Fandom

Saint Seya Wiki

Marte

2 348 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Comentários56 Compartilhar
Marte
戦いの神マルス

Kasei "O Deus Romano da Guerra"

Marte.png
Nome
Original マルス
Romanização Marusu
Simbologia Marte
Dados Gerais
Classificação Divindade
Galáxia Galáxia de Marte
Reino Torre de Babel
Ruínas elementares
Planeta Marte
Dados Pessoais
Gênero Masculino
Dados do Treinamento
Local de Treinamento Roma
Dados do Mangá/Anime
Estréia Anime (Ω): episódio 1
Seiyū Hidekatsu Shibata
Dublador Luiz Carlos Persy


Guardião do planeta Marte, e também o deus da guerra. Anteriormente havia travado uma grande batalha contra Seiya, objetivando o controle da Terra e Atena. Ele foi posteriormente selado graças aos esforços de Seiya, mas conseguiu lançar uma maldição sobre Saori. Ele traja a vestimenta Galáxia, que o reveste completamente, o que torna impossível ver seu rosto. Ele tem uma forte atração pelo cosmo, e adora estar na presença de grandes quantidades de cosmo, mesmo o emanado por seus adversários. Os guerreiros sob seu comando são denominados Marcianos, e ele retomou a conquista da Terra logo após sua ressurreição.

Descrição do personagem no site da Toei

[1]


Marte é o guardião do planeta Marte e Deus da Guerra e das chamas. Ludwig é a encarnação de Marte, que planeja usar o poder de Atena para seus próprios fins durante o século XXI. Ele comanda um exército de guerreiros chamados de Marcianos.

Origem do Nome

Marte é o deus romano da guerra, equivalente ao grego Ares.

Filho de Juno e de Júpiter, é considerado o deus do impulso, deus da primavera, responsável por tomar atitudes rápidas e determinadas. Marte é também um dos deuses da guerra, mas principalmente da colheita, agricultura, dos campos, da vegetação, sendo assim, sempre relacionado com a fertilidade. Também era um deus do trabalho manual e confeccionador de armas. O marte romano era diferente do Ares grego, em diferentes passagens, mitos e lutas. Marte (romano) andava na guerra ao lado de Virtu e Honor, diferentemente de Ares, conhecido por andar nas guerras com Demo e Fobos. Marte, desfilava ao fim de uma guerra do lado de Victoria e Vacuna, que as vezes era considerada sua esposa.

Características

Personalidade

Informação pendente.

Aparência

Informação pendente.

Histórico

Primeira Guerra contra Atena

MarsOriginal.jpg

Marte, em sua primeira investida contra Atena.

Marte surge pela primeira vez contra os Cavaleiros de Atena durante a paz temporária que se sucedeu após as Guerras Santas do século XX. Liderando um exército bem diferente do atual, Marte atacou a Terra e Atena, fazendo com que Seiya de Sagitário, Shun de Andrômeda, Shiryu de Dragão, Hyoga de Cisne e Ikki de Fênix; se levantassem para combater este novo mal.
Marte8.jpg

Marte atacando Seiya e seus amigos em sua primeira investida contra Atena

Quando a batalha estava prestes a ser decidida, um enorme meteoro caiu no campo de batalha, cessando as lutas. Este meteoro foi atraído pela feiticeira real Medea, para matar a Deusa Atena, ao se defender, as trevas que continha no meteoro ricocheteou e acabou atingindo Marte e Kouga, acabou temporariamente com a ameaça de Marte. Atena conseguiu resgatar apenas Kouga, enquanto Aria foi levada por Marte.

Um Novo Poder - Segundo combate

Saori-Kouga-Marte-Saint-Seiya-Omega.jpg

Marte aparece para Saori

Marte e seu exército ressurgem, com um novo poder, para atacar novamente Atena quando Kouga de Pégaso ainda era um bebê. 

Seiya05 Marte.jpg

Seiya protege Saori e Kouga de Marte, porém uma parte da armadura de sagitário é quebrada, e ele é atingido pela Marca das Trevas do deus da Guerra

Portando uma nova armadura, Marte e seu exército agora dominavam o Elemento das Trevas, graças ao meteoro que cessou o conflito anterior. Ele novamente é impedido por Seiya e os Cavaleiros de Bronze. Todavia, Marte conseguiu ferir Atena e seus defensores com Marcas das Trevas, impedindo-os de queimar seu Cosmo.

Terceiro Confronto

Apesar de ter sido vencido pelos Cavaleiros Lendários, Marte não fora totalmente derrotado. Marte foi capaz de conceber dois filhos: Sonia e Eden, que mais tarde viriam a integrar seu exército. A bruxa Medea foi a responsável pela criação dos dois.

Quando Eden ainda era pequeno, Medea o levou até onde seu pai estava selado. Marte foi capaz de se manifestar e revelar a Eden sua ambição: A de criar um mundo sem conflitos e dor, inspirando o jovem a lutar pelos objetivos de seu pai.

Atenea en el Planeta Marte.jpg

Saori presa no Planeta Marte, após ser derrotada

Treze anos depois do ultimo confronto com Seiya, Marte retorna para enfrentar Atena pela terceira vez, já recuperado de sua batalha anterior. Sem nenhum Cavaleiro de Ouro para protegê-la, Atena está fragilizada. Shaina de Ofiúco e Kouga tentam impedi-lo, porém são facilmente vencidos e Marte consegue abduzir Atena.

Marte então consegue convencer Ionia de Capricórnio a trair Atena e o seguir. Sob as ordens de Marte, o Cavaleiro de Ouro e diretor da Palaestra formula um plano para usar o Cosmo de todos os estudantes de lá, destruindo a barreira que Atena ergueu para proteger a Escola e deixando o exército de Marcianos a invadirem.

Construção da Torre de Babel

Marte aparece novamente aguardando Ionia de Capricórnio e Aria no Santuário de Atena. Após Ionia ter tido sucesso em sua empreitada, Marte usa uma fração do cosmo de Aria para destruir completamente o antigo Santuário e em seu lugar erguer a Torre de Babel, um instrumento necessário para alcançar seus objetivos. Sob as ordens de Marte, todos os Cavaleiros de Atena que foram subjugados na Palaestra são presos no pilar central da Torre, criado por Schiller de Câncer, para que seus Cosmos possam ser extraídos, e Aria é presa em um dos andares inferiores da torre, sendo necessária por seu Cosmo de Luz para estabilizar a Torre.

Marte.jpeg

Olhos de Marte

Além de Aria e dos Cavaleiros, a Torre de Babel necessita das cinco Ruínas elementais, que, localizadas em diversas partes do mundo, sugam Cosmo Elemental do Planeta e enviam para a Torre.

Ao contemplar sua Torre, Marte sente um Cosmo familiar durante a luta dos Cavaleiros de Bronze contra Mikene de Leão fora da Torre de Babel. Marte interrompe a luta e rapidamente derrota Kouga, se preparando para acabar de uma vez com Pégaso. Ele é impedido mais uma vez pela repentina aparição de Seiya de Sagitário. Seiya e Marte entram em confronto, com o deus surpreso por Seiya ser capaz de tal feito, mas nota que o brilho de Pégaso está se acabando. A batalha dos dois resulta em uma grande explosão de Cosmo.

Após a intervenção de Seiya, os jovens Cavaleiros de Bronze conseguem escapar. Marte então ordena que Mikene de Leão proteja a Torre de Babel e que Sonia de Vespa, sua filha, traga Aria de volta.

Controle sobre o Santuário

Marte consegue a confiança dos sobreviventes da destruição do Santuário e os reúne para um anúncio. Ele convence os Cavaleiros de Atena e serviçais do Santuário de que Kouga e seus amigos foram os reais responsáveis pela destruição do Santuário e rapto de Atena, e, após declarado Grande Mestre, ordena que todos os Cavaleiros persigam e eliminem os cinco Cavaleiros de Bronze traidores, pelo bem de Atena e da Terra.

Após Eden ter recuperado Aria este questiona Marte sobre a necessidade de destruir a terra para reconstrui-la, Marte lembra a Eden de quando esteava preso num lago de Magma quando Eden era criança e que tal destruição era o caminho para a criação do novo mundo onde Eden reinará.

Ruína das Trevas

Marte7.jpg

Marte tomado por Trevas

Após a destruição da Ruína do Trovão, todos alí presentes são engolidos pelas trevas e levados para a Ruína das Trevas. Marte, de longe, observa a tudo. Posteriormente, ele mesmo adentra a ruína, afim de levar Aria consigo, mas Aria se rebela e desperta a Luz de Atena, dando forças para que os Cavaleiros de Bronze consigam enfrentá-lo, forçando-o a assumir uma nova forma e lutar contra todos.

Mesmo derrubando os Cavaleiros várias vezes, o poder de Aria os fazia levantar e voltar a lutar contra o deus da guerra, até que Kouga consegue desferir um golpe no rosto de Marte. O deus, agora furioso, usa seu poder para afastar Kouga e dispara uma enorme lança vermelha contra Aria, que acerta o peito da garota, matando-a.

Aria cai ao chão, e Marte usa seu poder para ir embora da ruína, levando consigo a Luz de Atena, bem como seus filhos Eden e Sonia.

Novas Doze Casas

Marte.jpg

Marte observa Kouga

Marte Observa atentamente os Jovens Cavaleiros junto de Medea.




Sala do mestre

UltimaForma.jpg

Em sua última batalha, Marte exibe uma nova forma.

É lá que Marte se desperta e se Torna o Deus Da Guerra e se transforma completamente. O
Marte04.jpg

Ludwig deixa de ser humano para ser o deus da guerra totalmente

poder de Marte torna-se maior durante sua luta contra Eden e Kouga. Eden, entretanto, ajuda a Marte a se relembrar de quem ele é de fato e de como seus planos de construir um novo mundo acabou com todos aqueles que o apoiavam. Quando Ludwig toma o controle do corpo por um momento, Kouga o ataca - destruindo as trevas que dominavam Ludwig.



Morte

Marte80.jpg

Marte é morto por um raio do Planeta Marte. Ele morreu por não possuir mais poder

Martesama.jpg

Marte após morrer, mas com cosmo da escuridão ainda em sua galáxia

Após esse ataque, Ludwig ainda tenta impedir a destruição da Terra, mas é atingido por um enorme raio vermelho, vindo do Planeta Marte e morre.

Outras Aparições

Saint Seiya Omega - Mangá

MarsOmegaMangaTemp.png

Marte no mangá de Omega

Marte surge na ilha de Saori Kido já em sua forma definitiva, com o objetivo de rapta-la e usar seu cosmo divino como base para seus planos. O deus da guerra convoca um gigantesco Golem e o comanda para capturar a deusa. No entanto Kouga e Shaina de Serpentário se interpõem no caminho de Marte, mas provam não serem páreos para a força descomunal do Golem.

Ao ver Shaina gravemente ferida, Kouga decide confrontar o monstro de pedra sozinho. Com o incentivo de Saori e de uma imagem de Seiya de Sagitário, Kouga traja a Armadura de Pégaso e destrói o Golem com o Pegasus Ryusei Ken. Marte aparentemente escapa de mãos vazias, furioso por seus planos terem sido arruinados por um simples Cavaleiro de Bronze.

O capítulo 2 do mangá já avança a narrativa para o início da batalha contra Palas e é dito que Marte foi derrotado por Kouga e seus amigos. Supõe-se que o confronto entre os jovens Cavaleiros e Marte ocorreu da mesma forma como apresentado na versão anime de Omega.


Particularidades da Galáxia

A vestimenta de Marte e de seus subordinados são chamadas de Galáxias. A de Marte é uma vestimenta única; possui um tom negro e é acompanhada por uma longa capa vermelha que recobre seus ombros, com longos espinhos nos cotovelos e nos ombros. Seu elmo, também negro, é detalhado com linhas vermelhas e adornos amarelos, com uma chama queimando sem parar no mais alto.

Sua vestimenta reveste totalmente seu corpo e cobre totalmente sua face, sendo visível apenas, em poucas ocasiões, seus olhos, que tem um diabólico brilho vermelho. A parte mais notável de sua Galáxia é o peitoral, que difere de qualquer outra vestimenta já vista até então: pode se ver o espaço e várias estrelas através do peito de Marte, e essa visão se estende até a cintura. Porém, na sua primeira investida contra Atena, sua armadura original era diferente e não continha esse detalhe.

Habilidades de Luta

  • Utilização do Cosmo: Marte tem domínio sobre um intenso cosmo do Elemento Trevas, o qual ele pode expandir por grandes distâncias como um nevoeiro negro. Esse cosmo negro possui um efeito nocivo sobre os seres vivos, que se sentem enfraquecidos na sua presença.
    Embora leve a alcunha de Deus da Guerra e do Fogo, e possua uma técnica baseada na manipulação de chamas, nunca foi dito se Marte possui domínio sobre o Elemento Fogo. Fontes oficiais alegam que Trevas é seu único elemento do cosmo.[2][3]
Marca Shaina.jpg

Marte aplicando a Marca das Trevas em Shaina

  • Marca das Trevas: Outra habilidade que parece ser exclusiva ao cosmo das Trevas de Marte é a sua capacidade de implantar uma "maldição" nos seus alvos, a perigosa Marca das Trevas. Essa maldição gera uma mancha escura com uma textura semelhante ao espaço sideral sobre a pele da pessoa afetada. Alguém infectado pela Marca das Trevas não poderá queimar o cosmo, porque esse processo, além de doloroso, alastrará a mancha pelo corpo da vítima, podendo incapacitá-la de se mover e privá-la dos cinco sentidos.

Outras habilidades

No Saint Seiya Omega - Mangá, Marte demostrou em seu ataque à Ilha de Saori que ele é capaz de conjurar um Golem de proporções gigantescas, aparentemente gerado por sua vestimenta Galáxia.

Técnicas Especiais

Gungnir7.gif Explosão da Estrela de Fogo
(Rubellu Sidus Gungnir)
Marte usa seu cosmo para lançar milhares de lanças vermelhas no ar na velocidade da luz, que caem sobre o adversário com uma força devastadora. Se o adversário estiver próximo, enquanto as lanças caem sobre ele, Marte cria uma em sua mão e desfere contra seu alvo sob a forma de um poderoso soco.
Marte.gif Chamas de Marte
(Turnadus Ino)
Marte cria três chamas a partir de seus dedos, que vão na direção do adversário. Ao tocá-lo, as pequenas chamas se transformam em um enorme muro de fogo, engolfando a vítima em um turbilhão de chamas.
Rubelu Sidus Storm.gif Tempestade da Estrela de Fogo
(Rubellu Sidus Storm)
Após Marte despertar totalmente seu puro e obscuro cosmo das trevas, ele consegue criar uma tormenta; uma tempestade de trevas que atinge o adversário, o envolvendo em energia e descargas violentas, causando-lhe sérios danos.
Rubellu Sidus Meteor.gif Meteoro da Estrela de Fogo
(Rubellu Sidus Meteor)
Com o mesmo cosmo puramente obscuro, Marte cria gigantescas esferas maciças no formato de meteoros, e as lança contra o inimigo. Os meteoros podem ser combinados em apenas um maior, potencializando o efeito destrutivo da técnica.

Batalhas

Informação pendente.

Frases

Informação pendente.


Curiosidades

  • Marte é o deus romano da guerra, equivalente a Ares da mitologia grega. No entanto, os dois deuses sempre foram tratados de maneira oposta por seus respectivos cultos. Enquanto Ares era odiado por deuses e mortais em virtude da destruição que promovia com suas guerras, Marte era respeitado por instituir a guerra como fonte de progresso e desenvolvimento para a civilização. Seus atributos de estratégia e sabedoria em combate o assemelhavam mais à Atena do que a Ares.
  • O nome Ludwig, ostentado por sua reencarnação humana, é de origem alemã, com raízes antigas que derivam do nome Hludwig, significando "Guerreiro Famoso". O nome é uma referência à sua verdadeira natureza como deus da guerra.
  • Marte, diferente de outros deuses, lidera seu exército na frente de batalha, também preferindo enfrentar os adversários mais fortes diretamente no lugar de seus subordinados, visto como lutou contra Seiya de Sagitário por diversas vezes.
  • Na Saga de Hades (Série Clássica) aparece uma lápide de um antigo cavaleiro de prata morto chamado Ludwig. Aparentemente a Toei apenas usou o nome do cavaleiro morto.
  • Na Mitologia romana, Marte, o grande planeta vermelho é tratado como o Deus da Guerra, o que pode ter levado aos criadores do Omega a colocar o nome Marte como o deus da guerra ao invés de Ares.
  • Informações lançadas antes da estréia de Omega apontavam Marte como o Grande Mestre do Santuário, e o Cavaleiro de Ouro representante do décimo terceiro signo, o de Serpentário. Outras informações, divulgadas pela revista TeleMaga durante o início do anime, alegavam que Marte seria um alienígena, bem como seus seguidores. Dessas informações, apenas a primeira se concretizou.
230px-GolbezFFDissidia.png

Golbez

  • Marte compartilha de mais do que simples semelhanças com Golbez, antagonista do jogo Final Fantasy IV. A primeira semelhança perceptível é obviamente a forma de trajar de ambos; armaduras pesadas que cobrem integralmente o corpo e um elmo que mascara por completo o rosto, além de uma imponência altiva graças ao uso de uma longa capa. O modelo das armaduras trajadas por ambos já evidencia a semelhança. Surpreendentemente, o quesito do visual não é a única coisa que aproxima esses dois vilões. Poderia-se pensar se os roteiristas de Omega criaram Marte com base em Golbez, por diversas razões:
    • Os planos de ambos são meticulosamente calculados e os dois em algum momento foram mostrados se aproveitando dos esforços dos protagonistas de suas respectivas séries para favorecer suas ambições. Além de também atuarem ativamente para levar a diante seus planejamentos.
    • Os esquemas de ambos estão associados ao uso de artefatos que possuem ligação com os elementos; os Cristais do Cosmo de Omega e os Cristais Sagrados de Final Fantasy.
    • Em algum momento, tanto Marte como Golbez edificaram uma base de operações que serve como peça fundamental em seus planos; em ambos os casos, esse edifício se chama Torre de Babel.
    • O objetivo final de seus planos tem sempre relação com uma localização extraterrestre; o planeta Marte em Omega e a Lua Vermelha em Final Fantasy IV. Esta última, é curiosamente inspirada no primeiro, até pela presença do famoso Cydonia_(region_of_Mars) - "rosto" que é encontrado na superfície do planeta vermelho.
    • O uso de pseudônimos. Golbez se chama verdadeiramente Teodoro, enquanto Marte foi implicado ter sido um homem de nome Ludwig.
    • Ambos dispõem de um grupo de generais constituído de quatro membros; os Archfiends Lordes Elementais de Golbez e os Quatro Imperadores Celestiais de Marte. Para as similaridades entre os dois grupos, visite a página dos Imperadores de Marte.
    • Golbez é o antagonista primário de FFIV, mas não é o verdadeiro inimigo da história. Golbez em realidade não é um homem maligno, e todos os crimes cometidos por ele durante o jogo são fruto de uma lavagem cerebral causada pelo verdadeiro vilão, Zemus Zemus. Da mesma forma, Marte também não é realmente maligno, e serviu apenas como um peão para a verdadeira antagonista de Omega, sua esposa Medea.
  • Ainda em referência a Final Fantasy IV, pode-se destacar que a forma assumida por Marte durante seu confronto final contra Kouga e Eden é visualmente similar a Zemus.
  • No Saint Seiya Omega - Mangá, a primeira aparição de Marte o retrata na mesma forma que ele assume no Episódio 46 do anime, quando ele desperta completamente seu lado divino, aparentando ter abandonado seus últimos resquícios de humanidade.

Imagens Oficiais

Galeria de Imagens

Referências Bibliográficas

  1. [1] Perfil do personagem - Site em japonês
  2. Série Card Crusade
  3. Livreto do DVD/Blu-Ray Volume 12 de Omega
Divindades
Deuses Primordiais
(Episódio G)
Urano (o Céu) • Pontos (o Mar) • Érebo (a Escuridão) • Eros (o Amor) • Gaia (a Terra)
Deuses Olímpicos ZeusPoseidonHadesAtenaApoloÁrtemisAresHermesAfrodite
Clã dos Titãs
(Episódio G)
CronosHyperionCéosIapetoCréosOceanoRéiaTêmisMnemôsineTéiaTétisFebePrometeu
Clã dos Gigas
(Episódio G)
LyaxPhloxAnemosBronteSpateZugilosHoplismaDrakonThêr
Deuses dos Sonhos
(The Lost Canvas)
OneirosMorfeuFântasoÍceloFobetor
Panteão Egípcio
(Episódio G)
AnubisApófis
Panteão Celta
(The Lost Canvas)
LugBalorEthlinn
Panteão Asteca
(The Lost Canvas)
TezcalipocaQuetzalcóatl
Panteão Romano MarteSaturnoDianaVulcanoBacoRomuloCupidoPlutão
Panteão Nordico OdinLoki
Outras Divindades TártaroCaosChronosKairosHypnosPallasThanatosDeimosFobosTifãoAbelNikéÉrisDeusEuríbiaPerséfoneApsu
Semideuses e portadores de Ikhor KardiaTenmaDohkoRadamanthysEdenShura (G) • Sigurd
Pseudodeuses AriaCavaleiro de OfiúcoFeiyanSagaBalder
Marcianos de Marte
Deus Marte
Marcianos SoldadosEsquadrão Formiga
Reis Celestiais DianaBacoVulcanoRomulo
Alto-Marcianos Sonia de Vespa
Feiticeira Imperial Medea
Guerreiros Marcianos Ordykia de Louva-a-deusRagno de AranhaIrmão MarcianoIrmão Marciano IICapitão MarcianoRajinsuki de Formiga
Guardiões das Ruínas Fly de MoscaMichelangelo de EscultorSonia de VespaMirfak de PerseuBartschius de GirafaMenkar de BaleiaBayer de Boieiro

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória