Fandom

Saint Seya Wiki

Ilías de Leão

2 347 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários53 Compartilhar

Ilías de Leão (獅子座のイリアス, Reo no Iriasu?) fora uma figura lendária dentre os de Cavaleiros de Ouro no século XVIII que era venerado como o Herói (英雄, Eiyū) por suas realizações e provações em prol da paz, a justiça e pela próxima geração. Por sua ações cheias de bondade, sabedoria e coragem, ele também foi considerado o Cavaleiro mais poderoso de sua geração devido seu inigualável talento em batalhas. Embora ele não viveu até a eclosão oficial da Guerra Santa, seu legado e visão continuariam a moldar seus demais companheiros e os jovens recrutas em todo o Santuário de Atena, mesmo depois de sua morte. Sua contrapartida no universo Next Dimension é Kaiser[3].

Etimologia

A inspiração de seu nome vem da palavra grega vasiliás, que significa Rei. Também pode ser uma variação do nome de Elias, o profeta, uma figura popular em várias tradições religiosas. Eles também podem ser uma variação da palavra "Ilíada" (do grego antigo Ἰλιάς (Ilias) ou sua variante Ιλιάδα (Ilíada) no grego moderno) que se refere ao épico poema grego mais antigo da literatura ocidental que é tradicionalmente atribuído a Homero. O título da obra deriva também do nome grego de Troia, Ιlión.

Características

Personalidade

Ilías solidão.png

A natureza solitária de Ilías

A forma de pensar da mentalidade de Ilías é um pouco estranha, em termos que não podem ser explicadas de uma forma simples. De acordo com Grande Mestre Sage, desde tenra idade, Ilías foi uma pessoa tranquila e esclarecedora, mostrando maturidade notável para sua idade e conhecimentos sobre como lidar com cada situação. Ao mesmo tempo, ele ainda era bastante desajeitado e ingênuo em muitos cenários do mundo real e, como tal, estava disposto a aprender com seus pares sobre como diferenciar situações. Ilías viveu à distância, observando as pessoas e idéias sem ficar diretamente envolvido para que pudesse entendê-los completamente, embora esta abordagem o impediu de se tornar íntimo com muitas pessoas, no entanto, isso lhe permitiu pensar e agir sem prejudicar ou criar preconceito com o que lidava, em vez avaliar as coisas estritamente em seus próprios méritos. Curiosamente, apesar de sua natureza solitária e seu costume de não falar sobre si mesmo, Ilías involuntariamente ganhou muitos admiradores por sua genuína preocupação com os outros, apesar de sua natureza passiva. Ele sempre iria pensar sobre os Cavaleiros e as origens do Santuário de Atena, sendo que por esta razão, ele nunca se tornou arrogante sobre suas próprias habilidades ou realizações; na realidade, sua humildade se refletia na maioria das opiniões ou declarações que fez ao qual eram geralmente bem embasadas, vendo sempre o verdadeiro cerne da situação que encarava, bem como tinha imenso respeito por seus superiores.
Regulus e ilias ligação com a natureza.png

A ligação de Ilías com a natureza ao qual seria herdada por seu filho, Regulus

Ilías também se destacava por sua forte ligação com a natureza, bem como um extremo respeito e dedicação a vida que ela produzia, como os animais, as plantas e até mesmo o vento, sendo tal seu comprometimento com a natureza que manteve o costume de se isolar nas florestas e meditar a fim de se manter em comunhão com ela, o que o fez adquirir a habilidade de ouvi-la e, aparentemente, conquistar os sentimentos românticos da ninfa Arkhes, ao qual iria corresponder. Tal ligação com a Terra, além de sua natureza pacifista e seu comprometimento em ser um Cavaleiro exemplar treinando incansavelmente para melhorar a si mesmo o mais rápido que pôde e se submeteu a todos os inconvenientes sem reclamar pelo simples motivação de ser útil aos outros (ao ponto de esconder sua doença de todos) o faziam ser aquele que seguia e se dedicava mais fielmente a Vontade de Atena. Na realidade, sua visão sobre a vontade de sua deusa em conjunto com seu comprometimento em proteger as crianças com a crença de que eles carregam os sonhos e esperanças para as novas gerações, incentivando-os também a considerar cada um como parte de uma grande família e que devem sempre olhar para o outro. Como Cavaleiro de Ouro, seu trabalho era proteger isso a qualquer custo, mesmo que lhe custasse sua vida. Esta sua filosofia ficaria conhecida como "Ideal das Sementes", ao qual se tornaria uma pedra angular nos ensinamentos de outros dourados jovens de sua época mesmo após sua morte.

Ilías preocupação com Sísifo.png

Ilías preocupado com o futuro de Sísifo como Cavaleiro de Sagitário

Todavia, apesar de todo seu comprometimento como Cavaleiro, sua vida extremamente ativa como tal o fez ter muito pouco tempo com seu irmão menor, Sísifo, algo que o fazia ser visto por si mesmo como um hipócrita em sua própria crença, pois havia ignorado totalmente o fato de preservar os laços que tinha com seu irmão, que sempre vivera em sua sombra. Isso, combinado com sua doença pulmonar que estava minando sua vida, fez com que Ilías tivesse como uma de suas últimas metas conseguir reparar o caminho que sem querer impôs a seu irmão, o enviando indiretamente para a busca dos manuscritos de Delfos a fim de que ele conseguisse superar seus conflitos internos para adquirir um real comprometimento como Cavaleiro de Sagitário bem como saber se ele era capaz de feri-lo em um combate, se conformando por sua vez com a idéia de que mesmo que Sísifo não alcançasse seu poder, ele ainda poderia defender o Santuário durante a Guerra Santa contra Hades com o que já detinha. Sua honradez também o fez jurar que regressaria para lutar, mesmo que fosse de uma forma diferente. No entanto, mesmo após ter se reconciliado devidamente com Sísifo, foi mostrado que o amor de Ilías com Arkhes também era dividido entre sua devoção para com o Santuário e seus pontos de vista de como o comprometimento de um Cavaleiro devia. Isto foi visto a partir de sua hesitação inicial com a idéia de ter uma descendência direta, temendo que ele apenas herdaria seus desejos e fardos. Tal opinião acabou sendo refutada pelos argumentos de Arkhes que o convenceram a ter um filho com ela, Regulus, uma vez que percebeu seria através dele que poderia continuar a lutar.

Ilías cuidado com o jovem Regulus.png

O cuidado de Ilías com seu filho

No entanto, após a morte de Arkhes e durante seu exílio isolado em uma floresta para passar seus últimos dias e sua doença entrando em terminal, Ilías mudou radicalmente, tendo como seu único objetivo cuidar e ensinar tudo que sabia a seu filho, indo ao ponto de não quer mais se envolver na Guerra Santa, algo que deixa Hasgard de Touro preocupante. Ele só reviveria sua vontade de lutar quando o Juiz do Inferno, Radamanthys ameaçou a vida de seu filho, conseguindo antes de morrer ganhar até o reconhecimento do espectro por sua determinação e força de vontade apesar de sua condição.

Aparência

Ilias aparência cheia.png

Ilías de Leão

Ilías era um homem alto, de constituição física desenvolvida e imponente, de pele branca, de cabelos castanhos louros claros desbotados curtos e olhos azuis claros. Sua expressão na maioria das vezes é sério e pensativo, muitas vezes estóica. Enquanto trajava a Armadura de Leão, ele usava uma calça azul e, as vezes, um grande poncho com detalhes nas barras que cobre a maior parte de seu corpo superior e inferior, bem como seus braços. Tal poncho era usado para cobrir sua tosse com sangue a fim de ocultar o fato que sofria de tuberculose. Em sua mão direita, ele costumava segurar o colar lhe dado por Arkhes que seria legado a seu filho futuramente.

No momento em que ele estava em exílio do Santuário e se tornou pai, Ilías havia deixado sua barba crescer e seu cabelo alcançou a altura dos ombros. Nesta ocasião, ele usava uma longa capa que envolvia a maior parte de seu corpo bem como ataduras envolvendo seu pescoço, braços, antebraços e joelhos. Ilías também não usava camisa e ficava descalço, vestindo apenas uma calça desgasta. Na época que Hasgard veio em sua busca, ele teve sua barba e cabelo cortados por seu filho.

História

Pouco se sabe sobre o passado de Ilías. Aparentemente, ele viveu no Santuário desde pequeno sob a supervisão do Grande Mestre Sage, sendo que ainda em tenra idade, Ilías se destacou por seu talento inigualável dentre os jovens recrutas. Todavia, apesar de sua proeza, fora notado que ele também era muito desajeitado em resolver situações complexas que envolviam a si mesmo, característica que carregou até a idade adulta.

Vida como Cavaleiro de Leão

Ilias de Leão.png

A fama de Ilías como Cavaleiro de Leão

Posteriormente, Ilías fora nomeado a Cavaleiro de Ouro de Leão, sendo um dos primeiros Cavaleiros de Ouro de sua geração e com o tempo passaria a ser respeitado em todo o Santuário, sendo que em seu caso em especifico, na altura de sua vida adulta, por seus feitos e atos heróicos que superavam os demais Cavaleiros de Ouro de sua geração, ele passaria a ser visto e adorado como um herói por todos seus pares e um exemplo para os recrutas jovens do Santuário. Fora provável que em algum momento desta época de seu auge que ele contraiu tuberculose e escondera isso de todos. Ele também parece ter conhecido Krest de Aquário em algum momento neste período. Sua ligação única com a mãe-natureza também lhe rendeu conhecer, aparentemente, a ninfa de Delfos, Arkhes, ao qual ambos iriam se apaixonar um pelo outro, só que devido as responsabilidades que detinham, eles não poderiam ficar juntos.

Em algum momento desconhecido, enquanto meditava no topo de uma colina, Ilías é interrompido pela chegada de Sage que estava acompanhado por um jovem. O Grande Mestre então o informa que o garoto, Sísifo, passará a ficar sob seus cuidados e em seguida lhe revela que o mesmo era seu meio-irmão para surpresa de ambos. Ilías então observa diligentemente quando Sísifo se curva e lhe diz que esta ali para realizar seus sonhos.

Rebelião do Santuário

Quando um incêndio causado por traidores e alguns Cavaleiros Negros acomete a área da residência do soldados no exterior do Santuário, Ilías salva Sísifo e outro jovem dos escombros do teto de uma residência que ia cair sobre eles. O Cavaleiro então elogia seu irmão por sua coragem e pede para que proteja seus outros amigos, ordenando em seguida para que partam dali.

Rebelião de Zaphiri

Ilia impede Zaphri.png

Ilías impede Zaphiri

Quando Zaphiri de Escorpião se rebelou contra as ordens do Santuário e partiu em direção a Bluegraad, Ilías fora contatado por Krest para interceptar o Cavaleiro antes que libertasse Poseidon acidentalmente.

Seguindo o cheiro de sangue, Ilías chega no momento que Zaphiri e Rugonis de Peixes lutavam e estavam para colidir suas técnicas. Interrompendo os golpes de ambos usando apenas a força da natureza, ele ordena que a luta cesse como Zaphiri já havia decidido morrer quando aplicou em si mesmo 15 Agulhas Escarlates. Após o moribundo declamar sobre querer proteger o mundo a sua maneira e morrer, Ilías comenta que embora as ações do Escorpião estavam erradas, seu desejo em proteger a Terra era real e incentiva Rugonis, totalmente abismado pelo que testemunhou, a tocá-lo, uma vez que sua condição não traria mais riscos a Zaphiri. Quando então o pisciano abraça o corpo do Cavaleiro caído se perguntando o por que deles perderem companheiros daquela forma, um cosmo gigantesco e frio subitamente surge, fazendo por sua vez nevar no local, revelando ser ninguém menos que a projeção astral de Krest, ao qual Ilías recebe se ajoelhando.

Após Krest o agradecer por seu auxilio e isolar o corpo de Zaphiri em um esquife de gelo e ordenar que os Cavaleiros de Ouro o levassem de volta ao Santuário a fim de que refrescassem a memória de Sage sobre o que ocorrera ali ser igual a última Guerra Santa no século XVI, quando Rugonis pede para que o aquariano revelasse o que havia acontecido de tão terrível para que ninguém os contasse a história a fim de que a morte do escorpiano não tenha sido em vão e o mesmo se recusa, Ilías permanece observando diligentemente. É então que repentinamente surge a projeção astral de Hakurei de Altar, que decide revelar a história para ambos de forma que assim a retransmitisse para as gerações posteriores e evitassem que aquilo ocorresse novamente.

O teste de Sísifo, Aspros e Hasgard

Ilias vs centauros.png

Ilías enfrenta os Centauros

Quando o Grande Mestre Sage ordenou que Sísifo e os jovens Aspros e Hasgard, aspirantes a Cavaleiros de Ouro de Gêmeos e Touro respectivamente, vigiassem uma aldeia que poderia ser alvo de um possível ataque até que Ilías chegasse, Sísifo e Hasgard acabam desobedecendo a ordem para defenderem os aldeões contra o ataque de uma horda de Centauros. Ao chegar no ponto de encontro, Ilías encontra apenas Aspros que lhe relata o ocorrido e ambos partem atrás dos jovens aspirantes.

Quando Sísifo e Hasgard estavam para ser executados pelo Espectro que liderava o bando de centauros, Ilías chega na última hora e derrota todos de uma só vez. Passado o perigo enquanto segurava Hasgard inconsciente, ao ver seu irmão ferido que estava sendo amparado por Aspros, o Cavaleiro tristemente observa o quão seu irmão ainda era incapaz de ouvir a natureza.

Ilías observa Sísifo treinando.png

Ilías observa Sísifo treinando

Passado alguns dias após o incidente com os centauros, Ilías observa Sísifo treinando arco e flecha, sendo que quando o mesmo acerta o centro do alvo e ainda perfura três folhas, o leonino expressa que seu irmão ainda não pode ouvir o vento. Ao ver Sísifo irritado por não entender e achar que aquilo estava relacionada a sua última missão, Ilías o desafia a atirar uma flecha com os olhos fechados e sem segurar o arco. Vendo que Sísifo não conseguia, Ilías consegue acertar o alvo com o arco e flecha sem se mover de onde estava, assustando seu irmão no processo. Explicando que o que acabara de fazer tinha unicamente haver com a natureza e percebendo que Sísifo ainda não havia entendido devido seu conflito de emoções internas, ele então pede que seu irmão consiga encontrar seu próprio caminho ao se tornar o próximo Cavaleiro de Sagitário, pois assim conseguirá que a natureza o obedeça. Notando que seu irmão ainda achava que ele estava pedindo para imitá-lo, Ilías novamente pede para que Sísifo escute a natureza e assim conseguirá se tornar o mais forte Cavaleiro de todos.
Ilías conversa com Arkhes (cervo).png

Ilías conversa com Arkhes (cervo)

Algum momento depois que Sísifo parte dali, um cervo controlado pela mente de Arkhes se aproxima de Ilías e menciona o quanto de problemas que seu irmão causava devido a dificuldade de ler suas emoções. O Cavaleiro então argumenta que ela não pode julgá-lo, mas ainda se preocupa que sua incapacidade de ouvir a natureza possa prejudicar suas habilidades futuras. Arkhes então o consola ao dizer que previu que Sísifo se tornará um poderoso Cavaleiro no futuro, embora ela também vê que as trevas podem acometê-lo, algo que deixa Ilías silencioso. Ela então pede que Ilías vá a seu templo mais uma vez caso tenha alguma pergunta e, em seguida, o cervo vai embora.

Promoção e primeira missão de Sísifo

Sage primeira missao Sisifo.png

Ilías observa Sage que envia Sísifo em sua primeira missão

Cerca de um ano depois, Ilías assiste a prova de Sísifo para obter a Armadura de Sagitário que consistia de que o jovem deveria ao menos acertar um golpe em Rugonis para ser merecedor dela. Ele então assistiu a todo o confronto que terminou com a conquista de Sísifo em se tornar um novo Cavaleiro de Ouro, embora assim como o Grande Mestre Sage, ele tenha notado que o jovem hesitou durante a batalha. Ilias então pede a Sage que o deixe ver o Oráculo de Delfos afim de que pudesse cuidar dessa questão por si só.

Mais tarde, Sage, acompanhado por Ilias, convoca Sísifo a Sala do Grande Mestre, onde lhe informa sobre os poderes dos manuscritos de Delfos e dá a missão do jovem de solicitá-los pelas Pitias afim de que pudessem auxiliar na nova Guerra Santa que viria. Após a saída do jovem, Sage e Ilias conversam sobre a decisão tomada, sendo que ele revela já saber do estado de saúde do Cavaleiro de Leão, relembrando então de quando o mesmo era jovem e entendo os motivos dele se preocupar com seu irmão mais novo antes que o pouco tempo que tem se esgote. Ao tossir sangue e Sage dizer o quão triste era o destino dele em acabar daquele jeito, Ilías refuta seu comentário dizendo que faria o que pudesse para ajudar o Santuário na Guerra Santa que viria e embora saiba que ele e seu irmão sejam muito diferentes, faria o que pudesse para que Sísifo encontre seu próprio caminho.

Ilías ataca Sísifo.png

Ilías ataca Sísifo

Posteriormente, após Sísifo conseguir superar as ilusões criadas por Arkhes ao conseguir escutar a natureza, Ilías decide aparecer para seu irmão, revelando ter visto tudo o que ocorrera e ficando satisfeito que Sísifo tenha conseguido ouvir o vento. Ele então pergunta se seu irmão estaria disposto a deixar o Santuário e ficar longe da Guerra Santa, algo que deixa Sísifo chocado. Explicando melhor sua proposta, Ilías revela saber dos temores de seu irmão que o estão corroendo e podem prejudicar o Santuário, sendo este o principal motivo de sua incapacidade de ouvir a natureza. Ele então oferece a Sísifo para acompanhá-lo para longe de tudo, pois só assim conseguiria se tornar igual a si mesmo e se libertar do mundo dos homens. Ao ver seu irmão se recusar e se preparar para atacá-lo o julgando como uma ilusão, Ilías o ataca rapidamente e o subjuga com facilidade.

Observando que seu irmão havia melhorado dado que suportou seu ataque com poucas escoriações, Ilías lamenta que Sísifo não possa ver as coisas como ele, algo que deixa o sagitariano sem entender. Explicando então que viu o futuro terrível que seu irmão passaria por se deixar corromper pelo mundo dos homens, Ilías decide que irá matar Sísifo e levá-lo de volta a terra caso escolha proteger o Santuário, sendo que em seguida, convocando o poder da natureza, ele conjura sua técnica máxima que devasta toda a floresta do vale em uma imensa resplandecência e lança Sísifo próximo a morada das Pitias.

Ilías é atingido por Sísifo.png

Ilías é atingido por Sísifo

Chegando ao lugar, ao ouvir a promessa de Sísifo de retornar ao Santuário, Ilías o critica por sua falta de senso, como tal comprometimento irá roubar sua liberdade pelo resto da vida. Vendo a determinação de seu irmão em querer lutar por aqueles que ama e não mais querer imitá-lo, ao ser envolvido pelo turbilhão da técnica do mesmo, Ilías se move sem ser ferido e se pergunta se esta é toda a força que pode empregar, o deixando por sua vez assombrado. O Cavaleiro de Leão então parabeniza seu irmão por seu poder e decide utilizar o seu também ao máximo, convocando em seguida seu Oitavo Sentido, que facilmente oblitera a técnica de Sísifo e o deixa em estado de temor. Ele então passa a provocar o sagitariano para lutar com seu máximo a fim de provar que pode alcançá-lo e assim sentir a voz da natureza, sendo que ao ver nos olhos de Sísifo a determinação digna dos Cavaleiros de Sagitário, ele abaixa sua guarda feliz, permitindo que seu irmão o acerte no rosto e por sua vez veja seu sangue encoberto pela gola de sua capa.

Quando então Sísifo o questiona sobre o que fora todo esse confronto, Ilías revela seu estado de saúde e seu plano de fazê-lo seguir seu próprio caminho, ficando satisfeito que agora poderia ir embora sem nenhum arrependimento. Vendo Sísifo começar a chorar, Ilías explica que precisa ir para algum lugar longe dos murmúrios dos homens como sua doença irá corroer seu corpo, mas que o legado de seu poder e visão devem permanecer protegendo o Santuário. Ele então diz que embora nunca tenha tido a intenção de deixar a Guerra Santa, promete que retornará de alguma forma para lutar. Finalmente tendo se conciliado com seu irmão, Arkhes aparece e Ilías agradece por lhe ceder as Pedras Sagradas das Pitias que lhe permitiram lutar próximo a seu poder total. Ele então observa diligentemente a ninfa entregar os manuscritos e incentivar Sísifo a encarar seu futuro sem medo, como ele também será luminoso. Antes do sagitariano partir, Ilías diz que irá esperar por seu irmão até que regresse dos confins da terra, ficando por sua vez satisfeito quando Sísifo promete que até seu retorno irá proteger o Santuário com seus amigos.

Ilias e Arkhes decidem ficar juntos.png

Ilias e Arkhes decidem ficar juntos

Já de noite enquanto observam a paisagem, Ilías conversa com Arkhes, onde ao ser questionado sobre a idéia de ter um filho com ela, o mesmo acha inadequado dado que os laços com seu irmão já eram mais que o suficientes para ele, uma vez que caso ambos tenham mesmo um, o dito acabará por herdar seus desejos e sofrerá por isso. Arkhes então rejeita essa argumentação, dizendo que é natural que os filhos herdem os desejos dos pais e, mesmo que sofra, saberá em seu coração que ambos estarão sempre com ele ainda que conviveram por pouco tempo. Ela então conclui que ambos devem ter fé na alegria dele, para que assim, tenha consciência de que isso se deveu ao fato de ambos terem decidido ficarem finalmente juntos.

Exílio

Ilías no inicio de seu exílio.png

Ilías no inicio de seu exílio com seu filho recém nascido

Posteriormente, Ilías e Arkhes teriam um filho ao qual lhe deram o nome de Regulus. No entanto, quando a ninfa morrera misteriosamente, Ilías se isolou numa região florestal próxima a uma vila para que pudesse se dedicar exclusivamente a cuidar e ensinar seu filho recém nascido, bem como encontrar a perfeita comunhão harmoniosa com a natureza, uma vez que sua doença se agravou a ponto de impedi-lo de lutar. Enquanto baseado ali, Ilías sábia que sua presença poderia atrair a atenção dos servos de Hades um dia e alertou os aldeões sobre o perigo que viria. Em algum momento nesta época, a natureza iria informar Ilías que sua vida seria tirada por um espectro.

Invasão de Radamanthys

Ilías em exílio com seu filho.png

Ilías com Regulus como criança

Cerca de dez anos depois de seu exílio, quando Regulus tentou a pegar sua própria comida e não consegue, Ilías aparece e explica que a vida do peixe ainda não tinha acabado. Todavia, vendo a insistência de filho de querer comer, ele decide conversar com peixe e ao pedir que saia do rio, dois saem por sua vez para grande surpresa de Regulus, que pergunta para quem seria o outro peixe, dado que Ilías era vegetariano. O cavaleiro então responde que a terra lhe informou que um convidado de longe se aproximava dali e que deviam esperá-lo.

Com a chegada da noite, Hasgard, agora um Cavaleiro de Ouro ativo, aparece, sendo que enquanto conversavam, o taurino se surpreende por Ilías ter tido um filho. Hasgard então explica que o Santuário precisava dele, pois agora que Atena fora encontrada, os Espectros de Hades começaram a aparecer, entretanto, Ilías foge do assunto, algo que incomoda o taurino que decide que, mesmo pela força, vai levar o Cavaleiro de Leão com ele. Só que para sua surpresa, Regulus intervém dizendo que seu pai não tem feito nada de errado e que devia respeitar sua decisão, fazendo com Hasgard pare seu ataque, mas adverte que não vai embora até Ilías retornar ao Santuário.

Ilías derrota Zero e os espectros.png

Ilías derrota Zero e os espectros

Na manhã seguinte, Ilías se prepara para voltar a ser um guerreiro ainda que muito doente e através do contato com a natureza, fica consciente de que o inimigo estava se aproximando, incluindo o homem que iria acabar com sua vida. Ao então informar a aproximação dos espectros na região e evacuar os aldeões, Ilías pede para Hasgard levar junto Regulus enquanto ganha tempo para eles fugirem ficando na vila. Quando enfim os soldados rasos de Hades, liderados por Zeros de Frog aparecem e revelam seu plano de tornar a vila uma morada para os espectros, Ilías de início apenas se senta em posição de Lótus e Zeros não hesita em atacá-lo, dizendo querer eliminar todos os aldeões, não importando sendo idosos, crianças ou adultos. Entretanto, Ilías rapidamente defende o ataque com um olhar e os derrota facilmente junto com o resto de sua corja.
Radamanthys sobrepuja Ilías.png

Ilías é oprimido por Radamanthys

Percebendo logo a presença do cosmo de Radamanthys de Wyvern, um dos três Juízes do Inferno, com a aparição do espectro e ficando incomodado pelos chifres da sapuri de Wyvern, até comentando que elas eram sangrentas, faz com que o espectro retruque ao confirmar a teoria do leão de ouro do qual prometeu que iria matá-lo. Radamanthys então ataca Ilías, o ferindo fortemente e questiona o fato de Ilías estar doente e o que ele estava pensando quando foi enfrentá-lo. É desconhecido o que aconteceu com o resto da batalha dentre eles.

Ilias é mortalmente ferido por Radamanthys.png

Ilias é derrotado e mortalmente ferido por Radamanthys

Quando Regulus inesperadamente aparece após ter fugido das vistas de Hasgard que enfrentava Valentine de Harpia, ele testemunha seu pai sendo quase morto por Radamanthys. Ilías então diz ao espectro que apesar de ser uma estrela velha e que morreria, outras estrelas nasceriam para continuar seu legado. Quando o espectro percebe a presença da criança e decide matá-lo com sua técnica, Ilias o segura dizendo que não vai deixá-lo ferir seu filho e aplica seu último ataque em Radamanthys, quebrando os chifres de seu capacete, enquanto a técnica do espectro transpassa o peito do cavaleiro, enfim derrotado.

Após o espectro partir sem fazer mal a seu filho por respeito ao cavaleiro, Ilias diz a Regulus para ir embora e seguir seu próprio destino, mas jura que sempre estará em espírito com seu filho, morrendo em seguida. Seu corpo, posteriormente, seria enterrado por seu filho no topo da colina na orla da floresta onde vivera.

Legado

Regulus e Ilias.png

O maior legado de Ilías: seu filho, Regulus.

É quase impossível questionar os feitos de Ilías sobre o curso do desenvolvimento das mentes dos jovens aspirantes a Cavaleiros no Santuário. Como um dos primeiros e verdadeiros Cavaleiros de Ouro de sua era, ele deixou sua marca na história que seria lembrada para sempre pelos que conheceram. Mesmo seu algoz, Radamanthys, admitiu abertamente que jamais iria esquecê-lo e o reconheceu como o mais poderoso adversário que já enfrentou bem como o único homem capaz de quebrar o chifre de sua Sapuris.

Sua morte fora considerada em todo o Santuário como uma perda irreparável a suas forças justamente quando a Guerra Santa contra Hades estava para eclodir. A queda em batalha de Ilías também deixou uma forte marca moral em Hasgard de Touro que passaria a dedicar sua vida exclusivamente a zelar e proteger a próxima geração, apesar de ficar difamado por muito tempo devido sua falha em não ter sido capaz de trazer o leonino de volta ao exército de Atena.

O maior legado que Ilías deixou fora seu filho, Regulus, sendo que seu papel o instruindo e moldando fariam com que o jovem almejasse seguir os mesmos passos que ele. O jovem, em última análise, cumprira o desejo de Ilías em honrar sua memória, assumindo seu lugar como o próximo Cavaleiro de Leão e lutando na Guerra Santa, se tornando um dos principais fatores que garantiram a vitória de Atena sobre o Imperador do Mundo dos Mortos. Regulus também vingaria seu pai ao ser o fator crucial na derrota de Radamanthys, embora também ao custo de sua vida.

Outra legado que Ilías deixaria era sua filosofia do Ideal das Sementes, que se tornou cada vez mais comum entre aqueles que eram seus maiores seguidores, como seu irmão, Hasgard e tanto outros cavaleiros anos após sua morte. Com o tempo, até mesmo seu filho mostrou demonstrar devoção ao ideal, como Grande Mestre Sage e até Sísifo alegou que a dedicação de Regulus para com o Santuário foi ainda maior do que a de Ilías.

Habilidades de Luta

Ilías poder lendário.png

O poder lendário de Ilías perante Sísifo

Ilías era famoso como o Cavaleiro mais forte de sua época em todo o Santuário de Atena, sendo reputado como o maior herói de todo o exército e, muito provavelmente, o mais poderoso Cavaleiro de Leão que já viveu desde os tempos mitológicos. Sua força em seu auge fora tão lendária que até outros Cavaleiros de Ouro de sua geração se assombravam com seus poderes no campo de batalha. Mesmo após afligido por sua doença e ter suas capacidades reduzidas, o Grande Mestre Sage alegou que a proeza de Ilías ainda precisava ser compensada, como nenhum dos demais jovens subsequentes conseguiam se equiparar a ele. Sísifo de Sagitário, seu meio-irmão e futuramente um dos mais fortes guerreiros de Atena, admitiu abertamente inferioridade para com Ilías desde sua juventude quando o enfrentou em seu teste, e mesmo com o Cavaleiro não lutando realmente a sério, ele nunca poderia verdadeiramente derrotá-lo. Na realidade, mesmo perto da morte, Ilías ainda era visto como uma ameaça para os planos dos Espectros de Hades e precisava ser eliminado, todavia, ele ainda era um adversário perigoso, como a vitória de Radamanthys de Wyvern sobre ele foi, em parte, graças ao seu estado de saúde grandemente debilitado, o que causou uma grande deterioração de suas habilidades.

Capacidades

  • Ilias cosmo.png

    O cosmo de Ilías influencia a natureza

    Utilização do Cosmo: Sendo Cavaleiro de Atena, Ilías utiliza o cosmo como sua fonte de energia e por ser da patente de Ouro, ele tem um controle ainda mais refinado que os demais. Em seu caso em especifico, o cosmo de Ilías era quase imensurável em questões de limites, como quando emanado ou incitado, era capaz de cobrir uma extensa área do campo de batalha em questão de segundos e até influenciar as forças da natureza na região, podendo assim facilmente repelir seus adversários quando atacavam fisicamente e até mesmo anular técnicas cósmicas de inferiores até as de mais alto calibre estimuladas pelo Sétimo Sentido, agindo como uma barreira protetora natural quase que absoluta e capaz de deixar seus adversários em estado de temor e terror. Sua ligação sobrenatural com a natureza também lhe garantia, aparentemente, uma reserva praticamente infinita de energia enquanto permanecesse imóvel.
  • Domínio do Sétimo Sentido: Como Cavaleiro de Ouro, Ilías tem o completo controle sobre o Sétimo Sentido, podendo desferir golpes na velocidade da luz e permanecer consciente mesmo se por acaso vier a perder os outros seis sentidos. Em seu caso, seu domínio sobre ele era praticamente absoluto, como nenhum dos demais de sua patente em época ou posteriormente conseguiram se igualar. Ele também possui um conhecimento profundo sobre ele e os alcances que pode possibilitar.
    • Ilías manifestando seu Oitavo Sentido na neveIr para Ilías manifestando seu Oitavo Sentido na neve
    • Ilías manifestando seu Oitavo Sentido na florestaIr para Ilías manifestando seu Oitavo Sentido na floresta
    Domínio do Oitavo Sentido: Ilías era o único Cavaleiro do Santuário de sua época que despertara a capacidade de ir até Reino dos Mortos sem estar sujeito as leis da morte. Seu domínio sobre ele mostrou ser extremamente pleno como poderia fundir seu cosmo com a natureza para dar-lhe o controle do meio ambiente em sua volta, como as florestas, o vento, a terra, o gelo e a neve. Na verdade, uma simples emanação do cosmo de Ilías com seu Oitavo Sentido poderia criar enormes ondas de choque capazes de obliterar totalmente o cosmo de Zaphiri de Escorpião, Rugonis de Peixes e Sísifo de Sagitário em ocasiões separadas, bem como também de bloquear e anular as técnicas deles, apesar de estar no seu epicentro delas. Em todos os casos, ao manifestar seu poder, a imagem de um grande leão rugindo surge e toma conta da paisagem.
  • Ilías onipresença da natureza.png

    A onipresença de Ilías na natureza

    Controle sobre a Mãe Natureza: Desde jovem, Ilías se destacou entre seus pares por sua ligação sobrenatural e controle absoluto com a natureza ao seu redor, além de se comunicar com suas forças, o que o torna diferente de todos os demais Cavaleiros de Leão antecessores conhecidos. Sua jurisdição sobre esta província concedeu-lhe uma vasta gama de habilidades e atributos que lhe fizeram ser conhecido como "Aquele que ouve a Terra": controlar o vento ao ponto de atirar com um arco e flecha sem ao menos se mexer de seu lugar; comunicar se com os animais como quando fez os peixes do qual seu filho, Regulus, tentava pescar magicamente, aparecerem de bom grado em suas mãos; consciência de tudo que ocorre na Terra como evidenciado ao saber a localização exata de qualquer objeto ou ser no universo, como por exemplo, saber quando uma estrela se apagou ou antecipar a chegada de Hasgard de Touro e dos espectros, podendo até discernir seus cosmos ao qual afirmou que "feriam as árvores e o ciclo da vida"; e o dom da precognição, sendo capaz de prever os eventos que estão prestes a acontecer. Ao morrer, segundo a alma de Sísifo, Ilías se fundiu á natureza, adquirindo assim a onipresença.
  • Ilías durabilidade desumana.png

    Ilías anda incólume no epicentro do Impulso de Luminoso de Quíron de Sísifo

    Aptidão física: Ilías demonstrou um altíssimo grau de habilidades em combate físico, sendo capaz de bloquear facilmente vários ataques onidirecionais e lutar com múltiplos inimigos ao mesmo tempo. Sua velocidade também fora dita como absoluta, podendo atacar e anular os ataques de seus adversários antes que sequer notassem sua movimentação. Ele também pareceu ter uma resistência e durabilidade desumana, capaz de se mover incólume no epicentro das técnicas de seus adversários sem sofrer nenhum arranhão. Ilías também possuía igualmente uma força titânica, sendo capaz de danificar armaduras de ouro e até ferir a energia vital delas com sua técnica máxima, e enquanto em seu estado imóvel, aparentemente, não mostrou necessidade de nenhum alimento ou sono, como ele poderia passar incontáveis dias meditando sem descanso. Mesmo em fase terminal de sua doença, Ilías ainda poderia vencer um esquadrão de Espectros de Hades com apenas um ataque e ainda se manter lutando contra o Juiz do Inferno, Radamanthys de Wyvern, onde mesmo extremamente ferido, fora capaz de quebrar o chifre de sua Sapuris antes que seu corpo entrasse em colapso.
  • Ilias em posição de Lótus.png

    Ilias em posição de Lótus

    Estilo de Luta: Ilías utiliza investidas poderosas e rápidas por se mover além da velocidade da luz. Por possuir maestria na manipulação do cosmo, ele pode também lançar rajadas de energia capazes de abater qualquer adversário desprevenido. Ele também poderia lutar usando a natureza a fim de enfrentar múltiplos inimigos. Semelhante aos Cavaleiros de Virgem, Ilías demonstrou permanecer sentado no campo de batalha em posição de Lótus, no objetivo de não só alcançar um estado espiritual único e sim se fundir com a natureza, sendo que neste estado de união absoluta com a natureza, ele era capaz atacar múltiplos inimigos com seu Relâmpago de Plasma com apenas um relance de olhar.

Técnicas Especiais

Ilias Cápsula do Poder.png

Cápsula do Poder
((ライトニング・ボルト, Raitoningu Boruto, do inglês Lightning Bolt)

Queimando sua cosmo-energia, Ilías dispara um soco em alta velocidade que corta o ar e abre um espaço na atmosfera. Em seguida, ele atira um raio de alta tensão nessa brecha, uma descarga elétrica que ocorre em ares rarefeitos, o fenômeno de descarga elétrica no vácuo. O golpe lançado pode ultrapassar a velocidade da luz devido a falta da resistência do ar, atingindo o inimigo em cheio.

Ilias RelampagoPlasma.png

Relâmpago de Plasma
(Lightning Plasma)

Ilías com seu o punho, dispara uma infinidade de raios de energia luminosa, centenas de milhares de golpes na velocidade da luz. O golpe se manifesta sob a forma de feixes múltiplos, fulminantes que são disparados na velocidade da luz em todas as direções, formando uma rede de luzes que avançam sobre o inimigo, a vítima recebe uma chuva de golpes de punho que dificulta a sua saída e bloqueio, é difícil de escapar pois os feixes de luz tomam toda a área em que o oponente está. No geral, a técnica é capaz de matar instantaneamente vários adversários ao mesmo tempo e até bloquear investidas de seus adversários. Ilías também é capaz de usar uma variante dela enquanto permanece imóvel em posição de Lótus.

RELÂMPAGO DA COROA.png

Coroa Relâmpago
(Lightning Crown)
Ilías expande sua cosmo-energia, englobando uma grande área, gerando uma onda destrutiva que comprime o adversário e o lança violentamente com a onda de impacto subsequente. Também consiste em cortar a fonte de poder do oponente, sendo que a mesma foi capaz de ferir diretamente a vida da armadura de Sagitário e até danificá-la. Esta técnica pode ser usada também para se defender contra ataques de entrada, para atacar seus inimigos ou paralisar alvos.

Referências Bibliográficas e Notas

  1. The Lost Canvas # 22
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 The Lost Canvas - Enciclopédia
  3. Seus trejeitos, personalidade e ligação com a natureza deixam implícito que Kaiser é sua contrapartida na versão de Kurumada em ND.

Classificação

Patentes conhecidas
Antecedido por
Desconhecido
Cavaleiro de Leão Sucedido por
Regulus

Navegação

Cavaleiros de Atena
Deus
Grandes Mestres
Cavaleiros e Amazonas de Ouro
Cavaleiros e Amazonas de Prata
Cavaleiros e Amazonas de Bronze
Cavaleiros e Amazonas de Patente Desconhecida
Cavaleiros e Amazonas de Aço
Cavaleiros e Amazonas sem Constelação
Soldados, Aprendizes e Subordinados

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória