Fandom

Saint Seya Wiki

Gateguard de Áries

2 316 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários3 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.


Gateguard de Áries (牡羊座アリエスのゲートガード Ariesu no Gētogādo?) foi um dos Cavaleiros de Ouro durante Guerra Santa contra Hades no Século XVI que acabou servindo ao Imperador dos Mortos no lugar de Atena junto ao Grande Mestre Itia devido a ambição de ambos em alcançar o sonho de um "Mundo Ideal", sendo então incumbido de ajudá-lo a liderar a conspiração dentro do Santuário de Atena de trazer todo o exercito de sua deusa para o lado dos espectros usando as Fadas do Submundo. Entretanto, ele viria a ter uma mudança em seu modo de pensar e confiou sua vontade a seus camaradas para impedir os planos de seu mestre antes de morrer.

EtimologiaEditar

ゲートガード (げーとがーど Gētogādo?) é a transliteração japonesa das palavras inglesas gate ("portão") e guard ("guarda"). O termo gateguard pode ser portanto traduzido como "guarda do portão", o que pode fazer alusão a seu papel como guardião da Casa de Áries, que pode ser considerada o 'portão de entrada' do Zodíaco Dourado. O termo gate guard (e sua forma alternativa, gate guardian, que significa "guardião do portão") é também utilizado para referir-se a aeronaves, peças de artilharia, e tanques de guerra descomissionados, que são posicionados na entrada de aeroportos e bases militares.

CaracterísticasEditar

PersonalidadeEditar

Gateguard angustiado.png

Gateguard angustiado por estar tomado de ódio pela natureza dos homens

Quando criança, Gateguard era uma pessoa harmônica, pacifica e religiosa que após ser o único sobrevivente ao ataque de seu vilarejo teve sua fé nos homens destruída e ficou desesperado, pois passou a crer que os humanos foram abandonados pelos deuses devido a natureza deles beirar sempre ao mal e a estupidez que os levava a idolatrar o conflito e a destruição, sendo assim indignos de terem suas preces atendidas, algo que, em ultima analise, o faria odiar os homens e a si mesmo por estar na mesma condição que eles, afirmando abertamente que seria melhor ter morrido junto com os demais de sua vila, já que não conseguia mais acreditar que haveria realmente algum tipo de paz na terra, uma vez que tinha convicção que acabaria sendo destruída pelos homens.
Gateguard ideal.png

O ideal de Gateguard

Foi só após ser resgatado e conhecer o Grande Mestre Itia que Gateguard teria uma mudança em sua recém forma de pensar, pois ao perceber o quão grande era sua fé nos homens e a paz frágil que a mantinha com eles, bem como tortuoso fora o longo caminho do velho cavaleiro que já vira varias vezes o mesmo cenário que ele e seu ideal para a Chave para Paz enfrentavam, fariam com que almejasse em se tornar um ser humano perfeito afim de auxilia-lo. Com o tempo, de acordo com Hakurei de Altar, Gateguard seria o Cavaleiro mais leal do Santuário de Atena e a Itia, estando disposto a dar sua vida pelos ideais dele e pela harmonia regente do Santuário. Ele também demonstrou ser muito disciplinado e educado condizente com sua patente como Cavaleiro de Ouro, tendo a crença que dado a patente, o Cavaleiro deve se portar de forma adequada a ela e não se misturar com os inferiores, o que ele visivelmente desaprova ao ver certos Cavaleiros de Prata fazendo. Seu orgulho e arrogância em ser um Cavaleiro de Ouro era tal que acreditava ferozmente que aqueles que são escolhidos para o posto simbolizavam a paz e portanto deveriam guiar o mundo, independente do que os demais achassem. Também referente ao seu nome, Gateguard tinha alta consideração sobre o tema de "proteger algo ou alguém" devido aos ideais do Grande Mestre, acreditando abertamente que aqueles que não conseguem isso é porque são fracos e inferiores, e portanto devem morrer.

A partir de sua traição e por estar sob o domínio das Fadas do Submundo, Gateguard se tornou uma pessoa fria, pronto para cumprir sua missão seja de que tipo for a fim de alcançar sua meta para o "Mundo Ideal". Entretanto, apesar dessa frieza, ele acreditava que "perder" Sage de Câncer fora lamentável, mas mesmo assim este "perdido" o ajudou a "se livrar" de um "perturbador" Cavaleiro como Hakurei. Gateguard também mostrou ser alguém que prefere "não apressar as situações", dado que enviou as Fadas para encontrar Hakurei e eliminá-lo ao invés de persegui-lo pessoalmente. Curiosamente, apesar de sua consciência que a traição dele e Itia não trariam realmente a paz que queriam, ele ainda se manteve fiel simplesmente por acreditar que era um estúpido pelo fato de que apesar de tudo que conquistara, ele ainda era humano e como tal, o mundo ainda necessitava da orientação do Grande Mestre.

Gateguard odio Hakurei.png

Gateguard atacando violentamente Hakurei

Seu relacionamento com Hakurei foi demonstrado ser complexo, dado que Gateguard ao atacá-lo mostrava muito rancor e ódio desmedido durante sua luta, embora ao mesmo tempo, mantinha um nível de respeito para com ele ao referi-lo como uma "pessoa ilustre". O motivo para agir assim foi devido à antipatia de quão irresponsável, exuberante e juvenil eram as atitudes de Hakurei desde criança por não agir condizente como um Cavaleiro de Prata que era o braço direito do Grande Mestre. Por causa disso, ele também acreditava que a recusa de Hakurei aceitar a Armadura de Câncer era devido ao fato dele nunca levar seu posto verdadeiramente a sério, sendo assim indigno de proteger qualquer coisa que fosse, ficando ainda mais ultrajado por acreditarem que Hakurei tinha o poder igual a um Cavaleiro de Ouro, o que em sua opinião não estava correto. Gateguard também tinha inveja de Hakurei pelo mesmo ser assistente pessoal e candidato a sucessão de Itia,
Gateguard redenção.png

Gateguard admite que os humanos talvez se libertaram das trevas

pois acreditava ser muito mais digno que ele e admitiu abertamente que achava insuportável a idéia do muviano acreditar que entendia o ideal de Itia, algo que apenas ele, por conhecer sua raiva e tristeza secreta, poderia entender. Ao se ver superado por Hakurei, Gateguard demonstrou ficar revoltado, insano e descontrolado e não se importando em morrer desde que conseguisse levá-lo com ele, indo até o ponto de rejeitar totalmente sua humanidade e se tornar um mero peão do Mundo dos Mortos. Todavia, após ver quão pura era a determinação do ideal que Hakurei avidamente lutava, levou Gateguard a reavaliar melhor se os métodos de Itia eram corretos e admitiu a superioridade do ideal de Hakurei para a paz, embora não detivesse nenhum arrependimento por suas ações, mas pediu para deter Itia e liberta-lo do caminho que ele próprio se colocou. Assim, tanto Hakurei quanto ele foram capazes de reconciliar sua amizade antes de sua morte.

Em batalha, Gateguard mostrou ter um ar de superioridade contra seus adversários, como evidenciado sobre sua opinião que os Cavaleiros de Ouro, sendo os mais fortes do Santuário, não deveriam perder tempo lutando com aqueles abaixo de sua patente, ficando por sua vez irritado ao ser desafiado por aqueles que considera fraco, sendo que sequer desvia de um ataque lançando diretamente contra ele afim de provar quão inútil era o esforço de atacá-lo e ficando por sua vez mais indignado quando os derrota com facilidade.

AparênciaEditar

  • Gateguard adultoIr para Gateguard adulto
  • Gateguard criançaIr para Gateguard criança
Gateguard é um homem de pele branca, de estatura mediana e porte atlético, com cabelos da cor vermelha cuja as mechas emolduravam seu rosto e cortado rente na nuca. Sua característica que mais chama a atenção é sua que é resultado de seu controle sobre as. Em sua juventude quando fora encontrado por Itia, Gateguard usava uma toga religiosa curta com mangas e um cinto. Ao se tornar discípulo do Grande Mestre, ele passou a usar roupa roupas de treinamento de aspirantes.

Ao obter e estar sob o controle das Fadas do Submundo, Gateguard passou a ter uma tatuagem de borboleta fluorescente que envolve a parte esquerda de seu rosto a qual desaparecera ao ter se entregado ao poder do Mundo dos Mortos, passando assim a ter um aspecto sombrio e sua armadura ficar com uma tonalidade escura semelhante as Sapuris do Submundo.

HistóricoEditar

PassadoEditar

Gateguard nasceu e viveu sua infância em um vilarejo que zelava pela paz e a religião a Deus.

Encontro com ItiaEditar

Itia salva Gateguard.png

Itia encontra Gateguard

Quando seu vilarejo foi atacado por influencia de um deus maligno, Gateguard fora atingido no ombro por uma flecha e havia se escondido na igreja no centro, onde rezou fervorosamente para que Deus os salvasse daquilo, só que durante a destruição de sua vila, Gateguard ficou preso embaixo dos escombros da igreja e esperou pela morte. No entanto, ele acabaria sendo resgatado pelo Grande Mestre Itia.

Após ser tratado e deixado para descansar, um soldado do Santuário aparece informando que Gateguard era o único sobrevivente do ataque e deixa a ruína da igreja. Aturdido pela informação, Gateguard se enche de ódio ao se questionar o porque daquilo ter acontecido e o motivo de Deus não ter atendido suas preces, sendo então que Itia se aproxima dele e lhe conta como recorda de quão bela aquelas terras eram em seus dias mais jovens e lhe informa que apesar de terem sofrido baixas terríveis, conseguiram libertar aquele lugar da influencia do deus maligno. Gateguard então começa a chorar e se desesperar ao ponto de preferir ter morrido, já que acreditava que a paz era impossível de se alcançar devido a natureza dos homens em destruir tudo bem como odiar por estar na mesma condição que eles, Itia então o conforta e o previne de não atrair isso para si, como o fato dele ter sobrevivido pode ser considerado um milagre e portanto uma obra da divina providência, sendo que sem ela, não haveria motivo para os Cavaleiros de Atena continuarem a lutar.

Em sinal de gratidão, Gateguard decidiu que se tornaria um Cavaleiro de Ouro afim de apoiar Itia.

Formação e Promoção para Cavaleiro de OuroEditar

Itia ensinando Sage Hakurei Gateguard.png

Gateguard junto a Sage e Hakurei sendo ensinados por Itia

Posteriormente, Gateguard, junto aos gêmeos muvianos, Sage e Hakurei, foram ensinados diretamente por Itia. De acordo com Hakurei, Gateguard era o mais dedicado aos ensinamentos do velho Mestre. Todavia, desconhecido para o muviano era que o futuro ariano tinha muita antipatia dele devido suas atitudes irresponsáveis e sem disciplina durante os treinos. Quando Itia fez a nomeação de quem seria os detentores das Armaduras de Ouro de Áries e Câncer bem como a de Prata de Altar, tanto Sage quanto Hakurei eram ambos candidatos competentes para trajar a Armadura de Câncer.
Hakurei recusa Cancer.png

Hakurei recusa a Armadura de Câncer

Ambos então se enfrentaram a fim de saber quem era realmente merecedor, terminado por sua vez como Hakurei vencido e abdicando a posição de Cavaleiro de Ouro a Sage enquanto ficaria no lugar dele como guardião da Armadura de Altar, bem como assistente e candidato a sucessão do Grande Mestre. Gateguard que observou a luta, percebera que Hakurei havia deixado Sage vencer e querendo entender o motivo, o seguiu e ao perguntar o por que dele ter desistido e ver sua indiferença a patente, fez, em ultima analise, Gateguard ter mais aversão a Hakurei por acreditar que, devido sua falta de seriedade em agir condizentemente com seu posto, ele era indigno do cargo e da tarefa de levar adiante o sonho de "Mundo Ideal" de Itia.

Posteriormente, ao assumir seu posto como Cavaleiro de Áries, Gateguard logo ganharia a fama de ser o Cavaleiro de Atena mais leal do Santuário, bem como o seguidor mais fiel dos ideais de Itia.

Século XVI: Guerra Santa contra HadesEditar

Conspiração das FadasEditar

Gateguard atende Itia.png

Gateguard atende Itia

Em algum momento nas fases iniciais da Guerra Santa do Século XVI contra Hades, enquanto cuidava de Itia, Gateguard estranhou a súbita mudança em seu estado de saúde e a tatuagem de mariposa fluorescente sobre seu rosto. Querendo entender aquilo, quando fora chamar um médico, Itia o deteve e lhe revela que seu ideal estava errado e como tal, caberia a ele julgar a terra com seu poder. Sendo então questionado se iria detê-lo, devido suas próprias duvidas em relação a natureza humana, Gateguard acabou sendo dominado também pelas Fadas do Submundo e decidiu ajudá-lo, passando assim a servir o Imperador dos Mortos. Ele então fora incumbido diretamente por seu mestre a liderar sua conspiração de levar as Fadas ao Santuário para dominar todos os demais Cavaleiros de Atena, principalmente os de Ouro, afim de que nada possa impedir seus planos.

Após receber suas ordens, Gateguard passou a causar uma desordem interno dentro do Santuário, instigando secretamente as Fadas a tomar o controle da mente primeiramente de todos os Cavaleiros de Ouro, sendo Sage o único a perceber a conspiração, no entanto, o muviano também acabou sendo dominado sem ser capaz de descobrir que o ariano era o traidor que estava por trás da invasão.

Gateguard aparece com Fadas--Fair--.png

Gateguard aparece com as Fadas do Submundo

Gateguard mata Itia.png

Gateguard ao matar Itia

Gateguard aparece acompanhado por várias fadas no lugar onde Sage de Câncer e Hakurei haviam se enfrentado, mencionando que todas as fadas e as almas que estavam lá explodiram como pólvora devido aos "usuários das Ondas do Inferno assustadores". Gateguard então sorri e em seguida, afirma que ninguém o impedira de cumprir sua missão. Após "lamentar" pela perda de "Sage", mas em seguida, mencionar que seu "sacrifício" permitiu a eliminação do Cavaleiro de Prata, Gateguard, de forma preventiva, decide enviar as fada do submundo em busca dos irmãos afim de confirmar a morte dos gêmeos, ordenando que se os encontrassem vivos, deveriam eliminá-los.

Mais tarde, Gateguard invade o Santuário e usa as Fadas para tomar o controle de boa parte dos Cavaleiros de Prata e todos os demais de Ouro, atingindo em seguida a Sala do Grande Mestre onde atravessa o peito de Itia, o matando e em seguida faz com que as Fadas envolvam seu corpo em um casulo para dar continuidade ao plano.

Gateguard vs Hakurei.png

Gateguard confronta Hakurei

Estando então na frente do Templo do Grande Mestre, Gateguard é avisado pelas Fadas que os gêmeos muvianos sobreviverem e decide dirigir sua hostilidade a Hakurei de Altar, sendo que antes de partir afirma que ira fazer o que for preciso para conseguir realizar o sonho de seu velho Mestre e por fim espalha mais Fadas sobre todo o Santuário. Ele então encontra Hakurei após o mesmo derrubar os Cavaleiros de Prata controlados próximo ao Quartel General dos Cavaleiros de Prata, onde conta que matou o Grande Mestre. Em sua fúria, Hakurei, que tinha um grande respeito pelo Mestre do Santuário, diz a Gateguard que não o perdoará, mas ele responde que serão os rebeldes devem alcançar o ideal de paz, e partem para o combate ao qual leva vantagem devido sua patente, derrubando-o logo de cara com sua técnica e explicando os conceitos dela, a utilizando novamente logo em seguida, deixando por sua vez Hakurei extremamente ferido.
Gateguard prestes a matar Hakurei.png

Gateguard prestes a matar Hakurei

Repreendendo seu adversário então por não usar sua verdadeira força que fora dita ser equivalente a de um Cavaleiro de Ouro e também por ser o braço direito do Grande Mestre, Gateguard agarra o pescoço de Hakurei e o pressiona sobre o chão, se negando a admitir que alguém como o Cavaleiro de Altar havia sido nomeado como o assistente do Grande Mestre e ao se preparar para mata-lo, o Cavaleiro Alcon de Sagita intervém na batalha, o repreendendo por não tratar como iguais os seus inferiores, algo que Gateguard ignora devido a fraqueza do mesmo e não estar em seu patamar, fazendo assim com que Alcon o ataque novamente. No entanto, o ataque dele não causa nenhum efeito no ariano que quando estava prestes a mata-lo por sua interferência, Hakurei o ataca com um soco em seu rosto, dizendo em seguida que sabe que Gateguard esta lhe escondendo algo e lhe pergunta se realmente queria ver verdadeiro poder da Constelação de Altar. Hakurei então revela sua última técnica utilizando a Armadura de Altar, gerando assim chamas de prata que os rodeiam, mas Gateguard não lhes dá atenção e lança novamente sua técnica contra o Cavaleiro de Altar. No entanto, desta vez não causa nenhum dano a Hakurei e Gateguard sente que sua Armadura se tornou muito pesada e enfraquecida. Ele então descobre que o Cavaleiro de Altar, por ser o assistente do Grande Mestre, tem como privilégio uma técnica especial que lhe permite "eliminar qualquer Cosmo e Armadura de um Cavaleiro", fazendo com que o cosmo do Cavaleiro de Áries retorne ao Santuário de Atena. Todavia, Gateguard tenta resistir e continua produzindo mais Cosmo, impulsionado pela sua determinação em tornar realidade o ideal do Grande Mestre Itia, a quem ele próprio assassinou.
Itia projeção astral interrompe batalha.png

O Cavaleiro de Libra interrompe a batalha de Hakurei e Gateguard

Hakurei compreende que o Cavaleiro de Áries não está sendo manipulado, e que na realidade ele age por vontade própria.

Enquanto perde o seu Cosmo, Gateguard se lembra de seu primeiro encontro com Itia e seu ressentimento contra Hakurei por ter perdido a chance de ser eleito o assistente do Grande Mestre, apesar de sua diferença de nível.

Tentando então levar Hakurei para morte com ele em um ultimo ataque, eles são subitamente interrompidos pela súbita aparição do misterioso Cavaleiro de Libra que derrota o Cavaleiro de Altar por causa de seu ataque surpresa e em seguida segura o inconsciente Gateguard em seus braços, voltando com ele para as Doze Casas.

Gateguard perante Itia rejuvenescido.png

Gateguard se reúne com Itia rejuvenescido

Após o Libriano deixá-lo na Sala do Grande Mestre, Gateguard testemunha Itia finalmente emergir em uma forma rejuvenescida do casulo das Fadas. O ariano então promete tomar medidas para eliminar os conflitos da Terra e corrigir a paz no Mundo. Quando Hakurei e Sage chegam a porta do Salão do Grande Mestre, Gateguard se revela e os impede de passar afim de dar tempo a Itia se restabelecer totalmente. Vendo então que os muvianos queriam entender o por que dele continuar a agir daquele jeito apesar de sua desvantagem em estar sem cosmo, Gateguard explica que sua estupidez em continuar a apoiar Itia é devido sua condição humana e por tudo que acreditava ter sido lhe tirado devido sua derrota por Hakurei, afirmando então que como ele era um humano falho como todo o resto, eles precisavam da orientação do Grande Mestre.
Gateguard como Homem do Mundo dos Mortos.png

Gateguard se torna totalmente um homem do Mundo dos Mortos

Dito isso, Gateguard rejeita totalmente sua humanidade e se entrega ao poder do Mundo dos Mortos, começando então o combate ao obliterar de uma só vez tanto Sage quanto Hakurei com um turbilhão sombrio de Mariposas do Submundo, explicando em seguida como seu poder também se relaciona a morte e mesmo consciente que isso resultara em sua morte, firma seu desejo de ajudar Itia a alcançar paz a qualquer preço. Conforme a luta progride, Gateguard se transforma totalmente em um homem do Mundo dos Mortos e sua armadura adquire o brilho das Sapuris. Após ter nocauteado Sage com seu ultimo ataque, Hakurei consegue se levantar e novamente pergunta o por que do ariano ir tão longe, fazendo então com que Gateguard o ataque e em seguida diz que era improvável que o muviano o entenda, já que nunca levou nada a sério.
Gateguard vs Hakurei embate final.png

Gateguard e Hakurei lançam seus últimos ataques

Hakurei então argumenta que acredita que as pessoas que rejeitaram sua humanidade nunca seriam capazes de criar a verdadeira paz e parte para seu ultimo ataque, o que faz com que Gateguard o retruque dizendo que tal pensamento idealista ainda não impediria as pessoas de se ferirem e afirma que por conhecer o verdadeiro desespero é que ele deseja obter tanto a paz. Vendo então que o Cavaleiro de Altar realmente entendia seu sofrimento e ainda queria lutar com ele afim de entender sua dor, mas hesitou em lhe ferir no ultimo instante, faz com que seu corpo finalmente sucumbe a luta e começa a desaparecer. Gateguard então admite que o ideal de Hakurei seja talvez a maneira correta para alcançar a paz e a harmonia.
Gateguard derrotado.png

Gateguard confia sua fé a Hakurei

O Cavaleiro de Áries então pergunta a Hakurei se os humanos não são mais cheios de trevas do que ele imaginava, o deixando em choque com sua súbita mudança de caráter. Em suas últimas palavras, Gateguard diz a Hakurei que não se arrepende do que fez, mas reflete que se ele for capaz de alterar os ideais de Itia, talvez haja a possibilidade de salva-lo e libertá-lo de sua raiva e tristeza ao qual carregou por mais de 250 anos. Por fim, seu corpo finalmente desaparece e deixa para traz sua armadura e algumas fadas ao seu redor.

Durante a batalha final de Hakurei e Sage contra Itia, o espírito de Gateguard voltou da Terra dos Mortos a fim de dar suporte ao Cavaleiro de Altar, o que deixou seu mestre em choque com sua mudança abrupta. Tal auxilio, garantiu que Sage conseguisse se eleger como novo Grande Mestre, permitindo assim que Itia e as Fadas do Submundo fossem consumidos pelo fogo sagrado de Hakurei.

AvenirEditar

Gateguard é brevemente citado por Sage e Hakurei quando Avenir aparece trajando sua armadura de Áries, desconfiado que alguém já o havia substituído.

Século XVIII: Guerra Santa contra HadesEditar

Hak.jpg

Hakurei utiliza a Onda dos Espíritos

Confronto final contra HypnosEditar

Durante o clímax da batalha de Hakurei de Altar contra o deus do sono Hypnos, o Cavaleiro de Prata conjura a alma do Cavaleiro de Áries junto com os demais Cavaleiros de Atena do século XVI com sua técnica suprema, a Onda dos Espíritos, afim de derrotar o deus e o selar na Caixa de Pandora junto com seu irmão, Thanatos. Uma vez tendo derrotado Hypnos, sua alma voltou a vida após a morte.

LegadoEditar

A traição e morte de Gateguard teve um profundo significado para Hakurei, pois lhe fez entender mais suas obrigações como Cavaleiro de Altar e assistência para com Grande Mestre, bem como também o fez firmar ainda mais sua fé nos homens e na gerações sucessoras que protegeriam o Santuário.

HabilidadesEditar

Gateguard confronta Hakurei.png

Gateguard oprime Hakurei

Como Cavaleiro de Ouro e tendo sido aluno do Grande Mestre Itia, Gateguard mostrou ser um dos mais poderosos de sua geração dado que sua traição fora considerada um sério problema para com o Exercito de Atena. O fato de Itia confiar o controle das Fadas do Submundo para ele espalha-lhas dentro das Doze Casas para controlar os demais Cavaleiros, indica que Gateguard era seu peão mais valioso, o que por sua vez enfatiza mais ainda sua força. Isso seria comprovado ao entrar em confronto contra Hakurei, que apesar de ter a fama de ter o poder equivalente ao de um Cavaleiro de Ouro, duas das investidas de Gateguard foram capazes de abater o Cavaleiro de Altar de uma vez, além de deixá-lo extremamente ferido e com sua armadura danificada, sendo que o teria matado se não tivesse sido interrompido por Alcon de Sagita e mesmo após ser exaurido pela técnica final de Hakurei, ainda poderia prejudicá-lo ao ponto do mesmo se ver obrigado a matá-lo. Posteriormente, munido apenas com o poder do Mundo dos Mortos, Gateguard fora capaz de lutar em pé de igualdade contra os gêmeos muvianos e sobrecarregá-los a ponto de conseguir deixar Sage inconsciente durante o combate.

CapacidadesEditar

  • Gateguard eleva Cosmo.png

    Gateguard usa sua vida como fonte de Cosmo Energia

    Utilização do Cosmo: Sendo um Cavaleiro de Atena, Gateguard utiliza o cosmo como sua fonte de energia e por ser Cavaleiro de Ouro, ele tem um controle ainda mais refinado que os demais. Fora também notado que sua cosmo energia era tremenda, se equiparando com o cosmo de Hakurei e Sage juntos. Por seu corpo também ser usado como via para transmissão de energia viva do "Espirito de Áries", Gateguard poderia converter sua própria energia vital em cosmo energia quando fosse privado pela técnica final de Hakurei afim de sobrepujá-lo, embora ao custo de sua própria vida e ser incapaz de reaver seu cosmo novamente caso sobrevivesse. Ao se entregar ao poder do Mundo dos Mortos, o cosmo de Gateguard se ligou diretamente ao Submundo e assim cresceu tanto que uma unica emanação em potencia total fora capaz de ser sentida através de todo o Santuário e até em seus limites.
  • Domínio do Sétimo Sentido: Como um Cavaleiro de Ouro, Gateguard possui o domínio completo do Cosmo, dando-lhe força sobre-humana e habilidades superiores às dos Cavaleiros de Prata, alem de ser capaz de se mover na velocidade da luz.
  • Aptidão física: Gateguard detinha uma vitalidade extremamente forte, visto que fora capaz de converte-la em uma poderosa cosmo energia capaz de sobrepujar temporariamente a técnica final de Hakurei, embora no fim, devido seu uso extenso faria com que ele acabasse desmaiando de exaustão e ficasse incapaz de utilizar novamente seu cosmo.
    • Gateguard invoca as Fadas para perseguiçãoIr para Gateguard invoca as Fadas para perseguição
    • Gateguard usa as Fadas ofensivamenteIr para Gateguard usa as Fadas ofensivamente
    Controle sobre as Fadas do Submundo: Através da graça concebida por Itia, Gateguard tinha a capacidade de controlar um número limitado Fadas do Submundo, as utilizando para perseguir e destruir Hakurei e Sage enquanto estava ocupado bem como usá-las para dominar os outros Cavaleiros. Todavia, fora notado por Hakurei que Gateguard não podia usa-las quando incitado seu cosmo ao máximo. Após ter se entregado totalmente ao poder do Mundo dos Mortos, Gateguard aprendeu com as Fadas como seu corpo era uma via entre a vida e a morte, podendo assim conjurá-las infinitamente ao se ligar internamente ao Submundo. Neste estado, ele poderia gerar rajadas e ondas de choque poderosas o suficiente para repelir simultaneamente Hakurei e Sage a uma distancia considerável e até mesmo nocautear o ultimo.

Técnicas SecretasEditar

Força Ascendente.png

Força Ascendente
(フォース・ソア, Fōsu Soa, do inglês, Soar Force)
Gateguard utiliza sua força vital para criar uma onda de choque que impacta violentamente o inimigo. Gateguard cruza os braços, ao mesmo tempo em que um brilho dourado é emitido de seu peito, e envia contra o oponente uma onda de cosmo suficientemente poderosa na forma de um imponente carneiro. Esta técnica utiliza a energia vital de Gateguard a fim de invocar a alma da constelação de Áries que reside em seu corpo, esta se manifesta como um carneiro de ouro e é descrita como a energia primária mais pura que existe. Sabe-se que essa técnica é capaz de atingir a energia vital dos inimigos atingidos, já que seu poder foi capaz de derrubar de uma só vez Hakurei, atingindo-o com gravidade e quebrando-lhe vários ossos; ela também foi capaz de danificar a Armadura de prata de Altar, tida como a mais resistente dentre as demais da mesma patente.

FrasesEditar

Hunft! Era esperado de um Cavaleiro de Prata que superou a todos de sua categoria. Infelizmente, estamos em patamares diferentes e será impossível me alcançar.

Gateguard para Hakurei sobre sua proeza

Meus sentimentos não mudaram, Hakurei. Por que fui eu quem perfurou-o com esta mão aqui! Pelo contrario, o sonho dele ainda é meu ideal, mas já não era algo alcançável para alguém tão senil. Para que a harmonia do mundo possa se tornar realidade... era melhor... que essa pessoa desaparecesse!

Gateguard ao confessar para Hakurei que matou Itia

É um absurdo que logo alguém como tu o substitua! Mas não, isso não vai acontecer, afinal... Serei eu quem realizará o sonho desta pessoa!

Gateguard ao se preparar para atacar Hakurei

Só mesmo um irresponsável como você poderia romper a harmonia do Santuário! Você não pode proteger... nada. É melhor que você morra... Hakurei!!

Gateguard prestes a matar Hakurei

Você não entende nada. Absolutamente nada. Somente os eleitos podem receber uma Armadura de Ouro. Escolhidos para simbolizar a paz! É por isso que nós devemos guiar o mundo! Como se você entendesse! Você fugiu das responsabilidades de um Cavaleiro de Ouro... Alguém como você, portando uma Armadura de Prata, a falar sobre o Grande Mestre Itia... É insuportável!

Gateguard para Hakurei

Você sempre foi assim. E ainda coagir as mentes das pessoas mais fracas que você, como se fossem seus iguais, até mesmo para mim agora! Talvez seja isso que irá levá-lo a criar a paz e a harmonia em seu caminho... Mas... olhe pra mim, agora! Seres humanos não estão mais na escuridão que você sempre imaginou?

Gateguard para Hakurei

Eu entendo a raiva e a tristeza que o Grande Mestre Itia tem escondido em seu interior pelos últimos 250 anos... Eu também não tenho nenhum arrependimento... Se você se tornar o ideal que essa pessoa já abandonou, então... Talvez você possa atingi-lo e libertá-lo...

Ultimas palavras de Gateguard

CuriosidadesEditar

  • Gateguard é singular de algumas formas dentre os Cavaleiro de Áries conhecidos na série:
    • É o primeiro a não ter nenhuma ligação com os Muvianos ou seu legado.
    • O único até agora a manter desde que assumiu o posto o cabelo curto.
    • Único a não utilizar nenhuma técnica relacionada a estrelas.
    • Único a ter traído o Santuário.
  • Gateguard é segundo Cavaleiro de Áries conhecido a ter sido aluno de um Grande Mestre do Santuário, sendo o outro Mu.
  • Apesar de tanto ele quanto Itia terem utilizados os poderes e recursos oriundos do servos de Hades para levar adiante seus planos, nenhum dos dois jamais mostraram ser coniventes ao Imperador dos Mortos.

Referências Bibliográficas e Notas Editar

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 The Lost Canvas - Enciclopédia

ClassificaçãoEditar

Patentes conhecidas
Antecedido por
Desconhecido
Cavaleiro de Áries Sucedido por
Avenir*

NavegaçãoEditar

Cavaleiros de Atena
Deus
Grandes Mestres
Cavaleiros e Amazonas de Ouro
Cavaleiros e Amazonas de Prata
Cavaleiros e Amazonas de Bronze
Cavaleiros e Amazonas de Patente Desconhecida
Cavaleiros e Amazonas de Aço
Cavaleiros e Amazonas sem Constelação
Soldados, Aprendizes e Subordinados

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória