou e decidiu se afastar do Santuário inicialmente para se fortalecer quando a Guerra Santa começasse, mas aparentemente devido ao desgosto demasiadamente acumulado que já detinha pelo lugar, ele se isolou e se recusou até se envolver novamente com os Cavaleiros quando a guerra contra Hades começara, agindo como uma especie de resposta devido a grande injustiça que cometeram com ele desde a infância. Isso, em última análise, o fez perder a fé na capacidade da humanidade dos Cavaleiros para fazer o que é certo, optando por usar o seu grande e terrível poder para afastar todos aqueles que vinham em seu encalço buscando se fortalecerem. Como Shion de Áries e Dégel observaram, os Cavaleiros em torno desse tempo começaram a temê-lo como um demônio. Aparentemente, ele também tinha um certo gosto pela alcunha como vivia em um ambiente macabro e fingia ser canibal, características que só intensificava o medo dos demais. Isso só mudara quando Tenma de Pégaso fora em sua busca a fim de se tornar seu discípulo, onde, embora ele teve um desdem inicial do jovem, o vendo apenas como um tonto e inútil, após testemunhar sua tenacidade e determinação em seus testes para ver se era digno, ele veio a desenvolver um certo carinho e respeito para com Tenma, finalmente o ensinando e voltaria a ativa como Cavaleiro de Ouro, honrando o pedido do espirito de Asmita e até salva Dohko da morte.
  • A relação de Aspros e Defteros na infânciaIr para A relação de Aspros e Defteros na infância
  • A relação de Aspros e Defteros quando adultosIr para A relação de Aspros e Defteros quando adultos

Entre ele e seu irmão gêmeo, Aspros, a relação de ambos mostrou ser muito complexa e extensa, de modo que é difícil saber até que ponto a relação entre os dois foi sincera. É verdade que os ideais de Defteros sempre foram o de ter apego, adoração, respeito e carinho com seu irmão mais velho, tanto que queria se tornar tão forte quanto ele para também ajudá-lo a lutar. No entanto, desconhecido para ele é que seu desejo que destruiria a relação dentre eles, pois devido ao choque de Aspros em testemunhar o quanto seu irmão havia se tornado forte como uma imagem espelha de si próprio o fez vê-lo como uma ameaça a sua própria existência como Cavaleiro de Gêmeos e, no final, intensificou a corrupção lançada por Yohma de Mefistófeles em sua alma, o que eventualmente deteriorou grandemente a relação deles. A partir dai, Aspros sempre o ridicularizaria ou humilharia quando tivesse chance, fazendo com que Defteros se afastasse dele e inúmeras dúvidas crescerem em sua mente. Conforme o tempo passou, ao testemunhar e acobertar as mentiras, ações e crimes contra o Santuário feitos por Aspros, ele amargamente fora forçado a aceitar a queda de seu irmão para o mal e teve que impedi-lo, culminando em ter que mata-lo para se libertar de seu controle. Entretanto, apesar de tudo que seu irmão lhe causara, Defteros ainda o amava muito e ao reencontra-lo fora incapaz de matá-lo mais uma vez, optando em sacrificar sua vida para que assim conseguisse redimir Aspros.

De acordo com Asmita, a relação de ambos era de certa forma como da Luz e Trevas, onde um não podia existir sem o outro. Sendo assim, o virginiano afirmou que a existência separada dos dois foi um erro e só se equilibraria quando ambos se reunissem novamente. Tal ideia, provou ser um fato, como quando Defteros morrera, conseguira novamente equilibrar a luz de Aspros, o tornando um homem completo, algo que o geminiano menor demonstrou satisfação em restabelecer.

AparênciaEditar

Defterso gaiden.png

Defteros trajando a armadura de Gêmeos

Por ser irmão gêmeo de Aspros, ele é fisicamente idêntico a ele, sendo um homem alto, de condição física atlética, sobrancelhas e olhos azuis, longos cabelos azuis opala bastos e lisos que alcançavam suas coxas cuja as mechas emolduravam seu rosto batendo em seu peito. As únicas reais diferenças dentre eles é que sua pele tinha tom mais moreno, é ligeiramente mais alto e também o uso de uma mascara de ferro bucal que ele usou para manter sua identidade oculta. Sua vestimenta padrão consistia de uma camisa toga e calças azuis claras, um cinto, protetores de joelho e sandálias de treino marrom escuro, alem de ataduras em seus antebraços. Quando jovem e ainda um aspirante, assim como seu irmão, ele tinha o cabelo muito mais curto.

Após se exilar na ilha Canon, os cabelos de Defteros cresceram consideravelmente a ponto de suas franjas cobrirem totalmente seu olhos. Nesta época ele usava apenas uma calça marrom escura com protetores de joelho e sandálias de treino da mesma cor bem como sua condição física crescera grandemente, alem de ter ataduras cobrindo parcialmente suas mãos, braços e antebraços.

HistóricoEditar

Vida no SantuárioEditar

Infância e treinamento para CavaleiroEditar

Aspros Protege a Deuteros.png

Aspros protege Deuteros

Durante seus anos de juventude, Defteros sofreu a rejeição do Santuário como aprendiz de cavaleiro devido ser considerado pela profecia das Pitias a estrela da catástrofe que nascera da Constelação de Gêmeos. Ele então fora forçado a usar uma máscara de ferro para ocultar sua existência do mundo exterior, mas mesmo assim, os superiores dos treinos e guardas constantemente o agrediam quase até a morte, já que o consideravam um ser maléfico e indigno. Entretanto, Defteros era sempre protegido por seu irmão mais velho, Aspros, aspirante legitimo da Armadura de Ouro de Gêmeos, que defendia seu irmão de todas as ofensas, considerando-o um igual e costumava assegurar a que ele não era uma sombra ou apenas o segundo.

Em um certo dia, após ter sido brutalmente agredido, Defteros fora deixado para morrer na área de treinamento. Conforme anoitecera e começara a chover, ele seria encontrado queimando de febre por seu irmão mais velho que, ignorando as leis do Santuário, decidiu então leva-lo para o médico. Enquanto o carregava, Defteros pediu para Aspros abandona-lo e seguir seu destino como o mais forte Cavaleiro, entretanto, o mesmo se nega e firma veementemente seu compromisso de zelar por seu irmão mais novo. Eles então seriam descobertos pelos guardas e para escapar, ambos acabam caindo de um barranco, onde Aspros usa seu corpo para proteger seu irmão do impacto e acaba ficando semi inconsciente. Defteros então resgataria seu irmão mais velho, o levando a um abrigo contra a chuva, caindo exausto ao seu lado logo em seguida. Já lá, com o passar da noite, o gêmeos mais novo jura a seu irmão que o apoiara para quebrar o destino que lhe foi preconizado para que assim pudesse protege-lo também e não dependesse mais de ninguém.

Conspiração de Yohma de MefistófelesEditar

Saint-seiya-the-lost-canvas-1167539.png

Yohma mostra Defteros treinando para Aspros

A partir de sua promessa, Defteros passaria a treinar intensamente fora do conhecimento de seu irmão todos os dias a fim de alcança-lo, indo ao ponto de desmaiar de exaustão dia após dia. Só que desconhecido para o mesmo, é que após um certo período de tempo empregando seu rígido treinamento, ele já conseguia se tornar uma imagem espelha de Aspros em questão de poder.

Fora em algum momento nesta época de treinamentos que ele seria espionado sem saber por Yohma, que revelaria a seu irmão mais velho que o seu desempenho já estava igualado, o que causaria a deterioração do relacionamento dentre eles, ao qual Aspros passaria a tratar Defteros de forma degradante, humilhante e difamadora em semelhança aos outros moradores do Santuário, sem saber que isso fora causado pelo fato da alma de seu irmão ter sido infectada pelas trevas por via do espectro de Hades.

A escolha da Armadura de GêmeosEditar

Defteros é escolhido pela Armadura de Gêmeos perante Aspros.png

Defteros traja a Armadura de Gêmeos

Eventualmente, Aspros sagrou-se Cavaleiro de Gêmeos. Fora a partir dessa época que ele começara a almejar em se tornar Grande Mestre a fim de corrigir o sistema onde ele e seu irmão cresceram para que todos seguissem seu próprio destino.

Contando então suas ideias para Defteros, onde afirma que caso seja eleito garantirá que ninguém seja tratado indevidamente por superstições ultrapassadas. Ele então se surpreende quando seu irmão diz que não se importa com que os demais achem dele, desde que ambos saibam que são iguais em poder e em seguida o assiste enquanto a armadura de Gêmeos o escolhe também.

A partir dai, presume-se que Defteros passaria a atuar como a sombra protetora de Defteros.

Acobertando AsprosEditar

Invasão a Star HillEditar

Anos após a conversa de ambos sobre os planos da futura ascensão de Aspros, em algum momento desconhecido depois, Defteros encontrou seu irmão com intenção de invadir Star Hill, o local reservado aos Grandes Mestres, com o objetivo de obter o máximo possível de vantagens para sua futura candidatura ao cargo perante os demais Cavaleiros de Ouro. Ele então fora veementemente contra a ideia e tentou dissuadi-lo de sua decisão. Desconhecido para Defteros é que Aspros realmente fora ao lugar e roubou todos seus segredos.

Assassinato das PitiasEditar
Defteros confronta Aspros sobre o assassinato das Pitias.png

Defteros confronta Aspros sobre o assassinato das Pitias

Ao seguir seu irmão ao templo das Pitias, ele se surpreendeu ao ver todas mortas aos pés de Aspros e o confrontou querendo saber os motivos daquela cena dantesca. Após ser repentinamente atacado por seu irmão e bloquear seu ataque, ao qual é elogiado pelo mesmo por seu poder, Aspros nega seu envolvimento. Incapaz de acreditar naquilo, Defteros pressiona seu irmão para que o mesmo lhe conte o que realmente fez, entretanto, após Aspros usar a promessa feita por ambos que se apoiariam e jamais iriam desconfiar de um do outro até todos no Santuário os reconhecessem, faz com que Defteros observe o quão mudado seu irmão se tornara e em seguida afirma que se realmente havia se tornado um fardo para ele, então ele abandonaria a promessa e desapareceria. Contudo, Aspros nega a proposta dele, afirmando que nenhum dos dois realmente mudara e o fins de suas ações eram pensando neles mesmos.

Quando estavam para sair do lugar, Aspros se livra dos corpos através da Outra Dimensão, surpreendendo seu irmão que novamente pergunta o por que de suas ações, fazendo com que o geminiano responda que elas já sabiam de seu destino final dado que faziam profecias absurdas a todos, deixando Defteros chocado com sua frieza.

Confronto contra Dégel e Ressurreição dos BerserkersEditar

Defteros vs Dégel.png

Defteros oprime Dégel

Passado alguns dias e de volta ao Santuário, enquanto Defteros treinava, ele reflete sobre quando fez sua jura de se tornar tão forte quanto seu irmão para apoia-lo e se indaga sobre suas desconfianças com a conduta atual de seu irmão. Indo então a Outra Dimensão, Defteros nota que seu poder finalmente alcançara seu irmão e ao mesmo tempo se questiona se seria suficiente enquanto se convence de que deve confiar na palavra de Aspros. Ele então é surpreendido quando a dimensão é invadida por Dégel de Aquário. Inicialmente surpreso, Defteros sai da dimensão e o ataca ferozmente, entretanto, ele é paralisado pelos cristais de gelo do Cavaleiro, que revela suas intenções de investigar o incidente sobre o desaparecimento das Pitias. Fingindo não saber de nada, Defteros se nega a cooperar e ao ver que Dégel desconfiava de Aspros, ele decide mata-lo para abafar suas suspeitas. Após um rápido combate onde consegue brevemente sobrepujar o Cavaleiro de Ouro, Defteros é novamente imobilizado por Dégel e falsamente assume que fora o responsável pela morte das Pitias. No entanto, para sua surpresa, o aquariano percebe que ele estava mentindo e o liberta a fim de que o Santuário decida o que fazer com o gêmeo. Querendo então saber suas razões para isso, Defteros fica sem palavras com o quão precisa era a intuição do Cavaleiro sobre sua existência.
Dégel e Defteros vs Kókalo.png

Dégel e Defteros confrontam Hema

Ambos então são surpreendidos quando a manifestação cósmica vinda da Arena dos Fantasmas gera uma cratera e são abordados pelos espíritos decapitados dos Berserkers de Ares, ficando aturdidos com o fato do Selo de Atena ter sido rompido e ao sentir um vestígio cósmico de seu irmão, Defteros percebe que aquilo era obra de Aspros. Eles então são brutalmente envolvidos por uma poderosa onda de chamas que envolve toda a arena, queimando o corpo de Defteros gravemente. Sentindo então a presença do líder do exercito Ephodos, Hema de Jamadhar, e ignorando as tentativas de Dégel de ajuda-lo, Defteros se levanta por conta própria e se choca ao ver o inimigo perante inúmeras cabeças decapitadas pairando sobre o guerreiro. Kókalo então lança sua investida sobre Defteros usando as cabeças decapitadas como meteoritos, entretanto, antes que possam atingi-lo, são congeladas pelo cosmo de Dégel. Alertado pelo mesmo sobre sua desvantagem gritante contra o berserker que era um dos Irmãos Calamidade, Defteros questiona o motivo do aquariano se preocupar por sua vida já que era suspeito de ter matado as Pitias, ficando por sua vez surpreso quando Dégel não acredita nisso e oferece uma aliança para sobreviverem.

Defteros oblitera Hema.png

Defteros oblitera Hema com seu poder

Formada a parceira, ambos são repentinamente atacados por Hema e embora Dégel ergue seu escudo de gelo para protege-los, as chamas emanadas pelo berserkers conseguem transpassa-lo facilmente. Quando então o inimigo iria atingi-lo, Defteros pula entre eles para proteger seu aliado, o que por sua vez derruba sua máscara e revela seu rosto e em seguida diz estar feliz pelo Cavaleiro confiar nele, pois agora vê que precisa se erguer da sombra de seu irmão, ao qual admite que não reconhece mais, e afirma que ambos acharam a resposta pela morte das Pitias ao vencerem aquela luta. Ao ouvir aquilo, o berserker zomba do argumento e tanto ele quanto Defteros conversam sobre a superioridade dos irmãos mais velhos bem como o passado do servo de Ares, o que faz o geminiano secundário notar o quanto eram semelhantes, todavia, o inimigo revela todo seu rancor contra o Santuário por terem decapitado seu irmão mais velho e passa a ataca-lo com suas chamas novamente. Só que para surpresa de Hema, Defteros utiliza sua Outra Dimensão e inutiliza a técnica do oponente ao mesmo tempo que segura sua arma, relembrando em seguida do que Hema lhe disse sobre os laços de irmãos e afirma que o que existe apenas naquele momento dentre eles era o que o destino impôs, sendo que em seguida, Defteros destrói a arma de Hema com seu punho e lança a técnica de assinatura máxima dos Cavaleiros de Gêmeos, obliterando o berserker completamente e o deixando gravemente ferido. Afirmando então que o próximo ataque seu mataria Hema, o mesmo não se intimida e parte novamente para a ofensiva, todavia, a luta é interrompida quando a cabeça de Kokalo de Buhj se manifesta e afirma que irá extermina-los.

Lava Predatória.png

Defteros é obliterado pela lava de Kókalo

Após observar Kókalo se restabelecer completamente e observa-lo atacando Hema e os demais berserkers que circundavam o lugar, Defteros fica furioso com o destrato que seu inimigo teve com seus próprios aliados e irmão, o que por sua vez o faz lembrar de Aspros de sua infância e o de agora, o fazendo ataca-lo de forma imprudente e assim cair em sua armadilha de lava. Todavia, Defteros consegue resistir ao calor infernal, surpreendendo Kókalo que o elogia por sua força e tenacidade, mas ainda afirma que o geminiano secundário não poderia sobreviver ao combate contra ele por mais resistente que fosse dado que não tinha uma armadura, sendo que em seguida, o berserker corta superficialmente o peito de Defteros
A Armadura de Gêmeos atende Defteros.png

A Armadura de Gêmeos decide ajudar Defteros

e lança sua técnica de lava sobre seu corpo, o que o faz desmaiar de dor pelas queimaduras gravíssimas. Conforme Kókalo expande sua técnica sobre toda a arena e dissipa quase todos os demais servos de Ares, Defteros é acudido por Dégel que só consegue afastar o frio deles devido seu poder, sendo que enquanto estava inconsciente, ele relembra de seu irmão o parabenizando por também se tornar um Cavaleiro de Gêmeos e ao despertar, tanto ele quanto Dégel se surpreendem quando a Armadura de Aquário começa a ressoar e conjura a Armadura de Gêmeos, ao qual veste o geminiano secundário que fica maravilhado pelo poder que emana para seu corpo bem como fato da armadura o considerar como seu merecedor.
Defteros destroi a Buhj de Kókalo.png

Defteros destrói a arma de Kókalo

Tirado então do devaneio por Kókalo que parte novamente para ofensiva, Defteros afirma que não irá perder e sentindo o real poder de um Cavaleiro de Ouro, também parte para o ataque, conseguindo assim quebrar a arma de seu agressor com apenas um soco. Vendo então seu inimigo caído no chão devastado pela derrota, Defteros declara a batalha encerrada, só que para sua surpresa, Kókalo novamente se ergue e passa a ataca-lo mais ferozmente do que antes, o que o faz perceber que seu inimigo acabará se suicidando a fim de leva-lo com ele. Quando o berserker gera uma onda de choque feita de fogo, o geminiano se esconde na Outra Dimensão para se proteger e só reaparece quando Kókalo esta prestes a decapitar Hema, o resgatando e o repreendendo por sua imprudência bem como informando que o berserker estava sendo manipulado e só voltaria ao normal se matasse alguém.

Defteros derrota Kókalo.png

Defteros derrota Kókalo

Entretanto, para sua surpresa, Hema fica indiferente com a revelação e afirma não se importa com em morrer pelas mãos de seu irmão mais velho já que vivia apenas para ele, o que faz Defteros critica-lo por sua imprudência ao mesmo tempo que se recorda novamente de sua relação com Aspros e depois ficar chocado ao ver Kókalo empalar seu punho no corpo de Hema e em seguida decapita-lo. Percebendo que o berserker havia voltado ao normal, o mesmo lhe informa que fora Aspros o orquestrador de tudo que acontecera ali, fazendo com que Defteros, indignado com os atos de seu irmão, jure que não só sairia de sua vida atual em uma sombra como também destruiria a escuridão de Aspros e o traria para luz, sendo que em seguida lança todo seu poder sobre Kókalo e o lugar, pulverizando tudo e assim consegue regressar ao Santuário com Dégel.

Ainda no lugar e observando os crânios de Hema e Kókalo, Defteros pede que Dégel entregue a Armadura de Gêmeos a Aspros e omitir o que aconteceu ali para o mesmo. Quando o aquariano retorna e pergunta se aquilo estava certo, Defteros lhe responde que apesar da armadura o ter escolhido também, ele deve encarar e enfrentar seu irmão por conta própria para que só assim possa reafirmar sua existência.

ShionEditar

Shion conhece Defteros.png

Defteros conhece Shion

Algum tempo após a derrota dos berserkers, Defteros acaba desmaiando de dor por causa de suas graves queimaduras. Ele então seria encontrado e cuidado por um muviano, só que quando o mesmo tenta tirar sua máscara, ele desperta e repele sua ajuda pensando que o jovem viu seu rosto e era alguém do Santuário. Após o jovem acalma-lo ao dizer que era apenas um visitante, ele se apresenta como o novo Cavaleiro de Áries e pergunta se Defteros seria também um Cavaleiro. O gêmeo então nega e conta sua condição como sombra, entretanto, ele fica surpreso ao descobrir que ariano, ao lhe desmentir, era também um reparador de Armadura. Após ouvir sobre o sonho do muviano de dar bom exemplo para os que virão no futuro assim como os antecessores dele, o jovem questiona se o geminiano secundário seguia o mesmo proposito, fazendo com que Defteros, ao lembrar de seu próprio sonho com Aspros, responda que também concorda com o sonho do jovem, pois acredita que aqueles que lutam por seus sonhos são radiantes.

Rebelião de AsprosEditar

Defteros vitima do Satã Imperial.png

Defteros cai no controle de Aspros

Logo após a reunião dos doze Cavaleiros de Ouro com o Grande Mestre Sage para eleição de seu sucessor que acaba com Sísifo de Sagitário sendo escolhido de acordo com os boatos que corriam pelo Santuário, Defteros fora tirar satisfações com Aspros a respeito de suas últimas ações ao ser convocado pelo mesmo em Star Hill. Ele então pede para seu irmão sair dali dado que só os lideres do Santuário podiam estar ali, ficando por sua vez chocado quando Aspros lhe revela, em sua demência por poder, que já fora ali antes e aprendera tudo de lá, incluindo o frasco com o sangue de Atena e seu secreto uso, fazendo com que Defteros, indignado com todas as atrocidades ditas, tire o frasco da mão dele e se questione se seu irmão havia enlouquecido. Só que antes que possa falar mais alguma coisa, Aspros lança o Satã Imperial para controlar sua mente, o lançando montanha abaixo, e em seguida ordena que mate Sage para que assim inicie seu plano teatral.
Sage bloqueia o ataque de Defteros.png

Defteros ataca Sage

Indo então ao Salão do Grande Mestre, Defteros ataca cegamente Sage, só que o mesmo consegue se defender de suas investidas facilmente. Isso faz com que Aspros surja e se ofereça para acabar com seu irmão gêmeo, implorando a Sage para retornar a seus aposentos e não contemplar o fratricídio. Aproveitando que o velho Mestre dá as costas, Aspros tenta usar essa brecha para mata-lo, contudo seu ataque falha com a intromissão de Asmita de Virgem. O mesmo então revela que o Grande Mestre já suspeitava do que se passava na mente do Cavaleiro de Gêmeos primario, mas não agira até ter certeza de que estava certo. Mesmo elogiando a sagacidade do Mestre ao escolher um defensor improvável, Aspros afirma que ele e Defteros, tendo a mesma força, eram os guerreiros mais poderosos e "aqueles capazes de destruir galáxias". Sage não se intimida e Asmita declara o combate iniciado.
Asmita y deuteros el mundo de tu corazon by ladyheinstein-d6hckeb.png

Defteros tem sua mente examinada por Asmita

Quando o Cavaleiro de Virgem tenta atacar Aspros, o mesmo ordena que Defteros o enfrente enquanto cuida do Grande Mestre. Durante a batalha, Asmita percebe que o gêmeo menor estava sendo manipulado e utiliza sua técnica mental, Abolição de Duvidas, entrando em sua mente torturada e vendo assim sua verdadeira personalidade, conseguindo dissipar todas as dúvidas que Defteros tinha e o libertar parcialmente do controle que seu irmão tinha sobre ele. Asmita também lhe revela que, de certa forma, Defteros era responsável pela traição de seu irmão e que só ele poderia fazer a real diferença entre eles. Retornando então para o Salão do Grande Mestre, Defteros encontra Aspros segurando a garganta do derrotado Sage, que ao vê-lo, ordena para que mate o Mestre para ele.
Aspros é mortalmente ferido por Defteros.png

Defteros fere mortalmente Aspros

Aproveitando a brecha do irmão, com todo pesar e fúria pelas barbaridades que fora forçado cometer, Defteros cerra seu punho e transpassa o peito de Aspros com seu punho, o ferindo mortalmente e assim se libertando completamente do Satã Imperial. Antes de seu irmão morrer, tanto ele quanto o gêmeo menor descobrem que o Grande Mestre realmente havia realmente escolhido o Cavaleiro de Gêmeos como seu sucessor e os boatos sobre a escolha de Sísifo eram faltos, sendo tudo aquilo um teste para saber a real índole de Aspros. No entanto, para o choque todos os presentes, o geminiano derrotado afirma que voltaria para buscar o que lhe pertencia, mesmo depois de morto e para garantir que não sentiria qualquer tipo de arrependimento, ele lançou sobre si mesmo o Satã Imperial e em seguida morreu. Ao carregar o corpo de seu irmão e ser questionado por Sage para onde iria após enterra-lo, Defteros decide que se retiraria para Ilha Canon a fim de ficar mais forte até que a verdadeira batalha começasse e então o Grande Mestre pede que leve a armadura de Gêmeos com ele.

Reunião com SísifoEditar

Defteros Sisifo tumulo Aspros.png

Defteros e Sísifo no túmulo de Aspros

Algum tempo depois, ao visitar o túmulo de Aspros, Defteros, agora Cavaleiro de Gêmeos, olha com pesar a lápide até que, ao perceber a presença de mais alguém ali, lança um ataque, mas é bloqueado por nada mais que Sísifo de Sagitário, ao qual fica impressionado por seu poder ser idêntico ao de Aspros.

Ao reconhece-lo, ele o questiona com raiva o motivo do sagitariano não querer ser o próximo Grande Mestre, ficando abatido quando o mesmo explica sua recusa devido o futuro negro que o aguardava bem como também estar empenhado com o dever em garantir a proteção da próxima geração, mas mesmo ouvindo isso, Defteros continua sem entender a recusa do Cavaleiro e se conforma que talvez nunca irá entender.

ExílioEditar

Defteros Demonio da Ilha Canon.png

O Demônio da Ilha Canon

Ao se estabelecer na Ilha Canon e superar seus limites, Defteros se afastou permanentemente do Santuário e se isolou em uma caverna no vulcão da Ilha Canon, se recusando a manter qualquer forma de contato com os Cavaleiros mesmo quando a Guerra Santa contra Hades eclodiu. Posteriormente, ele passaria a viver de aceitar o desafio dos Cavaleiros que invadiam sua ilha a fim de se tornarem mais fortes, eliminando os derrotados.

Neste período, ele acabou ficando conhecido como o Demônio da Ilha Canon (双子座の二番目, Kanon-jima no Oni) devido seu poder aterrador perante aqueles que escaparam a ilha. Em uma determinada ocasião em que dois Cavaleiros escaparam de serem mortos por Defteros, o Cavaleiro de Perseu não conseguia aceitar o fato de estar no chão ao pé do demônio. Zombando então da fraqueza dos outros e com sua fúria aumentada pela audácia, Defteros derrotou totalmente o Cavaleiro de Prata e, ao pegar o Escudo da Medusa, o colocou entre os dentes e o quebrou com uma única mordida. O geminiano também aprendeu sobre a morte de sue colega Asmita neste período.

Guerra Santa contra HadesEditar

Treinamento para TenmaEditar

D32ab42c333e07c5a77e24bd5a25df8f.png

Defteros testando Tenma

Quando Tenma de Pégaso, seguindo o conselho de Dégel e os rumores dos sobreviventes, vai para Ilha Canon em busca de encontra-lo e ao achar sua caverna, após clamar corajosamente para que o demônio aparecesse para aceitá-lo como seu discípulo, Defteros então se manifesta e ameaça Tenma para que o deixasse em paz ou o devoraria. Quando o jovem implora para que reconsiderasse, Defteros decide testar Tenma para provar sua determinação, acrescentando que, caso contrário iria matá-lo. Em seu primeiro teste, ele desafia Tenma a pular e depois escalar um imenso penhasco, se surpreendendo quando o mesmo consegue, já que imaginava que ele estava morto. Em seguida, Defteros então confisca a Armadura de Pégaso e impõe mais outra prova de resistência, ao qual novamente o jovem consegue passar. Como teste final, o geminiano ordena que Tenma use seu cosmo para parar a iminente erupção do vulcão e salvar os moradores da ilha, dando-lhe três dias para conseguir.
Asmista se manifesta para Defteros.png

Defteros conversa com o espirito de Asmita

Observando diligentemente que o jovem Cavaleiro finalmente consegue alcançar, mesmo que brevemente, o Sétimo Sentido e influenciar seu cosmo para impedir a erupção e logo em seguida desmaiar de exaustão, Defteros o apara, admirado por sua tenacidade.

Afastando-se do vulcão, Defteros vai para a beira do oceano e coloca Tenma, que dorme profundamente, no chão ao lado seu armadura. Enquanto também descansa e ainda esta surpreso sobre o fato do jovem ter parado a erupção, Defteros sente a manifestação da alma de Asmita de Virgem através da Armadura de Pégaso. O virginiano então pede ao amigo que participe da guerra devido seu poder dado que como estava morto, havia pouca coisa que poderia fazer enquanto tenta dominar o Oitavo Sentido, entretanto, Defteros não dá uma resposta. Ambos então conversam sobre o progresso de Tenma, concordando que ele tinha um longo caminho a precorrer. Pouco depois, Defteros parte dizendo a seu pupilo inconsciente para cuidar bem da armadura, possivelmente por respeito a Asmita, cujo sangue a havia restaurado.

Portal do Lost Canvas e retorno como Cavaleiro de GêmeosEditar

Defteros volta a trajar a armadura de Gêmeos.png

Defteros volta a trajar a Armadura de Gêmeos

Quando Sísifo de Sagitário morre em decorrência dos acontecimentos em Lost Canvas, Defteros é visto na Ilha Canon em meio a uma chuva de plumas e ao segurar uma sentindo a morte do Cavaleiro de Ouro, ele nota como o sagitariano fora estúpido de viver pelos fracos, mas ainda assim o parabeniza por morrer fazendo o que queria. Tempos depois, ele acaba encontrando Dohko de Libra em outra parte da ilha em estado grave e inconsciente, só que ao se aproximar, as armas de Libra avançam contra ele, no entanto, ele as bloqueia facilmente com seus dedos.

Posteriormente, Defteros cura Dohko da ferida causada pela Espada de Hades usando o Sangue de Atena. Ele então pede a Dohko que levasse o frasco do mesmo sangue à Estátua de Atena, no Santuário, e lhe revela sua verdadeira identidade como o Cavaleiro de Gêmeos, revelando também a Dohko que este teve sua vida salva por Kagaho de Benu, que o trouxe à Ilha Canon. Ao ser questionado do por que não ter dito esse segredo ou feito nada após a morte do Grande Mestre e seu substituto, Defteros responde que apenas esperava o tempo certo.

Defteros resgata Kagaho.png

Defteros resgata Kagaho

Após a partida do Cavaleiro de Libra, o geminiano é visto usando mais uma vez sua Armadura de Ouro e vigiando os passo de Dohko.

Durante o rescaldo da batalha entre Kagaho e Dohko que se dá no Santuário pelo frasco com o sangue de Atena, Defteros surpreende o espectro salvando o libriano por meio da abertura de uma dimensão alternativa. Ele então diz ao espectro para transmitir a Hades que ele está chegando ao Lost Canvas e que a derrota do deus está próxima. Mais tarde, sentindo a chegada de um ser de enorme poder, ele remove o segredo da Armadura de Atena da memória de Dohko antes de despachá-lo, junto com o artefato, ao Lost Canvas.

Reencontro e confronto final contra AsprosEditar

Aspros y deuteros manga color by dayz26.png

O reencontro dos irmãos

Permanecendo no vácuo da Outra Dimensão, Defteros é desafiado por seu irmão Aspros, que foi revivido por Hades em troca de sua lealdade e do segredo de Armadura de Atena. Defteros notou que o irmão vestia "uma imitação dos trajes do Grande Mestre", fazendo com que Aspros o provoque dizendo que também era sua imitação. Os gêmeos então caíram no templo guardado por Aspros, que Defteros notou ser extremamente semelhante à Casa de Gêmeos no Santuário. Ao se perguntar se o que o irmão pretendia era atormentá-lo com o passado, Defteros viu a máscara que era forçado a usar quando jovem e lembrou-se de como as coisas costumavam ser entre eles; Aspros, usando a sapuris de Gêmeos, anuncia que estava prestes a provar que detinha o verdadeiro poder da constelação de Gêmeos através de sua técnica máxima, Explosão Galática. Para surpresa do irmão mais velho, Defteros consegue deter o impacto da técnica, mesmo se ferindo no processo; o irmão mais novo então afirma que seus tempos como sombra haviam acabado e ele mataria Aspros tantas vezes quanto o mais velho fosse corrompido pelo mal.

Irritado pela arrogância de seu irmão, Aspros o ataca com o Satã Imperial, o provocando em seguida ao dizer a Defteros que, ao contrário de dois anos atrás, o Cavaleiro de Virgem e o Grande Mestre não estavam ali para salvá-lo. Como primeira ordem, Aspros sugeriu que o irmão trouxesse a cabeça de Atena imediatamente, mas logo em seguida surpreendeu-se com a presença de lava inundando o templo. Defteros então confirma que ele criara a lava, afirmando que jamais se tornaria novamente um fantoche de Aspros porque tinha seu próprio poder e sua própria existência, uma determinação tão poderosa que foi capaz de sobrepujar seu controle. Para demonstrar "a força da estrela caótica", o poder de sua existência, Defteros o ataca com uma imensa erupção vulcânica digna da Ilha Canon. Só que apesar do impacto do golpe, Aspros afirma que era insuficiente; como fora capaz de evitá-lo facilmente e contra-ataca com sua técnica máxima, dessa vez conseguindo atingir Defteros em cheio e destruindo grande parte do templo.

Aspros vs Defteros final.png

O choque entre as duas Explosões Galáticas de Gêmeos

Aspros então pergunta por que Defteros desperdiçou a grande chance que tinha de atacá-lo, uma vez que não usou o golpe mais poderoso dos gêmeos. Só então o geminiano secundário acabou deixando transparecer que ainda guardava bons sentimentos e lembranças agradáveis do Aspros gentil que costumava conhecer; ainda indiferente, o espectro de Gêmeos diz que será através do mal que ele alcançará todos os seus objetivos, sobrepujando o Grande Mestre e conseguir anexar até mesmo o Mundo dos Mortos a seus domínios. Vendo finalmente que seu irmão aceitou que ele se tornara do mal e se posiciona para mata-lo com a técnica suprema de gêmeos, Aspros ri afirmando que não se permitiria morrer pelas mãos do mais jovem outra vez e que desta vez seria Defteros a morrer pelo bem de seus objetivos. Ambos então se atacam no mesmo momento, criando uma gigantesca massa de energia destrutiva sendo sentida em todo o Céu que devasta todo o templo de Marte. Durante a execução e resplandecência das técnicas, Aspros ruge que a guerra não poderia continuar até que um deles morresse.
Defteros liberta Aspros.png

Defteros liberta Aspros do mal

Após a resplandecia das técnicas que destroem totalmente o templo, Defteros tem seu corpo lentamente vaporizado enquanto é observado por Aspros, que ainda de pé e sagrando-se com vencedor, comenta que o derrotado era realmente seu segundo. Defteros, enfraquecido e sem forças, apenas lamentou-se por só agora os dois irmãos que se forçaram a viver como luz e sombra poderem se ver cara a cara e conversar como faziam nos tempos de juventude. Em seguida, afirma sorrindo que Aspros estava errado: o golpe mais forte foi o do irmão mais jovem, que faleceu enquanto o cabelo e os olhos do mais velho voltavam ao original, sinalizando o fim do efeito do Satã Imperial que ele lançara sobre si próprio ao morrer no Santuário. O ato de Defteros foi ceder sua própria vida ao primário, de modo que sua alma se tornou parte do irmão mais velho e o libertou do mal definitivamente.

LegadoEditar

Gêmeos protege Aspros.png

A armadura de Gêmeos protege Aspros

Defteros deixaria fortes morais e ensinamentos em Tenma de Pégaso, que os utilizou para fortalecer sua própria causa em salvar Alone de seu destino como hospedeiro de Hades.

Seu sacrifício de voluntariosamente dar sua vida para libertar seu irmão do mal também seria o principal fator que garantira a Aspros a descoberta da verdade sobre as ações de Yohma (Kairos) em sua relação antagônica com Defteros, o que o faria ter como sua última meta utilizar a nova vida que obteve para não só matar Yohma/Kairos, como também impedir seus planos em relação com a Guerra Santa.

Durante a luta contra o Deus Primordial do Tempo, a Armadura de Gêmeos defendeu Aspros do ataque de Kairos em respeito ao sacrifício da vida de Defteros. Após a morte de Aspros, sua sapuris se reúne com a armadura de seu irmão, ficando lado a lado, simbolizando a luz e trevas dos nascidos sob gêmeos.

Habilidades de LutaEditar

Defteros vs Aspros.png

Defteros em batalha contra Aspros

Defteros era originalmente muito inábil e incapaz de se defender. No entanto, ao longo dos anos, através de seu trabalho duro extenuante e constante dedicação, ele conseguiu despertar seu próprio poder, que fora capaz de ultrapassar seu irmão mais velho, Aspros, ainda na infância. Ao alcançar a maior idade, Defteros se tornou detentor de um dos maiores poderes destrutivos do universo The Lost Canvas no Santuário mesmo sem vestir uma armadura, podendo enfrentar até mesmo alguns dos Cavaleiros de Ouro mais poderosos de sua geração e inimigos do mesmo nível sem perder a compostura. Ainda que ele próprio afirme que era inferior a seu irmão em seu auge, Dohko de Libra afirmou que Defteros seria capaz de matar Aspros durante a sua batalha final se quisesse.

CapacidadeEditar

  • LC-Defteros.png

    Defteros manipulando a lava com seu cosmo

    Utilização do Cosmo: Sendo Cavaleiro de Atena, Defteros utiliza o cosmo como sua fonte de energia e por ser da patente de Ouro, ele tem um controle ainda mais refinado que os demais mesmo antes de trajar a Armadura de Gêmeos. Seu cosmo em particular era poderoso o suficiente para conseguir manipular a lava e ser capaz impedir a erupção do vulcão da Ilha Canon. Da mesma forma que seu irmão, Defteros também detinha o cosmo intenso como uma Super-Nova cujo poderia ser usado para libertar a alma de Aspros do poder de Hades e sustentar sua nova vida.
  • Domínio do Sétimo Sentido: Por ser Cavaleiro de Ouro, Aspros detinha o completo controle sobre o Sétimo Sentido, podendo desferir golpes na velocidade da luz e permanecer consciente mesmo se por acaso vier a perder os outros seis sentidos.
  • Defteros bloqueia as armas de Libra com os dedos.png

    Defteros bloqueia as armas de Libra com os dedos

    Aptidão física: Defteros demonstrou uma durabilidade e resistência em combate em níveis desumanos como somente as técnicas mais poderosas de seus adversários eram capazes de sobrecarrega-lo enquanto estava sem uma armadura. Mesmo tendo todo seu corpo queimado ou ser atirado do topo de Star Hill, ele mostrou apenas dor e esgotamento momentâneo. Na verdade, Defteros era capaz de bloquear os golpes e ataques de armas de seus inimigos com apenas uma mão e ainda rebate-los apenas com sua força física. Referente a isso, ele era capaz de rasgar a terra facilmente e até perfurar o coração de Aspros enquanto trajava a armadura de Gêmeos. Após sua estadia na Ilha Canon, Defteros poderia quebrar o Escudo da Medusa com seus dentes, bloquear com os dedos os ataques das armas de Libra e até expor seu corpo a lava sem sofrer queimaduras.
  • Inteligência: Defteros mostrou ter um intelecto impar como de seu irmão, mas não no mesmo nível, detendo o conhecimento de histórias, seres, itens e artefatos mitológicos. Em batalha, ele era capaz de entender as técnicas de seus inimigos e estudar qual melhor ataque surtirá efeito contra seu oponente.
  • Estilo de Luta: Defteros utiliza investidas físicas poderosas e rápidas por se mover na velocidade da luz, além de possuir maestria na manipulação do Cosmo, podendo também lançar rajadas de energia, criar distorções temporais e abrir portais para Outra Dimensão. De acordo com os demais Cavaleiros de Ouro, seu poder era capaz de destruir galáxias e até mesmo o impacto de suas técnicas poderiam gerar abalos sísmicos que podiam ser sentindo a centenas de quilômetros.
  • Lostcanvas11.png

    Defteros apaga as memórias de Dohko

    Controle Neural: Embora não possua a mesma aptidão de seu irmão, Defteros era capaz de apagar a lembrança que quisesse da memória das pessoas, sem nenhum problema aparente. Mesmo sem nunca ter ouvido falar do Satã Imperial, ele ainda poderia compreender seus efeitos e como combate-los, além de resistir seu uso ao ser ajudado por Asmita. Até a altura de seu embate final contra seu irmão ressuscitado, Defteros seria capaz de resistir totalmente ao controle de Aspros.
  • Controle do Espaço-Tempo:Tal qual manda a tradição dentre os Cavaleiros de Gêmeos, Defteros era capaz de manipular o espaço-tempo e em seu caso, ele era um perito neste campo, embora não no mesmo nível de Aspros. Usando seu cosmo, Defteros poderia rasgar o espaço-tempo a onde ele queria e expandi-lo ao tamanho que desejasse. Ele também poderia criar uma abertura para uma dimensão especifica como um universo dimensional onde pode observar as pessoas. Não obstante, Defteros também é capaz de viajar grandes distâncias rapidamente através de suas fendas dimensionais, sendo que quando fazia isso, as assinaturas de sua cosmo energia desapareciam por completo.

Outras HabilidadesEditar

Defteros reanima Dohko com o sangue de Atena.png

Defteros reanima Dohko

Por ter tido acesso aos conhecimentos secretos dos Grandes Mestres em Star Hill por intermédio de Aspros, Defteros também possui o conhecimento sobre técnicas de selamento e o funcionamento do Selo de Atena, bem como também anula-lo completamente e de quem poderia destruí-lo através da força quando deduziu que Aspros havia removido o selo da Arena dos Fantasmas.

Defteros também tinha acesso aos poderes e o segredo do uso do sangue de Atena, podendo até usá-lo como um método para reanimar ou curar pessoas em estado moribundo tal como fez com Dohko de Libra, tendo sido capaz de curá-lo da ferida feita pela Espada de Hades.

Através de métodos desconhecidos, ele conseguiu evitar ser petrificado pelo Escudo da Medusa. Ele também mostrou ser um sensor competente, tendo sido capaz de detectar o cosmo de Aspros independente da quantidade.

Técnicas SecretasEditar

Explosão Galatica defteros.png Explosão Galática
(ギャラクシアン・エクスプロージョン, Gyarakushian Ekusupurōjon, do inglês "Galaxian Explosion")
Técnica suprema dos Cavaleiros de Gêmeos, cujo poder dizem ser "capaz de destruir as estrelas da galáxia". O golpe utiliza uma grande quantidade de cosmo para criar uma explosão devastadora, o nome tendo surgido como um símbolo do impacto avassalador causado pelo ataque. Queimando sua cosmo-energia intensamente, Defteros lança no alvo uma poderosa onda de choque explosiva, que assume a forma de diversos planetas. Quando a onda está prestes a explodir, os planetas se chocam violentamente, gerando uma força suficientemente forte para igualar-se ao interior de uma supernova, de forma que, se o impacto inicial acertar o alvo, irá pulverizá-lo por completo e esmo se a técnica for evadida ou contida, as ondas de energia ainda podem ser letais e capazes de atordoar o adversário. De acordo com Dohko, a versão e domínio de Defteros é ainda mais poderosa que a de Aspros.
Outra Dimensão Defteros.png Outra Dimensão
(アナザー・ディメンション, Anazaa Dimenshon, do inglês "Another Dimension")
Conforme, ambos os braços do Cavaleiro de Gêmeos erguem-se em direção ao adversário, Defteros concentra o seu cosmo em seguida ele cria um poderoso relâmpago, esse relâmpago rasga o espaço temporal, criando uma espécie de buraco negro espacial. O oponente é lançado para esse buraco, em seguida ele vai parar em uma outra dimensão para sempre, como se fosse uma nave espacial fora de órbita. Como dito, a Outra dimensão é um portal para um contínuo espaço tempo, sem entrada e nem saída, que não é afetado pelas regras universais e portanto, nem mesmo o tempo pode influencia-lo.
Defteros Mauros Eruption Crust.png Erupção Negra
(マブロスエラプションクラスト, Maburosu Erapushon Kurasuto, do inglês "Mavros Eruption Crust")
A técnica convoca magma e lava das profundezas da terra e faz com que inundem os arredores de Defteros, que pode manipulá-las usando sua habilidade com a cosmo energia a fim de criar uma imensa explosão idêntica ao vulcão da Ilha Canon.

FrasesEditar

Posso ser uma sombra, mas não dependerei de ninguém! Apenas irei te apoiar como uma sombra! E você poderá seguir em frente sem se preocupar.

Defteros para Aspros.

Se eu sou um fardo para você, se livre de mim. Se, com isso, você voltará a ser o que era antes, eu ficarei mais feliz do que com esse sonho. Eu irei viver sozinho.

Defteros para Aspros.

Ei... Dégel... Te agradeço por confiar e querer lutar ao lado de alguém que viveu oculto a vida toda. O meu irmão era tudo para mim... Meu estilo de vida não me permitia entrar em contato com outras pessoas até agora. Para ser honesto, nem eu entendo o meu irmão. Eu não tenho nada a falar sobre a morte das Pitonisas, mas... É na sombra desta batalha que nós acharemos a resposta! Eu devo me encarregar desse sujeito! E poderei discernir, saindo do mundo do meu irmão!

Defteros para Dégel.

Não tenho uma armadura, mas não quer dizer que sou fracote.

Defteros para Kókalo.

Aspros, tudo isso porque... Há uma grande escuridão em seu coração... Você é aquele que necessita de luz... Eu ire devorar essa luz!!!

— '

Sinto muito... Mas esse jogo não é para o seu nível.

Defteros para Kagaho de Benu.

Não inventamos nada de novo, não temos sequer aprender a amar, estamos perdidos ... Como em um sonho. O amor deve ser um milagre em que sonhamos cada um a felicidade do outro. Por isso, nunca acho que o amor pertence a você, porque naquele momento irá desaparecer... Como um sonho, porque o amor é um sonho dos sonhos.

— '

CuriosidadesEditar

  • Tal qual alguns dos personagens de TLC criados por Shiori Teshirogi, a cor dos cabelos de Defteros variam ao longo de seus desenhos. Em aparições colorizadas e capa dos volumes são azuis, mas no material suplementar promocional são brancos.
  • Defteros possui algumas semelhanças dentre os demais Cavaleiros de Gêmeos:
    • Ele e Integra possui muitas similaridades, já que tinham um relacionamento conturbado com seus irmãos e foram responsáveis por destruírem as personalidades malignas deles, bem como também não traíram o Santuário ou Atena.
    • Segundo geminiano a ter um cosmo que emana a sensação de integridade e justiça, sendo o primeiro Kain.
  • O sacrifício de Defteros e a união de sua alma com a de Aspros alude o mesmo que Kanon fez após sua morte com Saga.

Referências Bibliográficas e Notas Editar

  1. Shiori Teshirogi revelou esta informação em TLC - Volume # 22
Patentes conhecidas
Antecedido por
Aspros
Cavaleiro de Gêmeos Sucedido por
Aspros*
Cavaleiros de Ouro
Cavaleiros de Ouro
(Era Mitológica ou desconhecida)
Avenir de ÁriesLancelot de CâncerAsclépio de OfiúcoIonia de Capricórnio
Cavaleiros de Ouro
(Século XVI)
Gateguard de ÁriesAvenir de ÁriesFrancisca de TouroSage de CâncerItia de LibraAeras de SagitárioKrest de Áquario
Cavaleiros de Ouro
(Século XVIII)

Shion de Áries(TLC)Ox de TouroHasgard de TouroTeneo de TouroKain e Abel de GêmeosAspros de GêmeosDefteros de GêmeosDeathtoll de CâncerManigoldo de CâncerKaiser de LeãoIlías de LeãoRegulus de LeãoShijima de VirgemAsmita de VirgemDohko de Libra(TLC)Zaphiri de EscorpiãoKardia de EscorpiãoOdisseu de OfiúcoSísifos de SagitárioIzo de CapricórnioEl Cid de CapricórnioMystoria de AquárioDégel de AquárioCardinale de PeixesRugonis de PeixesAlbafica de Peixes

Cavaleiros de Ouro
(Século XX)

Mu de Áries(G|LoS|Sho)Aldebaran de Touro(G|LoS|Sho)Saga de Gêmeos(G|LoS|Sho)Kanon de GêmeosDeathmask de Câncer(G|LoS|Sho)Aiolia de Leão(G|LoS|Sho)Shaka de Virgem(G|LoS|Sho)Dohko de Libra(G)Milo de Escorpião(G|LoS|Sho)Shaina de OfiúcoAiolos de Sagitário(G|LoS|Sho)Shura de Capricórnio(G|LoS)Camus de Aquário(G|LoS)Afrodite de Peixes(G|LoS|Sho)

Cavaleiros de Ouro
(Século XXI)

Kiki de Áries(Assasin)Harbinger de TouroParadox de GêmeosIntegra de GêmeosSchiller de CâncerLancelot de CâncerAiolia de LeãoMicenas de LeãoShun de VirgemFudou de VirgemShiryu de Libra(Assasin)Genbu de LibraSonia de EscorpiãoSeiya de SagitárioShura de CapricórnioIonia de CapricórnioHyoga de AquárioTokisada de AquárioAmor de Peixes

Cavaleiros de Atena
Deuses

AtenaNikéFudo-Myo*Aria* (pseudo-deus líder)

Seres
não-humanos

Partita*

Grandes Mestres

Itia*Grandre Mestre (ND)Sage*Hakurei*ShionAres*Saga de Gêmeos(G|LoS)*Cavaleiro das Sombras*Nicol*Mestre Ancião*Harbinger*

Cavaleiros de Ouro
(Era Mitológica ou desconhecida)
Avenir de ÁriesLancelot de CâncerAsclépio de OfiúcoIonia de Capricórnio
Cavaleiros de Ouro
(Século XVI)

Gateguard de ÁriesAvenir de ÁriesFrancisca de TouroCavaleiro de GêmeosSage de CâncerCavaleiro de LeãoItia de LibraAeras de SagitárioCavaleiro de EscorpiãoKrest de AquárioCavaleiro de Peixes

Cavaleiros de Ouro
(Século XVIII)

Shion de Áries(TLC)Ox de TouroHasgard de TouroTeneo de TouroKain e Abel de GêmeosAspros de GêmeosDefteros de GêmeosDeathtoll de CâncerManigoldo de CâncerKaiser de LeãoIlías de LeãoRegulus de LeãoShijima de VirgemAsmita de VirgemDohko de Libra(TLC)Kardia de EscorpiãoOdisseu de OfiúcoSísifos de SagitárioIzo de CapricórnioEl Cid de CapricórnioMystoria de AquárioDégel de AquárioCardinale de PeixesRugonis de PeixesAlbafica de Peixes

Cavaleiros de Ouro
(Século XX)

Mu de Áries(EpG|LdS|SS|SoG)Aldebaran de Touro(G|LoS)Saga de Gêmeos(G|LoS|Sho)Kanon de GêmeosDeathmask de Câncer(G|LoS)Aiolia de Leão(G|LoS)Shaka de Virgem(G|LoS)Dohko de Libra(G)Milo de Escorpião(G|LoS|Sho)Shaina de OfiúcoAiolos de Sagitário(G|LoS)Shura de Capricórnio(G|LoS)Camus de Aquário(G|LoS)Afrodite de Peixes(EpG|EpGA|LdS|SS|SoG)

Cavaleiros de Ouro
(Século XXI)

Kiki de Áries(Assasin)Harbinger de TouroParadox de GêmeosIntegra de GêmeosSchiller de CâncerLancelot de CâncerMicenas de LeãoShun de VirgemFudou de VirgemShiryu de Libra(Assasin)Genbu de LibraSonia de EscorpiãoSeiya de SagitárioShura de CapricórnioIonia de CapricórnioHyoga de AquárioTokisada de AquárioAmor de Peixes

Cavaleiros de Prata
(Séculos anteriores a XVIII)

Hakurei de AltarRigel de ÓrionOutros

Cavaleiros de Prata
(Século XVIII)

Suikyo de TaçaYuzuriha de GrouHakurei de AltarLacaille de PopaTsubaki de VelaCavaleiro de CérberoCavaleiro de CorvoCavaleiro de FlechaCavaleiro de BaleiaCavaleiro de PerseuOutros

Cavaleiros de Prata
(Século XX)

Shaina de Ofiúco(G)Marin de Águia(G|Sho)Nicol de AltarAresMoses de BaleiaAsterion de Cães de CaçaSirius de Cão MaiorDaidalos de CefeuAlbiore de CefeuDante de CérberoCapella de CocheiroJamian de CorvoPtolemy de FlechaAlgethi de HérculesMisty de LagartoOrphée de LiraDio de MoscaAlgol de PerseuShiva de PavãoMayura de PavãoNoesis de TriânguloBabel de CentauroÁgora de LótusAracne de TarântulaGeorg de Cruzeiro do SulJuan de EscudoCavaleiros de Prata de Legend of Sanctuary

Cavaleiros de Prata
(Século XXI)

Shaina de CobraMenkar de BaleiaMiguel de Cães de CaçaDorie de CérberoAlmaaz de CocheiroJohann de CorvoSham de FlechaFly de MoscaMirfak de PerseuPavlin de PavãoKazuma de Cruzeiro do SulEnnead de EscudoBayer de BoieiroMichelangelo de CinzelBartschius de GirafaIchi de Hidra Macho*Tokisada de RelógioBalazo de RetículoOutros

Cavaleiros de Bronze
(Séculos anteriores a XVIII)

Cavaleiros não nomeados

Cavaleiros de Bronze
(Século XVIII)

Tenma de Pégaso(TLC)Yato de UnicórnioRusk de BússolaJunkers de LoboBleriot de Leão MenorCurtis de HidraDouglas de Urso

Cavaleiros de Bronze
(Século XX)

Seiya de Pégaso(LoS)Shiryu de Dragão(LoS)Shun de Andrômeda(LoS)Hyoga de Cisne(LoS)Ikki de Fênix(LoS)Jabu de UnicórnioNachi de LoboGeki de UrsoIchi de HidraBan de Leão MenorYuri de SextanteMii de GolfinhoKyoko de Cavalo MenorShoko de Cavalo MenorXiaoling de Ursa MenorKatya de Coroa BorealErda de CassiopéiaRetsu de LinceOutros

Cavaleiros de Bronze
(Século XXI)

Kouga de PégasoRyuho de DragãoSoma de Leão MenorYuna de ÁguiaYoshitomi de LoboHaruto de LoboEden de ÓrionShun de AndrômedaHyoga de CisneIkki de FênixIchi de Hidra Kitalpha de Cavalo MenorCeleris de Cavalo MenorSubaru de Cavalo MenorSpear de Peixe-espadaHooke de CompassoGuney de GolfinhoDali de Coroa BorealParadise de Ave-do-paraísoArgo de Peixe-voadorArné de LebreKomachi de GrouRudolph de RenaGray de PombaLuciano de EsquadroMirapolos de Lince

Saintias

Shoko de Cavalo MenorKyoko de Cavalo MenorMii de GolfinhoXiaoling de Ursa MenorKatya de Coroa BorealErda de Cassiopéia

Guerreiros Azuis
(Século XX

Alexer (líder) • Piotr (líder) • Seguidores de Alexer

Guerreiros Azuis
(Século XVIII)

Garcia (líder) • Unity (líder)

Cavaleiros Negros
(Século XVIII)

Avido de Altar NegroAllegre de Baleia NegraLemargos de Hércules NegroYudo de Cães de Caça NegroRusé de Corvo Negro

Cavaleiros Negros
(Século XX)

Kenuma de Pégaso NegroShinadekuro de Dragão NegroFukuryu de Dragão NegroJido de Cisne NegroRitahoa de Fênix NegroAndrômeda NegroÁguia NegraOfiúco NegraLagarto NegroÁries NegroLobo NegroDesconhecidoOutros

Outros Cavaleiros
(Séculos anteriores a XX)

Maya de FlechaJaga de ÓrionOrfeu de LiraKhristós de Cruzeiro do SulYan de Escudo

Outros Cavaleiros
(Século XX)

Mei de Cabeleira de BereniceBerenice de Cabeleira de BereniceJao de LinceAtlas de QuilhaDocratesCavaleiro de FogoCavaleiro de CristalSpartanSpicaLedaGeistCavaleiro das SombrasMedusaGolfinhoSerpente MarinhaJao de LinceGeorgesDesconhecido

Comandantes
(Século XX)

GigasFaetonte

Instrutores Especiais
(Séculos XX e XXI)

MitoDiretor IoniaVice-diretorGekiGeorges

Carcereiros
(Séculos XVIII e XX)

GiocaGuiltyJangoIkki

Cavaleiros de Aço
(Século XX)

Sho do CéuUshio do MarDaichi da Terra

Cavaleiros de Aço
(Século XXI)

Sho do CéuUshio do MarDaichi da TerraBanNachiSubaruErunaEmmaKerryJabuGeki

Soldados, aprendizes e subordinados
(Século XVIII)

CelinthaSaroTeneoAtlaMineFelserPakia

Soldados, aprendizes e subordinados
(Século XX)

CassiosMeiKiki de AppendixJakiOhkoShinatoMiraiMitoTokiDesconhecidoGalarian SteinerLithos Chrysalis

Soldados, aprendizes e subordinados
(Século XXI)

Raki

Afiliados
(Século XVIII)

GarciaUnitySerafinaLucoPefkoMuirgheasConnerHaoYilin

Afiliados
(Século XX)

Mitsumasa KidoTokumaru TatsumiPiotrAlexerNatássiaFreyaFreyHilda de PolarisFreyaAsamori HakaseMiko HasegawaJohn Black

Afiliados
(Século XXI)

Tokumaru TatsumiAsamori HakaseDeusBuda

Artefatos

Armaduras de AtenaRosário de 108 ContasBáculo de AtenaAegisAdaga DouradaÂnfora de AtenaArgoCaixas de PandoraSelo de AtenaGemasEspada de AtenaOmertàPulseira de Flores

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória