FANDOM



Docrates é um Cavaleiro sem constelação enviado pelo Santuário para recuperar a Armadura de Sagitário no século XX. No anime, é dito que ele é o irmão mais velho do Cassios.

Aparência

DOCRATES

Docrates sobressai-se no exército de Athena pela grande estatura, muito acima da média, o que por si só lhe confere imponência. Seus anos de treinamento fortaleceram o porte físico avantajado, a ponto de conferir-lhe uma imensa resistência a danos. O rosto trás uma expressão grave, realçando a natureza bruta e confiante, com uma densa cabeleira roxa escura, ondulando por trás de seu elmo. A armadura que lhe adere o corpo torna-o virtualmente invulnerável, em termos de possuir um ponto fraco anatômico.

Origem do Nome

Seu nome significa "Poder do Infortúnio".

Histórico

Junto a vários soldados pessoais, Docrates é enviado para recuperar a Armadura de Ouro de Sagitário - disputada entre os Cavaleiros de Bronze e os Cavaleiros Negros. Seus subordinados interrompem o combate dos Cavaleiros de Bronze contra Ikki de Fênix, abrindo fendas na terra e aproveitando a confusão para agir. Eles conseguem recuperar todas as partes da armadura, exceto pelo capacete. Num dado momento, Docrates, irritado pela demora de seus homens em derrotar os adversários, decide ele mesmo agir, surpreendendo a todos, em especial, Ikki e Seiya de Pégaso. Um gigante dito por Seiya como o detentor da maior força física dentre todos os Cavaleiros.

Quando Ikki percebe que se trata de Docrates, rapidamente alerta os outros Cavaleiros de Bronze para que fugisse. Docrates faz uma pequena demonstração de seu poder, abrindo duas imensas crateras. O Cavaleiro de Fênix joga a máscara da Armadura para Seiya e, em seguida, atinge a montanha com seu Ave Fênix, provocando um enorme deslizamento de terra que acaba por soterrar tanto Ikki quanto Docrates e seus homens.

DOCRATES SEQUESTRA SAORI.

Docrates sequestra Saori.

O Cavaleiro de Fênix, no entanto, acabou se sacrificando em vão. Docrates e seus subordinados conseguem sair ilesos, e se dirigem à Mansão Kido, para recuperar a máscara da armadura de Sagitário - a última ainda em poder dos cavaleiros de bronze. Para cumprir seu objetivo, Docrates volta a confrontar os cavaleiros, anulando as correntes de Shun, o ar congelado de Hyoga e o chute de Shiryu. Por fim, invocando os poderes de Hércules, varre o trio, deixando-os temporariamente inconsciente. Ameaçando de destruir o lugar, é confrontado por Saori e, logo em seguida, por Seiya. Acusando o jovem de haver roubado a Armadura de Pégaso, Seiya o corrigi, dizendo tê-la conquistado legitimamente. Isso pouco importa a Docrates que volta a atacar, destruindo parte da casa. Interessado em medir forças, os planos mudam quando a polícia se aproxima. Docrates opta por se retirar, levando Saori Kido - e Tatsumi - de refém, exigindo que a máscara fosse entregue em troca da jovem.

Mesmo sob pressão, o grupo se divide. Enquanto Shiryu e Kiki vão atrás das outras partes da armadura de ouro, Seiya e Shun vão ao coliseu. Mesmo após receber a máscara, Docrates não cumpre a promessa de libertar Saori, obrigando Seiya e Shun a lutarem. Dirigindo-se ao Cavaleiro de Pégaso, Docrates pergunta se o mesmo se recordava de Cassios, gigante contra o qual lutou pela conquista da armadura. Seiya confirma lembrar-se de tal adversário, sendo surpreendido com a revelação de que Cassios era irmão mais novo de Docrates. Pelo sonho destruído do irmão de consagrar-se cavaleiro, Docrates iria vingar-se.

Shun de Andrômeda também demonstra intenção de desafiar o gigante, em homenagem a seu irmão. Docrates faz pouco do desafio, despachando seus soldados contra o Cavaleiro de Andrômeda.

A DERROTA DE DOCRATES

A derrota de Docrates.

Enquanto Seiya tenta resistir à imensa força de Docrates, Shun de Andrômeda e Hyoga de Cisne conseguem eliminar o restante do bando que o acompanhava, partindo para ajudar o Cavaleiro de Pégaso. Combinando forças, Hyoga congela as pernas de Docrates, enquanto Seiya e Shun combinam seus ataques, destruindo a armadura de Drocrates. Mesmo com sua armadura destruída, Docrates ainda é capaz de se levantar, mas os ferimentos de seu corpo não o deixam prosseguir, fazendo-o cair morto no chão.

Habilidades de luta

Assim como outros Cavaleiros sem constelação definida, não é possível quantificar com exatidão o nível de força de Docrates. Com sua gigantesca estatura e força física, bem como seu domínio do Cosmo, ele foi capaz de derrotar Seiya, Shun e Hyoga facilmente, que precisaram recorrer a um ataque conjunto para conseguir a vitória. Supõe-se então que esteja em um estágio de habilidades superior à patente de Bronze, mas abaixo da patente de Prata. Possivelmente consiga se mover a velocidade de Mach 1 e 2, e por isso, tendo podido se defender dos Meteoros de Pégaso de Seiya de Pégaso.

Técnica especial

Garras de Aço

Garras de Aço
Docrates fecha a mão para que as Garras de Aço apareçam.

Punho de Hercules

Punho de Hércules
(Heracles Moo Shuu Ken)
Docrates concentra uma grande quantidade de energia em seus punhos e a canaliza pelo seu corpo. Em seguida, ele dispara gigantescas massas de energia vermelha pelos braços, que se transformam em furacões, devastando tudo no caminho.

Curiosidades

  • Sua aparição é um divisor de águas entre a Saga dos Cavaleiros Negros e Cavaleiros de Prata, sendo o primeiro Sonota a surgir e dar início as batalhas contra outros cavaleiros dessa classe.
  • Apesar de evocar o nome Hércules, em seu golpe, Docrates não está associado a nenhuma constelação. Em razão da aparência de sua armadura fãs comumente associam-no a Hydrus (constelação de Hidra Macho). Oficialmente o personagem permanece sem constelação.


  1. REDIRECIONAMENTO Predefinição:Cavaleiros de Atena

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória