FANDOM



Krest (クレスト Kuresuto?) foi uma figura lendária dentre os Cavaleiros de Ouro de Aquário que serviu o Santuário de Atena ativamente por mais de 500 anos. Antes de se aposentar de sua vida como Cavaleiro, ele fora o responsável por convencer Kardia a se tornar um Cavaleiro e, mais tarde, seria o mestre de Dégel, que viria a ser seu sucessor. Ao ir para França, enquanto acreditava-se que Krest tinha desaparecido, na verdade, após tantos séculos de guerras incessantes o deixarem desiludido com o mundo, ele decidiu querer substituí-lo por um novo. Abandonando então sua vida anterior, Krest se uniu a Garnet de Vouivre durante o século XVIII, fazendo parte de seu grupo como o líder dos Jóias sob o nome de Koh-i-Noor (光の山コー•イー•ヌール Ko-ī-Nuru?) a fim de alcançar sua nova meta. Porém, devido suas dúvidas sobre se seu pragmatismo era correto diante do idealismo de Atena, Krest decidiu colocar a prova seu discípulo Dégel a fim de, através de suas ações, obter uma "resposta" sobre seu dogma, acabando por sua vez reafirmando sua crença de Cavaleiro antes de morrer levando sua musa com ele.

Etimologia

  • 光の山 (geralmente lido como Hikari no yama) vem do japonês "montanha de luz". A leitura コー•イー•ヌール (Ko-ī-Nuru) transcreve o termo persa Koh-i-Noor, que também significa "montanha de luz". Koh-i-Noor é também o nome dado a um dos diamantes mais famosos do mundo, que é uma das jóias da coroa britânica. De acordo com a lenda, o diamante traz azar (e mesmo a morte) aos homens que o possuem, sendo inofensivo (ou mesmo trazendo sorte) às mulheres.
  • クレスト (Kuresuto) é a transcrição japonesa do termo russo крест, que significa "cruz". Tal objeto é tido como um dos símbolos mais antigos da humanidade, e é um símbolo de muitas culturas e religiões. A sua aparência muitas vezes tem representado os quatro elementos da antiguidade, os quatro pontos cardeais, ou mesmo a união dos conceitos da divindade e do mundo. A escolha desse nome para o personagem parece fazer referência as diversas temáticas cristãs que rodeiam Hyoga de Cisne, cujo mestre, Camus, também fora Cavaleiro de Aquário. Ambos também compartilham de filosofias semelhantes que visam tornar seus discípulos menos propensos aos sentimentos e mais racionais durante o combate.
    • Além disso, o "Cygnus" (Cisne) é uma constelação do hemisfério norte que atravessa a Via Láctea. O arranjo das principais estrelas é também conhecido como a "Cruz do Norte" , em contraste com a do sul da constelação do Cruzeiro do Sul.

Características

Personalidade

Krest obstinação

O desejo de Krest em ser tratado como adulto

Em sua juventude como um recém graduado Cavaleiro de Aquário, Krest fora descrito por seus superiores como um garoto impaciente, destemido, mas imprudente em batalha, visto quando ele quis continuar avançando no fronte na luta final contra os Espectros de Hades, apesar do exército de Atena estar em desvantagem.[3][4] Por ter amadurecido precocemente devido suas participações nos campos de batalhas, Krest se considerava como um adulto e ficava irritado se fosse tratado como uma criança, afirmando que devido as responsabilidades que carregava consigo em vigiar os deuses derrotadas e por sobreviver duas Guerras Santas, ele já havia provado ser merecedor de ser tratado como tal.[5] Na verdade, seu desejo de ser reconhecido como um adulto fora tal que jurou que cumpriria sua missão como Cavaleiro mesmo que custasse sua vida. Em contraste a sua idade, ele também revelou ter uma maturidade e sabedoria precoce.

Krest e Escorpiao--fair--

A sabedoria de Krest sobre a Constelação de Escorpião

Em sua velhice, Krest se tornara muito calmo e recolhido, falando apenas quando sente que serve a um propósito. Ele também era muito respeitado devido seu status lendário, no entanto, o aquariano era um homem muito modesto e admitia abertamente sua inferioridade em questões de força e fé perante a Itia de Libra.[6] Ele também mostrou uma inteligência afiada, sendo capaz de ver a natureza sublinhada de uma situação estranha ou contraditória, como quando congelou gêmeos muvianos em um esquife de gelo, os levou para longe do campo de batalha, pressupondo que alguém os estava observando bem como manipulando um deles.[7] De acordo com Dégel, ele também era um idealista fervoroso da Vontade de Atena e, segundo Kardia, alguém cuja aura fazia com que aqueles ao seu redor se motivassem a se tornar um Cavaleiro. Krest também mostrou não gostar de ver companheiros lutando entre si devido os acontecimentos da Guerra Santa contra Hades no século XVI.[8]

A amizade entre Krest e Itia em especial fora muito forte principalmente por ambos serem os únicos sobreviventes de sua geração e partilharem o sonho de alcançar a Chave para Paz. Ele aparentemente se espelhava e tinha idolatria pelo libriano desde seus tempos como novato, mostrando um brilho no olhar ao vê-lo chegar no campo de batalha e da mesma forma, Krest fora responsável por consolar e incentivar Itia a continuar vivo para garantir o futuro da próxima geração.[4][9] Ele demonstrou se preocupar muito com a vida de seu velho amigo, ficando chocado ao sentir a morte dele, no entanto, ao descobrir que Itia havia realmente traído o Santuário, Krest ficou revoltado e pediu que Atena deixasse que o matasse, embora depois refletiu sobre as ações tomadas pelo libriano e concluiu que ele só tinha medo que sua vida, tal como a dele, fora desperdiçada por ter fé demais na alma dos homens.[10][11][12] Ainda sobre relacionamentos, Krest também mostrou ter uma grande preocupação com a vida de Atena, pois logo após deixar Hakurei e Sage, partiu imediatamente para o Bluegraad a fim de se certificar que ela estava segura e mais tarde fora capaz de abater sem pestanejar os Cavaleiros de Gêmeos, Leão e Escorpião quando os mesmo tentaram atacá-la, apesar de saber que eles estavam sendo controlados pelas Fadas do Submundo.[13][14]

Por causa de sua longa vida, Krest passou a acreditar que a realidade era um "sonho efêmero" com mudanças constantes e que os Cavaleiros estavam lá apenas para permitir que o mundo continue a existir apesar das várias mudanças.[15] Embora não tenha desistido totalmente da Vontade de Atena, Krest se tornou uma pessoa pessimista sobre a natureza humana assim como Itia, acreditando que o ciclo de batalhas entre os homens e os deuses era infinitamente inevitável. Ele também passou a acreditar que a humanidade e o mundo são incapazes de mudarem o que eles eram no passado por causa da influencia própria dos deuses, portanto, Krest chegou a conclusão que para que todos se libertassem de tal destino os homens deviam se livrar dos deuses e ganhar a imortalidade.[16]

Garnet e krest ideal--No--

Krest expondo sua crença aos ideais de Garnet

Após seu primeiro encontro com Garnet, alguém também decepcionado com o destino da raça humana, ao ser atingido pela ideia dela de todos alcançarem a paz sem a presença dos deuses, Krest teve dúvidas e embora compreendesse os sentimentos da mulher, que também havia estendido sua vida, ele decidiu não apoiá-la, permanecendo fiel a Atena.[1] Todavia, com o passar dos anos e sem ver nenhuma real mudança do mundo, Krest acabou se cansando de gastar séculos infrutíferos tentando manter a paz, já que o ciclo de batalhas parecia interminável. Desistindo então de seu idealismo, Krest decidiu se tornar leal a Garnet, ganhando como recompensa um novo objetivo em sua vida.[17] A relação entre ambos também beirava a ser de um casal com sentimentos românticos contidos por causa das muitas semelhanças dentre eles. No entanto, em seu coração, as dúvidas de Krest ainda não tinham se dissipado e continuou a mostrar relutância à ideia de que, a fim de continuar a usar seus poderes para manter a paz, Garnet realmente apenas iria absorver a energia vital das pessoas.[18] Isso em última análise, fez com que ele ainda tentassem provar através das ações de Dégel se o "sonho efêmero" da vontade de Atena era melhor.[19]

Krest e Dégel relação

A relação mestre-discípulo de Krest e Dégel

Entre ele e seu pupilo parecia haver uma especie de respeito e admiração um com o outro, todavia Krest ainda se considerava superior a Dégel, como foi revelado em sua luta contra o mesmo.[1] Ao ter seu reencontro com seu pupilo após anos sem se verem, Dégel notou que Krest se tornara um homem pragmático disposto a usar soluções extremas, como sacrificar vidas inocentes, para conseguir o "bem maior".[20] Esse pragmatismo também se refletiu na forma como eles lutaram, como Krest mostrou uma perfeita compostura contra seu pupilo que fora levado por emoções devido ter de enfrentar seu velho mestre.[21] No entanto, no final do confronto contra Dégel, que provou que a nova geração nunca havia deixado de acreditar na crença de Atena, Krest finalmente se redimiu, admitindo seus erros e percebendo que era apenas uma "relíquia do passado", dizendo a seu aluno a continuar a luta para tornar o "sonho efêmero" de Atena em realidade uma vez que nem ele ou Garnet pertenciam ao mundo atual.[22] Tendo sua crença sobre a Vontade de Atena reafirmada e aceitando seu destino final em permanecer junto a Garnet, ele, em última análise, aceitou permanecer com sua musa em um esquife de gelo para que ficassem juntos pela eternidade.

Aparência

  • Krest trajando sua Armadura de Ouro
  • Krest trajando sua orbe

Krest era um jovem de estatura baixa, de olhos verde-mar e pele branca com cabelos castanhos negros cuja mecha cobria seu olho esquerdo. Quando estava utilizando sua armadura, ele usava calças verde-escura e ocasionalmente uma longa capa branca. Depois de quebrar o estado de seu Misopethamenos e ter seu aspecto juvenil restaurado ao assumir a identidade Koh-Í-Noor, ele passou a trajar sua orbe com shorts escuros curtos e botas negras que cobriam totalmente suas pernas e coxas. Sobre sua orbe, Krest usava um sobretudo branco aberto da cintura para baixo, de gola alta, mangas longas com fronhas e decorado com detalhes em dourados nas mangas e na parte de trás da gola da roupa. Ele também se utilizava de um lenço amarrado em volta do pescoço, sendo que sob ele havia um pino na forma de uma cruz dourada.

Krest velho

Krest em sua velhice

Em sua velhice, ele se tornou extremamente desgastado, encurvado, magro e emaciado, com um longo cabelo despenteado grisalho juntamente com um bigode e barbas que se fundiam em um todo, o que por sua vez fez cobrir quase completamente a tonalidade de seu rosto além de adquirir muitas rugas no rosto e nas mãos. Enquanto sentado nos picos árticos de Bluegraad, Krest frequentemente era visto apenas de calça com ataduras envolvendo seus braços e antebraços. Ao ir viajar para o Santuário, ele usava em conjunto uma grande capa enrolada sobre seu corpo. Com a destruição da pedra Vouivre, a juventude de Krest é retirada, o fazendo voltar gradativamente a sua velhice.

Histórico

Inicio da Vida & Serviço como Cavaleiro de Aquário

Itia e Krest lutando juntos

Krest, Itia e o Cavaleiro de Capricórnio lutando na batalha final contra os espectros de Hades no século XIII

Krest, originalmente, vivia nas terras do norte no século XIII.[Carece de fontes] Em uma idade tenra aos 12 anos, ele se tornara Cavaleiro de Ouro e recebera a Armadura de Aquário, sendo o mais jovem Cavaleiro do exército de Atena no Santuário durante a época da Guerra Santa contra Hades. Em algum momento neste período, ele conheceu Itia de Libra, ao qual se espelharia para alcançar o mesmo patamar e respeito que detinha com todos. Enquanto sua participação em meio as lutas da Guerra Santa seja altamente desconhecido, segundo uma lenda[4], quando a batalha final entre os Cavaleiros de Atena e os Espectros de Hades ocorrera em um extenso campo aberto, Krest estava próximo do Cavaleiro de Capricórnio. Uma vez que os Cavaleiros estavam em desvantagem na batalha e recuavam, Krest avançou sozinho para o fronte do combate, se recusando a deixar passar a oportunidade de matar os Três Juízes do Inferno, que estavam atrás do exército do Submundo. Subitamente, tanto ele quanto os demais Cavaleiros se surpreendem ao verem as Armas de Libra surgirem e destruir em um instante metade dos Espectros no processo. Maravilhado com a chegada de Itia na batalha, o mesmo reuniu todos os Cavaleiros ao seu redor e os liderou para atacarem de uma só vez, obliterando o exército do Imperador do Submundo com a investida conjunta e venceram a guerra, embora em última análise, apenas Krest e Itia sobreviveram ao rescaldo da batalha.

Itia e krest simbolo de amizade

O símbolo de amizade de Krest e Itia

Posteriormente, a lenda conta que algum tempo depois ocorrera outra Guerra Santa, desta vez contra Poseidon e seus generais marinas, onde mais uma vez o exército de Atena saiu vencedor ao final do conflito, no entanto, tanto Krest quanto Itia foram novamente os únicos Cavaleiros a sobreviverem. Logo depois do fim do conflito, um dia após completar 13 anos, Krest fora escolhido por Atena para ser o guardião dos selos que aprisionavam Hades e Poseidon. Recebendo então da deusa o Misopethamenos para prolongar sua vida nos próximos séculos que viriam, ao ir descansar embaixo de um salgueiro na região desolada onde batalharam contra o exército do deus do mar devido aos efeitos que a habilidade causava em seu corpo, Krest tem sua atenção chamada por Itia que se aproximava. Vendo que o mesmo sabia o que Atena lhe deu, o aquariano fala um pouco mais a respeito da técnica.

Após Itia lhe perguntar sua idade, Krest revela que acabara de fazer 13 anos e já se considera adulto. Porém, quando o libriano comenta que ainda o considera uma criança, o aquariano enraive-se e pede para não ser tratado como tal, como já havia dado prova de seu valor. Expondo então sua vontade em cumprir sua missão, ele se surpreende quando Itia se senta ao seu lado e lamenta que o futuro fosse diferente do que havia imaginado, já que não queria que tamanha tarefa recaísse sobre o jovem. Krest então o consola, comparando as decisões que tomaram com as histórias mitológicas sobre a vida e morte ligadas ao salgueiro que estavam sentados, afirmando sem rodeios que juntos encarariam a próxima geração. Comovido com o discurso do garoto, Itia dá um ramo da árvore a Krest, como símbolo de que a amizade de ambos fosse muito longa.

A partir dali, Krest participou de diversas batalhas contra outras ameaças no mundo em sua época tais como os Cavaleiros Negros e Ares com seus berserkers. Após o fim de tantas batalhas, quando Itia é eleito ao cargo de Grande Mestre por seu longo serviço e dedicação, Krest rumou para as terras do norte, próximo a Bluegraad, para que pudesse vigiar o selo que prendia a alma de Poseidon e Hades.

Século XVI

Com a chegada do século XVI, quando Itia adquiriu sob sua tutela os jovens Gateguard, Sage e Hakurei, Krest o auxiliou em suas formações como Cavaleiros.

Conspiração das Fadas

Krest salva Sage e Hakurei--fair

Krest liberta Sage e Hakurei do Esquife de Gelo

Krest, usando uma projeção astral de sim mesmo mais jovem, intervém durante a batalha entre um Sage totalmente dominado pelas Fadas do Submundo contra Hakurei quando estavam para se explodir em suas chamas demoníacas ao congelá-los em um bloco de gelo enquanto em seguida os transporta para os arredores do Santuário. O antigo cavaleiro então libera sua técnica permitindo que o Cavaleiro de Prata revelasse sua estratégia para libertar seu irmão mais novo. Uma vez explicando que decidira agir devido algo de ruim estar acontecendo no Santuário, Hakurei agradece o antigo Cavaleiro de Aquário, libertando em seguida Sage do controle das Fadas.

Quando Krest percebe que a instabilidade que estava acontecendo no Santuário é devido a uma estratégia do Exército de Hades que estão submetendo os Cavaleiros de Ouro a uma lavagem cerebral através das Fadas do Submundo para servir o Imperador do Mundo dos Mortos, ele declara que deviam pensar em uma estratégia e agir rápido antes que o responsável por manipular o canceriano descubra que ambos os muvianos sobreviveram, já que como fora capaz de controlar um Cavaleiro de Ouro, não era um oponente normal. Após ouvir Sage contar como fora sua experiência em ser controlado pelas Fadas, Krest afirma que não podiam deixar que Atena e o Grande Mestre caíssem no controle delas.
Krest Sage Hakurei separam

Krest se separa de Hakurei e Sage

Porém, os três Cavaleiros repentinamente sentem uma explosão de cosmo vinda da Sala do Grande Mestre, ficando chocados e horrorizados ao sentirem o cosmo do líder do Santuário começar a diminuir.

Ao sentir a cosmo energia de Itia desaparecer, Krest fica chocado e começa a lamentar pela morte de seu companheiro de guerras antigas. Quando Hakurei se recompõe e se nega a acreditar que tudo estava perdido, decidindo em seguida que deverão reunir os Cavaleiros que não caíram no controle das Fadas e também tentar libertar aqueles que estão sob seu domínio, mas antes precisam se certificar que Atena estava segura. Krest então se encarregar dessa tarefa como sabe que a deusa fora para Bluegraad. Antes de Sage seguir Hakurei para buscar aliados dentro do Santuário, o aquariano o alerta para se assegurar de usar sua inteligência para refrear a impulsividade do Cavaleiro de Altar a fim de que ele fique a salvo. Como um último lembrete, Krest pede para Sage tirar proveito caso seja necessário, pois isso o salvará de uma situação desesperadora.

Atena prestes a enviar os Cavaleiros ao Santuario

Krest observa Atena enviar os Cavaleiros a Sala do Grande Mestre

De volta ao Santuário, Krest e Atena encontram Sage cuidando de um inconsciente Hakurei junto a Francisca de Touro e dois Cavaleiros de Prata. A deusa então explica que Itia estava por trás da Armadura de Libra, algo confirmado também por Krest após decllarar que ainda sente o resíduo fraco de seu cosmo na área. O traidor que estava controlando a todos era, portanto, o Grande Mestre do Santuário, dado como morto, e Gateguard de Áries estava agindo sobre as ordens dele. Krest então revela sobre sua época e o papel de Itia nela, sentindo se então revoltado pela traição de seu antigo companheiro que ignorou completamente os séculos de sacrifício que ambos deram a favor do mundo.

Quando Krest pede a Atena para confiar a ele a tarefa de acabar com Itia com suas próprias mãos, Hakurei, que finalmente recuperou a consciência, diz que esta tarefa cabe a ele e a seu irmão, Sage. Atena então lhes dá essa missão, desativando temporariamente a barreira de proteção das Doze Casas do Zodíaco e teletransporta os gêmeos, Francisca e os Cavaleiros de Prata até o final das Doze Casas para confrontarem Itia. Krest então se lembra que ele e Itia pensaram certa vez que Sage e Hakurei eram um ideal de harmonia devido serem gêmeos, confiando assim o futuro a eles.

Kret Atena vs Gêmeso Leão Escorpião

Krest e Atena contra os Cavaleiros de Gêmeos, Leão e Escorpião

Ao deixarem o Santuário novamente, Atena e Krest sentem a emanação dos cosmos vindos da Sala do Grande Mestre. Percebendo que Atena não queria partir, Krest assegura que Sage, Hakurei e os demais teriam êxito pois são a nova geração que carregam a esperança. Todavia, quando iriam prosseguir, ambos são barrados pelos Cavaleiros de Gêmeos, Escorpião e Leão, também dominados pelas Fadas do Mundo dos Mortos. O Cavaleiro de Leão os ataca por se recusarem a acompanhá-los, mas tem sua técnica anulada pelo poder de Krest que se põe em posição de combate enquanto repreende-os por tentar atacar Atena que também eleva seu cosmo e revela que sabe que não estão fazendo isso por que querem. Quando os três então se preparam para atacar ao mesmo tempo, Krest, utilizando sua Execução Aurora ampliada pelo cosmo de Atena, os subjuga e destrói as Fadas do Submundo, libertando a mente deles. Neste tempo, ele conversa telepaticamente com Itia, onde reflete sobre suas ações e percebe que concorda um pouco com ele, mas nota que o correto seria realmente confiar na futura geração e não tentar fazer tudo por si só, já que eles viveram muito além do esperado e portanto o que restava era esperar pelo dia que partiriam do mundo para a morte.

Quando Itia lança uma emanação cósmica provinda da Sala do Grande Mestre, Atena e os Cavaleiros de Ouro se surpreendem com esse poder, fazendo Krest pesarosamente afirmar que ele recuperou o poder que possuía no século XIII. Durante o confronto do libriano contra Sage e Hakurei, tanto Krest quanto Atena sentiam tudo que ocorria dentro da Sala do Grande Mestre e com a derrota de Itia, Krest sorri levemente ao sentir que seu antigo amigo havia se redimido antes de morrer. Após a morte de Itia, os muvianos gêmeos e Krest juraram que em memória do libriano nunca mais permitiriam que os Cavaleiros lutassem uns contra os outros.

Guerra Santa contra Hades

Com o inicio oficial da luta contra o Imperador dos Mortos, é desconhecido a maior parte do que aconteceu com Krest durante o percurso do evento, embora até o final dela, apenas ele em conjunto com Sage e Hakurei sobreviveram ao conflito. É dito que o aquariano continuou a dar apoio das sombras para os gêmeos muvianos durante o pós-guerra e antes deles assumirem seus novos postos, Krest se reuniria com eles uma última vez.

Século XVIII

Encontro com Garnet

Krest se encontra com Garnet

Krest ao se reunir com Garnet a primeira vez

Cinquenta e cinco antes da nova Guerra Santa contra Hades começar, Krest conheceu uma mulher chamada Garnet, que tinha em sua posse a lendária pedra Vouivre, ao qual pretendia usar os poderes decorrentes dela para trazer a paz eterna no mundo. Ela então lhe ofereceu um lugar entre suas fileiras oferecendo a mesma técnica que usava para tornar seu corpo imortal. Embora estivesse encantado com sua beleza, voz capaz de controlar as pessoas a fazerem o que queria além de se simpatizar com a ideia e a mulher devido a semelhança dos aspectos de vida quem ambos tinham, Krest se negou a ajudá-la, decidindo permanecer fiel a sua deusa.

Rebelião de Zaphiri

Cerca de 20 anos depois de conhecer Garnet, quando Zaphiri de Escorpião se rebela contra as leis do Santuário e parte para Bluegraad, Sage alerta Krest do perigo do Cavaleiro acidentalmente libertar Poseidon da Ânfora de Atena. Temendo o pior, Krest contata Ilías de Leão e o envia na frente para dar suporte a Rugonis de Peixes.

Hakurei e Krest contam a Ilías e Rugonis a história da última guerra santa

Hakurei e Krest contam a Ilías e Rugonis a história da Conspiração das Fadas

Após a morte de Zaphiri, Krest surge no campo de batalha diante de Ilias e Rugonis, abertamente criticando as ações de Sage e Hakurei resultarem em um confronto entre os próprios Cavaleiros de Ouro. Relembrando o que aconteceu na Conspiração das Fadas durante a última Guerra Santa contra Hades, Krest agradece Ilias por evitar que algo pior acontecesse e, em seguida, após lamentar por não conseguirem salvar Zaphiri, gera um esquife de gelo para preservar o corpo do rapaz e ordena que os Cavaleiros de Ouro o levem a Sage a fim de que corrija seus erros. Ao se preparar para se retirar, Rugonis pede que o aquariano explique se algo igual aconteceu no passado a fim de que a morte do escorpiano não tenha sido em vão, de modo que assim as gerações futuras possam aprender também. Entretanto, Krest se recusa a relembrar do que aconteceu por ser equivalente a um pesadelo e diz que não havia necessidade deles saberem o que havia acontecido.

É então que surge a projeção astral de Hakurei, que diferente dele, quer contar o que de fato aconteceu na época. Após o muviano se ajoelhar implorando para que se recorde do juramento que fizeram após a morte de Itia e que a história auxiliaria os Cavaleiros da nova geração a não penderem para o lado do mal, Krest decide não se opor ao ponto de vista de Hakurei, ouvindo diligente o mesmo revelar o que acontecera no século XVI.

Interlúdio do Escorpião & O novo Aprendiz

Krest encontra Kardia--fair

Krest atende Kardia

Quase quarenta anos depois, Krest, que já estava a um século afastado da Grécia, foi ao Santuário e conhece um jovem que sofria de uma doença cardíaca. Surpreendido pela determinação do jovem de viver plenamente apesar de estar doente e recusando querer viver para sempre, Krest lhe contou um pouco sobre sua própria história e devido ao garoto se assemelhava a Antares da Constelação de Escorpião, ensinou uma técnica para tirar proveito dessa doença e uma motivação para se tornar um Cavaleiro de Atena, oferecendo-lhe o sangue de Atena também. Quando Kardia teve uma febre que colocou seu músculo cardíaco em chamas, Krest seria o responsável de usar seu domínio do gelo para amenizar seus sintomas enquanto estivesse no Santuário.

Dégel como Cavaleiro de Aquário e Krest idoso

Dégel sucede Krest como Cavaleiro de Aquário

Entorno deste tempo ao regressar para Bluegraad, Krest teria muitos estudantes, sendo o que mais se destacou dentre eles fora o jovem Dégel. Em uma das ocasiões do treino, ambos observaram como vários cisnes se encontraram para formar seus ninhos nos picos de gelo eterno, levando velho Cavaleiro contar a seu estudante sobre a transitoriedade da vida bem como ela é fugaz e efêmera. Como tal, devido a tudo um dia ter que morrer que os seres vivos se esforçavam para criar um "laço" com o futuro e por este motivo que existem os Cavaleiros: para proteger esses laços. Posteriormente, Dégel sucederia Krest como Cavaleiro de Aquário.

Após seu aluno assumir seu posto, Krest se aposentaria como Cavaleiro, levando Dégel o substituir em controlar as crises cardíacas de Kardia, agora Cavaleiro de Escorpião, no Santuário.

O nascimento de Koh-Í-Noor & Trama de Garnet

Krest se torna Koh I Noor--fair--

Krest se torna Koh-Í-Noor

Faltando seis anos antes da Guerra Santa começar, devido os ideais de Garnet estarem cada vez mais tomando a sua mente, Krest acabou cedendo aos seus pensamentos e foi para a França, onde agora ela residia. Lá, ele jurou lealdade a sua nova musa, quebrando seu estado de Misophetamenos, restaurando sua juventude a aparência que tinha quando recebera a técnica e se tornou o tornou líder dos Jóias, os leais servos de Garnet. A partir dai ele não mais seria Krest e passaria a ser chamado de "Koh-Í-Noor", deixando também de ser um humano no processo.

Por ter assumido sua nova identidade, Krest foi dado como desaparecido pelo Santuário, como não poderiam saber precisamente o que havia ocorrido como ele depois de sua ida a França. Na verdade, junto com Garnet, Krest estava por trás de estranhos desaparecimentos de pessoas de alto escalão que ocorriam em toda França, onde todas as vítimas de sua senhora que caem no encanto de sua voz tem sua força de vida sugados para sustentá-la.

O teste de Dégel

K Carta--fair--

A carta de Krest para Dégel

Apesar de estar seguindo seu novo ideal, Krest ainda estava indeciso sobre as consequências de sua nova senhora continuar a usar seus poderes para manter a paz através de sua voz angelical, portanto, Garnet fez um acordo com Krest: eles chamariam em sua residência seu aluno, Dégel, para ver até onde o garoto seria capaz de defender o "sonho efêmero" e dar vazão a toda a sua energia em uma luta com seu professor a fim de obter dele uma "resposta". Ele então enviou uma carta com um pedido de ajuda falso a seu aluno, a fim de atraí-lo a festa de aniversário de Garnet.

Krest derruba Dégel

Koh-Í-Noor derruba Dégel

Quando Dégel chega a residencia onde está acontecendo o baile de máscaras junto com Serafina, Koh-Í-Noor junto com os demais Jewels rapidamente dominam e vencem a invasão de Flaille junto com seus soldados, todavia ele ainda não seria reconhecido por seu pupilo. Mais tarde, quando Garnet estava no banho sendo cuidada por Chalcedony, Tourmaline e Cornelian, ele aparece informando a derrota e morte de Flint contra Dégel, se retirando em seguida após sua musa lhe ordenar que vá preparar o "prato principal". Posteriormente, Koh-Í-Noor reencontra seu discípulo investigando o subsolo da residencia, o surpreendendo pelas costas e o repreendendo por ainda não ter compostura, todavia, mais uma vez Dégel não o reconhece, levando-o a mostrar seu poder sobre frio e comentar seu desgosto por seu aluno não ter progredido, revelando em seguida sua identidade agora como fiel seguidor de Garnet. Decepcionado pelo choque de Dégel o fazer esquecer da luta, Krest rapidamente ataca e o derruba com facilidade. Novamente comentando seu desgosto para com Dégel, Krest o provoca para atacá-lo, dado que sabe que seu aluno era mais poderoso do que mostrava. Rebatendo então o circulo de gelo invocado por seu pupilo e o imobilizando ainda mais fortemente, Krest mais uma vez repreende Dégel por hesitar em atacá-lo.

Krest mostra uma mecha de Serafina para Dégel

Krest revela a Dégel que sequestraram Serafina

Após o jovem lhe perguntar o porque dele estar agora contra o Santuário, Krest conta sobre sua vida seguida por séculos de lutas intermináveis o deixar desgostoso com a realidade que os deuses deixaram a humanidade, sua nova convicção para alcançar a paz e o motivo de ter se tornado leal a Garnet que o fizeram cortar todos os laços de sua antiga vida como Cavaleiro de Atena. Terminando então suas explicações, quando se preparava para matar Dégel, Krest é interrompido pela chegada de Chalcedony e Tourmaline que se encarregam de cuidar do Cavaleiro de Ouro, uma vez que Garnet o chamava para seus aposentos. Antes de sair, vendo que Dégel ainda não estava convencido de sua traição, Krest decide provocá-lo ao mostrar uma mecha de cabelo da jovem Serafina, revelando que eles a haviam capturado e que a vida dela estava nas mãos de sua musa, afirmando que isso forçara seu discípulo a enfrentá-lo a fim de que mostre se é capaz de provar que o sonho efêmero da Vontade de Atena pode se realizar.

Krest aprisiona Dégel no escudo de Gelo

Krest aprisiona Dégel no Escudo de Gelo

Após Dégel derrotar os dois guerreiros que interromperam sua luta e descobrir o que Garnet fazia com suas vítimas, ele se encontra com Krest e Garnet no salão de recepção da residencia. Enquanto sua musa canta para atordoar os sentidos de Dégel, ele recepciona seu aluno e pergunta se já havia encontrado sua resposta, só que ao ouvi-lo desprezar os métodos que empregavam nada mais ser do que matar inocentes em nome de uma pessoa, Krest o refuta comparando com o que as Guerras Santas causam na humanidade, o que ele e Garnet fazem é apenas um preço pequeno para o bem maior. Vendo que seu aluno ainda hesitava em atacá-lo, Krest o provoca ainda mais mostrando onde Serafina estava presa e logo em seguida o ataca por não controlar suas emoções. Porém sua investida falha ao ver que Dégel não mais hesitaria. Após o mesmo lhe atacar com a técnica máxima dos Cavaleiros de Aquário, Krest decide responder a altura e conjura a técnica suprema do Zero Absoluto, invocando em seguida uma imensa muralha de gelo que reflete o ataque de volta a seu aluno. Contando então a essência de sua técnica e repreendendo Dégel por sua inexperiência, Krest faz o gelo de sua muralha envolver o aquariano a fim de matá-lo.

Dégel supera o Escudo de Gelo de Krest

Krest se surpreende quando Dégel quebra seu Escudo de Gelo

Desgostoso por no fim a força de seu aluno não passar de um sonho como o ideal de Atena, Krest lhe dá as costas e ao se aproximar de Garnet que o abraça afirmando para deixar de lado suas dúvidas agora que o pragmatismo deles se mostrou mais forte que a Vontade de Atena, o mesmo concorda em nome da paz eterna. Ele então se surpreende ao sentir o cosmo de Dégel crescer dentro do gelo e, logo em seguida, fica chocado pelo mesmo conseguir não só se mover em meio a frio do Zero Absoluto como também quebrar sua muralha de gelo, mostrando visível orgulho por seu aluno ter alcançado a quintessencia da técnica. Ouvindo então Dégel dizer que vencerá todos os desafios que lhe impor e declarar as virtudes que aprendera como seu discípulo, o velho Cavaleiro fica momentaneamente atordoado antes de Garnet tomar a frente e elogiar a conduta de seu discípulo.

Dégel vs Krest batalha final de resfriamento

O choque do Zero Absoluto dos Cavaleiros de Aquário

Porém, ela reitera que o que jovem disse não passava de palavras bonitas e que não poderiam mais recuar devido já ser tarde demais para eles, levando então Krest se recompor e tomar novamente a frente. Largando então sua batuta, o mesmo se aproxima de Dégel que comenta enfim ter entendido o motivo de seu mestre servir Garnet, entretanto, o velho Cavaleiro novamente o provoca por agir ainda alheio a suas emoções tal qual como ele fazia quando jovem, dado que acreditava que isso mudaria o mundo. Vendo que Dégel estava disposto a dar sua vida para fazê-lo crer de novo em seus velhos ideais, ambos lançam suas técnicas máximas que entram em choque, destruindo e congelando tudo a sua volta.

Dégel Krest

Krest se congela com Garnet

Após a resplandecência das técnicas terminarem, Dégel se surpreende ao perceber que pedra Vouivre de Garnet estava entre eles. Após a mesma subitamente quebrar, a dona dela parabeniza o aquariano por perseverança e enfim lhe dar a resposta que tanto ansiavam em saber, revelando em seguida suas intenções em trazer o aquariano para onde se encontravam a fim de que provasse que o "sonho efêmero" de Atena era real. Uma vez com a aparência de ambos começa a gradativamente retornar a verdadeira idade que detinham, Krest confirma que também irá morrer junto de Garnet e revela que Serafina estava bem, pedindo em seguida para Dégel levá-la a fim de que pudessem viver a era que lhes pertencem. Agradecendo e pedindo perdão a seu aluno pelo que fizera antes de partir, Krest se confina junto de Garnet em um caixão de gelo, a fim de ficarem juntos por toda a eternidade.

Legado

Após sua morte nas mãos de seu discípulo, o mesmo iria refletir sobre os motivos que levaram Krest a abandonar sua crença no que chamou de "sonho efêmero" como a Vontade de Atena, fazendo-o concordar que de facto ninguém é capaz de proteger a paz na Terra sozinho, independente de quanto poder possua, porém, Dégel percebe que a única forma de garantir isso a medida que o tempo passa era reunir a força de muito sonhos, de modo que assim a paz seja duradoura.[23] Dohko de Libra também se compadeceria por sua história e entendeu que o motivo de Krest ter falhado em sua demanda fora por não suportar ter vivido tanto sem ver uma real mudança no mundo, algo que ele próprio usaria para se fortalecer a fim de superar esse limite e garantir a prosperidade da próxima geração.[24]

Habilidades de Luta

Degel vs krest--Self--

Krest confrontando Dégel

Krest é renomado como um dos mais poderosos Cavaleiros de Atena da história no Universo The Lost Canvas e apontado até mesmo por seu aluno, Dégel, como o mais forte Cavaleiro de Aquário que já existiu.[Carece de fontes] Uma simples prova de seu poder extraordinário é que ele fora uma das duas pessoas do século XIII a continuar viva após as Guerras Santas contra três dos mais fortes rivais de Atena, tendo sobrevivido a duas delas quando ainda na pré-adolescência.[4][25] Outra prova de sua força é que durante a Conspiração das Fadas, ele poderia derrotar facilmente três Cavaleiros de Ouro do século XVI juntos usando somente sua forma astral.[14] Garnet de Vouivre também o via como o mais forte Cavaleiro de sua época e ao recrutá-lo para seu grupo, o fez líder dos Jóias, ao qual era igualmente visto como o mais poderoso dentre eles. Entretanto, por sua própria admissão, Krest afirmou não ser tão poderoso quanto Itia de Libra.[6]

Mesmo sem usar uma armadura, o poder de Krest ainda era espantosamente grande, como evidenciado em seu confrontos contra Dégel no século XVIII, onde fora capaz de dominá-lo sucessivas vezes e anular todas suas técnicas sem perder a compostura, além de facilmente derrotá-lo quando decidiu lutar a sério utilizando sua orbe a ponto de que seu pupilo fora incapaz de conter suas investidas.[1][26]

Capacidades

  • Krest cosmo1

    O cosmo de Krest muda o ambiente

    Utilização do Cosmo: Sendo um ex-Cavaleiro de Atena, Krest utiliza o cosmo como sua fonte de energia principal e por ter sido um Cavaleiro de Ouro, ele detinha um controle maior que a média. Em seu caso particular, mesmo em sua velhice, a cosmo energia de Krest era muito forte ao ponto de cobrir toda uma extensa área com neve em questão de segundos e ao restituir sua juventude, ela se tornara ainda mais poderosa.[27][28]
  • Domínio do Sétimo Sentido: Como ex-Cavaleiro de Ouro, Krest possui o domínio completo do Cosmo, dando-lhe grande resistência física, vitalidade, estamina, velocidade e força sobre-humana e habilidades superiores às dos Cavaleiros de Prata.
  • Inteligência: Devido a seus séculos de experiência em batalha como Cavaleiro, Krest é tido como um gênio em batalhas, sendo capaz de entender as técnicas de seus inimigos e estudar qual melhor ataque surtirá efeito contra seu oponente. Dégel também o credita como um sábio erudito por lhe ensinar as maneiras de desenvolver as decisões em sua vida.[29]
  • Krest contem Dégel facilmente

    Krest contem Dégel facilmente

    Aptidão física: Devido seu treinamento como Cavaleiro que domina o frio, Krest é tanto imune a seus efeitos quanto impermeável a ele. Por ter seu corpo agraciado com o sangue de Atena, Krest era capaz de utilizar o Misopethamenos, que o permitiu estender sua vida por mais de 500 anos, o que o fazia ser o mais velho Cavaleiro do Santuário ainda vivo no século XVIII.[4][30] Presume-se que o sangue da deusa também ampliou suas capacidades físicas e o poder de seus ataques. Posteriormente, ao quebrar o estado Misopethamenos após se unir ao poder da pedra Vouivre, Krest deixou de ser humano e se tornou um Jóia, ganhando uma série de atribuições como ter sua juventude restaurada, um corpo que nunca envelhece e a capacidade de extrair a energia vital das pessoas, só que assim como os outros do grupo de Garnet, Krest também teria que se alimentar da força vital das pessoas para manter seu corpo jovem pela eternidade.[1][31] Ele também pode compartilhar a energia vital que sugou das pessoas para entregar a Garnet.
  • Krest gelo

    Krest dominando o Gelo

    Domínio sobre o Gelo: Como todos Cavaleiros que dominam o ponto de congelamento dos átomos, Krest possui a capacidade de criar gelo ao congelar a água existente no ar. Em seu caso particular, seu gelo foi resistente o suficiente para anular a explosão do Fogo do Inferno das Chamas Demoníacas e a Hecatombe dos Espíritos combinadas de Sage e Hakurei bem como protegê-los de sua própria técnica, além de até poder usá-lo para banir e destruir as Fadas do Submundo, embora precisou do cosmo de Atena para realizar esse feito.[14][32] Ele também poderia se teletransportar a grande distancias com pessoas usando cristais de gelo, podendo assim se materializar onde quisesse.[32] Segundo Dégel, Krest era capaz de usar as reflexões nos cristais de gelo para intensificar ainda mais o poder de suas técnicas e foi visto utilizando-as para bloquear completamente um Relâmpago de Plasma lançado pelo Cavaleiro de Leão.[28][33]
  • Krest Zero absoluto

    Krest manipulando o frio

    Domínio sobre Zero Absoluto: Como todos Cavaleiros que dominam o gelo, Krest possui a capacidade de controlar as temperaturas do ponto de congelamento dos átomos. No seu caso em particular, Krest é renomado como o único Cavaleiro em toda a história do Santuário que detinha o domínio total sobre o Zero Absoluto e capaz de ir além dele, dado que era capaz de empregá-lo em todas as suas técnicas, algo que nem mesmo seu aluno, Dégel (na ocasião que se enfrentaram), os demais sucessores da Armadura de Aquário ou usuários deste estilo foram capazes de realizar sem ter de utilizar a Execução Aurora[Nota 4], sendo este o provável motivo dele ser visto como o mais forte Cavaleiro de Aquário que já viveu.[2] Graças ao domínio absoluto que detinha, Krest afirmou que poderia derrotar até os mais poderosos Cavaleiros de Ouro e ainda congelar suas armaduras completamente, apesar das mesmas serem banhadas pelo sol continuamente desde os tempos mitológicos.[34] Ele também era capaz de resistir o Zero Absoluto quando utilizado contra ele e ainda rebate-lo de volta para seu mandante. [35]
  • Técnicas Extrassensoriais: Krest provou ser capaz de usar psicocinese para materializar uma projeção de si mesmo em sua juventude, cujo poder poderia conter as técnicas suicidas de Hakurei e Sage além de vencer três fortes Cavaleiros de Ouro de uma só vez com um único ataque quando estimulado pelo cosmo de Atena.[14][36] Ele também fora dotado de telepatia, tendo sido capaz de conversar mentalmente com Itia dentro do Salão do Grande Mestre e também observar tudo que ocorria dentro da Sala do Grande Mestre.[14]

Equipamento

Batuta

Krest kok i nor vara--No--

A batuta de Krest

Krest possuía um objeto similar a uma batuta que utilizava para desferir suas técnicas de gelo especiais ao canalizar sua cosmo energia no objeto.[1] Sua proeza em utilizá-la é tal que quase alude ao estilo Iai, sendo capaz de desferir, rebater, refletir e executar técnicas tão rapidamente que seus adversários não tem tempo para reagir, tornando quase impossível atacá-lo sem estar em uma distância segura dele.

Outras Habilidades

Krest revelou ser um professor muito competente, tendo ensinado diversos aspirantes a se tornarem verdadeiros Cavaleiros durante sua longa vida. Ele também fora capaz de instruir Kardia a utilizar uma técnica da Constelação de Escorpião.[37] Como Koh-í-Noor, ele mostrou ter o poder de governar reflexões irregulares da luz e se teletransportar por elas, sendo que seu poder nesta província é tal que poderia prejudicar a visão de Dégel a ponto de danificá-la permanentemente e obrigá-lo a usar óculos quando não utilizava seu cosmo.[38][39]

Técnicas Secretas

Krest Po de Diamante

Pó de Diamante
(極小氷晶, Daiyamondo Dasuto, do inglês, Diamond Dust)
Krest dispara com seu punho uma rajada de cristais de gelo que ataca o inimigo de frente, congelando-o e/ou paralisando-o

Rajada Po de Diamantes

Krest Rajada de Pó de Diamante defensiva

Rajada de Pó de Diamante
(ダイアモンドダストレイ, Daiamondo Dasuto Rei, do inglês, Diamond Dust Ray)
Krest concentra o ar frio do pó de diamantes em uma rajada condensada, aumentando sua efetividade e usa diversos cristais de gelo para refletir a rajada por todo o campo de batalha acertando o adversário mais de uma vez ou acertando múltiplos adversários. Ele também pode utilizá-la para bloquear um ataque muito veloz.
Escudo de Krest Escudo de Gelo
(フリージング・シールド, Furījingu Shīrudo, do inglês, Freezing Shield)
Krest cria um barreira de gelo aos seu redor tão sólida que nem mesmo os Cavaleiros de Ouro podem quebrá-la sem esforço. Ele depois usa a mesma barreira para congelar seus adversários numa pressão semelhante ao Esquife de Gelo. De acordo com Krest, esta é a técnica suprema de resfriamento e superior a Execução Aurora, pois sua temperatura é extremamente próxima do Zero Absoluto, e nada que fique preso dentro dela pode escapar devido a vítima perder a consciência rapidamente devido ao frio.
Krest Kalisto Círculo de Gelo
(カリツォー, Karitsō)
Ataque no qual cristais de gelo circundam o adversário exercendo pressão e paralisando seus movimentos devido a pressão da baixa temperatura.
Krest Gran Kaslisto Grande Círculo de Gelo
(グラン・カリツオ, Guran Karitsuo)
Ataque de maior escala do Circulo de Gelo no qual se torna possível aproximar-se do Zero Absoluto, sendo que a força de constrição aplicada também é maior. Se a vítima tentar se mover, ela corre o risco de terminar completamente congelada.
Esquife de Gelo de Krest Esquife de Gelo
(凍結コフィン, Furīshingu Kofin, do inglês, Freezing Coffin)
Krest eleva sua mão para o alto, disparando diversos feixes gélidos que investem contra o adversário, congelando-o e aprisionando-o em um esquife de gelo. Pode também ser usado para defesa, na forma de uma resistente parede de gelo eterno.
Krest Execucao Aurora Execução Aurora
(オーロラ・エクスキューション, Ōrora Ekusukyūshon, do inglês, Aurora Execution)
Técnica suprema dos Cavaleiros de Aquário e uma das técnicas de resfriamento mais poderosas. Com sua mão fechadas, Krest posiciona e levanta suas mãos para alto, formando a ânfora de Aquário. Em seguida, Krest abaixa suas mãos e, com seu cosmo ativo, desencadeia uma poderosa rajada de gelo que chega próxima até mesmo do Zero Absoluto. Trata-se de um golpe mortal e geralmente impossível de se desviar a não ser por outra técnica cuja essência seja do mesmo nível. Como Koh-í-Noor, ele foi capaz de canaliza-la via sua batuta logo após erguer seu Escudo de Gelo.

Frases

Como acreditei, os Cavaleiros de Atena não servem para nada! Terei que me encarregar de fazer uma seleção melhor! Como Krest de Koh-Í-Noor, leal até o fim à grande senhora Garnet!

Krest para Dégel

Para alcançar a verdadeira paz, é necessário que os humanos não morram.

Koh-i-Noor para Dégel

O poder de sua Voz poderia mudar o mundo. A paz eterna poderia ser alcançada graças aos próprios seres humanos!

Krest sobre Garnet

O Zero Absoluto, -27315º C, é a temperatura em que o movimento atômico de todas as coisas param. O Frio Máximo que se pode alcançar, capaz de derrotar os mais poderosos Cavaleiros de Ouro! Você é muito inexperiente Dégel, morra!

Krest explicando para Dégel a essência de suas técnicas

Alguém como você... Segue sendo sensível as emoções, ainda que pretenda manter o sangue frio. Houve um tempo em que eu também... Acreditei que isso poderia mudar o mundo.

Krest sobre Dégel

Ah, sim... O tempo virá para me levar junto com ela... Serafina esta bem, leve-a daqui. Retornem e vivam na era que os pertence. Obrigado Dégel... E perdão... Senhora Garnet... Vamos ficar e morrer neste caixão de gelo.

Últimas palavras de Krest

Sim Dégel, até mesmo este gelo que não se derreteu em dezenas de milhares de anos é apenas um sonho efêmero comparado com a eternidade do tempo... Mudar e transmitir algo para aqueles que vêm depois, antes de derrubarmos tudo, faz parte da ordem natural das coisas.

Krest explicando a Dégel o ciclo da vida com o tempo

Tudo neste mundo esta destinado a ser derrubado. Durante essa curta existência, todos tentam se conectar com o futuro. Coitados, são tão frágeis e fugazes. Alguém tem de protegê-los... Por isso existem os Cavaleiros de Atena.

Krest explicando a Dégel sobre o porque dos Cavaleiros de Atena existirem

O que esses gêmeos estão pensando? Uma batalha mortal entre os Cavaleiros não é algo que deve ser repetido. Senão seremos imersos a algo semelhante como vi acontecer na última guerra santa. Sendo aquele que protege o Santuário nos últimos 500 anos... Não posso permitir que isso aconteça!

Krest para Ilías e Rugonis

Levo comigo o importante dever de vigiar os deuses Hades e Poseidon. Além do mais, você e eu somos os únicos sobreviventes das duas Guerra Santas. Eu, como Cavaleiro, juro cumprir essa missão com a minha vida. Não me envergonharei de viver assim!!!

Krest para Itia

Foi minha decisão acompanhá-lo a atravessar esse desolado campo de morte. Juntos, enfrentaremos a próxima geração! Este lugar será a nossa fronteira!

Krest para Itia

Ele queria a paz a qualquer custo. Esse foi o tipo de homem que era... o Grande Mestre Itia...

Krest sobre Itia

Itia... Nós dois vivemos por muito tempo... E é por isso que eu acho que entendo um pouco, também. Essa sensação de paz vazia que não pode ser mantida... Que nos faz sentir nossas limitações humanas. Em uma última análise... Nós somos apenas fantasmas do passado e é por isso que, um dia... Nós devemos partir...

Krest sobre as ações de Itia

Curiosidades

Marco Lasso Shaman King Uniforme de Batalha

Marco Lasso de Shaman King

  • Krest é segundo Cavaleiro de Atena conhecido que fora capaz de viver séculos sem ser muviano, sendo os outros a alcançar esse feito foram Dohko de Libra, Ionia de Capricórnio, Lancelot de Câncer e Itia de Libra. Nesta classificação, ele é tido como o segundo mais velho, ultrapassando Dohko e sendo superado apenas por Ionia.
    • Referente a isso, ele e Itia são até a presente data os mais antigos Cavaleiros cujo século de origem é confirmado.
      • É surpreendente também que alguém como Krest, apesar de ter nascido ao redor do século XIII e com um espírito de mais de 500 anos, gosta de usar mini-shorts.
  • O traje de Krest como Koh-Í-Noor é quase idêntico ao de Marco Lasso de Shaman King. Como Krest, Marco também é um extremista que não hesita em sacrificar as pessoas por um bem maior.
  • Shiori Teshirogi varia ao longo de seus desenhos a coloração dos cabelos de Krest. Ela primeiramente o representou com cabelos castanhos escuros na capa do Capítulo 27 do Gaiden de Dégel, mas depois o fez com cabelos grisalhos na contracapa do volume correspondente.
  • Krest e Itia são a primeira dupla de sobreviventes de uma Guerra Santa a terem traído o Santuário e Atena em intervalos diferentes do tempo por serem motivados pelo mesmo intento, embora em última análise, se redimiram de seus atos antes de morrerem.
  • Apesar de Krest ter tido participação em deter os planos de Itia após sua traição de dominar o mundo dos homens durante a Guerra Santa do século XVI junto aos alunos do mesmo, ele ironicamente tentaria fazer o mesmo no século XVIII, sendo detido da mesma forma.
  • Há uma inconsistência no discurso de Krest sobre sua vida que põe em conflito sua existência dentro da franquia, pois ele afirma que lutou contra Poseidon em uma das Guerras Santas de sua época. No entanto, o próprio Deus do Mar diz no mangá original de Kurumada que não lutava contra Atena a milhares de anos.
  • Krest é o terceiro Cavaleiro de Ouro conhecido a trair Atena e passar para o lado do inimigo, bem como mais tarde se arrepender de seus atos, sendo os outros dois, Aspros de Gêmeos e Paradox de Gêmeos.

Referências Bibliográficas e Notas

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 1,5 Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23
  2. 2,0 2,1 2,2 2,3 2,4 The Lost Canvas - Enciclopédia
  3. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo Especial, página 3
  4. 4,0 4,1 4,2 4,3 4,4 Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo Especial, página 7
  5. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo Especial, páginas 11-12
  6. 6,0 6,1 Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo # 87, página 17
  7. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 15: Capítulo # 83, páginas 38-42
  8. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 15: Capítulo # 82, páginas 32-33
  9. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo Especial, páginas 15-19
  10. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 15: Capítulo # 84, página 03
  11. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo # 87, página 28
  12. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo # 88, páginas 29-30
  13. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 15: Capítulo # 84, página 21
  14. 14,0 14,1 14,2 14,3 14,4 Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo # 88, páginas 25-28
  15. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23, página 07
  16. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23, página 08
  17. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23, página 09
  18. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 25, páginas 08-10
  19. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23, página 16
  20. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23, páginas 14-16
  21. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 25, página 17
  22. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 27, página 11-12
  23. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 27, páginas 27-28
  24. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo Especial
  25. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23, páginas 08-19
  26. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 26
  27. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 15: Capítulo # 82, página 31
  28. 28,0 28,1 Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23, página 04
  29. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 21, página 09
  30. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 23, página 06
  31. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 24, página 19
  32. 32,0 32,1 Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 15: Capítulo # 83, página 38-39
  33. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 16: Capítulo # 88, página 25
  34. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 26, páginas 04-05
  35. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo # 26, páginas 01-03
  36. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 15: Capítulo # 82, páginas 32-34
  37. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 2: Capítulo Extra
  38. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo 20, página 20
  39. Saint Seiya: The Lost Canvas - Gaiden # 3: Capítulo 27, página 15
  1. Dado por seu nome e pelo fato de que para atrair Dégel para o palácio de Garnet, ele envia uma carta escrita em cirílico, é fortemente implícito que Krest é de nacionalidade russa
  2. Krest o considera como um de seus alunos
  3. A forma como ambos se relacionavam indica que eram romanticamente envolvidos.
  4. Em Os Cavaleiros do Zodíaco Ômega, Hyoga fora capaz de obter um domínio dobre o Zero Absoluto ao empregá-lo em todas as suas técnicas.

Classificação

Patentes conhecidas
Antecedido por
Desconhecido
Cavaleiro de Aquário Sucedido por
Dégel

Navegação

Cavaleiros de Atena
Deus
Grandes Mestres
Cavaleiros e Amazonas de Ouro
Cavaleiros e Amazonas de Prata
Cavaleiros e Amazonas de Bronze
Cavaleiros e Amazonas de Patente Desconhecida
Cavaleiros e Amazonas de Aço
Cavaleiros e Amazonas sem Constelação
Soldados, Aprendizes e Subordinados

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.