Fandom

Saint Seya Wiki

Medea

2 347 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Comentários59 Compartilhar
Medea
メデア
Medea.png
Nome
Dados Gerais
Classificação Feiticeira Imperial
Dados Pessoais
Gênero Feminino
Local de Nascimento França
Dados do Treinamento
Dados do Mangá/Anime
Estréia Anime (Ω): episódio 11
Seiyū Yoshiko Sakakibara
Dublador Zodja Pereira

Medea é integrante dos Marcianos, a equipe de subordinados de Marte durante o século XXI. Ela é a segunda esposa de Marte, mãe de Eden de Órion, irmã mais velha de Amor de Peixes e madrastra de Sonia de Vespa.        

Histórico

Infância

Medea junto com seu irmão Amor nasceram com um grande Cosmo das Trevas, e eram discriminados por isso. E Medea sempre protegia e cuidava de seu irmão. Numa certa noite as pessoas tentaram matar os dois, mas ela desperta seu cosmo e mata todos. Amor achou tão bonito que queria ver mais coisas como aquelas.

Primeira Guerra contra Atena

Medea é vista na Ruína das Trevas, pedindo ajuda a um ser de escuridão, que envia um meteoro de trevas ao campo de batalha, modificando com a ajuda do cosmo de Atena, as Galáxias e as Armaduras.

Medea41.jpg

Medea invoca as forças do Mal na Primeira guerra dos Cavaleiros contra Marte.

Representante de Marte

Medea detém a patente de feiticeira imperial no exército de seu esposo. Madrasta de Sonia de Vespa, é ela que ordena que a jovem elimine Kazuma de Cruzeiro do Sul antes da ascenção dos Marcianos, assim como ordenou vários Marcianos contra os Cavaleiros de Atena durante o período em que Marte esteve selado. Foi ela que apresentou Eden ainda criança, a Marte ainda selado.Também manteve Aria longe de Eden e de qualquer outra pessoa.

Torre de Babel

Quando os conflitos com os Cavaleiros de Bronze se iniciam, Medea prefere apenas acompanhar os acontecimentos. É esse seu comportamento quando observa uma conversa entre Marte e Micenas de Leão: não se pronuncia, limitando-se a esboçar um leve sorriso. Ela também se faz presente durante o comunicado que seu líder faz para os Marcianos com as ordens de caçar os Cavaleiros de Bronze renegados e trazer Aria, suposta reencarnação de Atena, de volta à Torre de Babel. Medea, depois, é vista observando em sua bola de cristal que o Cosmo de Seiya de Sagitário havia se apagado e continua a vigiar Saori Kido, capturada por seu esposo e presa em uma árvore no planeta Marte.

Novas Doze Casas

Episodio39 0881.jpg

Medea e suas esferas

Quando os Cavaleiros de Bronze começam a invadir as Doze Casas criadas
Episodio39 0879.jpg

Uma das casas sendo destruída

por Marte, Medea permanece ao seu lado e acompanha os conflitos através de um conjunto de esferas. Ao presenciar a verdadeira força dos Cavaleiros de Bronze,  a feiticeira conversa com o Cavaleiro de Ouro Mikene de Leão e pede para que ele os detenha, além de explicar sobre o cosmo de trevas de Kouga de Pégaso que poderia ser despertado em um combate futuro.

Em sua sala, Medea ainda presencia alguns triunfos do cavaleiros, entre eles, a vitória sobre Mikene, junto a Eden, perceberam o caminho errado que estavam seguindo e traíram Marte. Enfurecida,  convoca Tokisada de Relógio, um dos lacaios de seu aliado, Ionia de Capricórnio, dando a ele 

Medea26.jpg

Medea Absorve as Trevas de Marte

a Armadura de Aquário, não antes de informar que a nova patente o permitiria
Medea7.jpg

Medea quase é atingida pelo Orion Devastation mas é salva pelo Cetro de Aria

controlar completamente o tempo. Mas para seu desgosto, Tokisada, que deteve Kouga e seus amigos a poucos metros da Casa de Libra, foi derrotado de maneira humilhante por Genbu de Libra, que revelou ser um cavaleiro leal à Atena. Medea se enfurece novamente e, com a força de seu cosmo, tenta destruir as doze casas. Mas Genbu consegue impedir a destruição com seu cosmo. Após os eventos da Casa de Libra, Medea convoca sua enteada, Sonia, e conta a historia da Constelação de
Medea03.jpg

A História de Medea criada por amor

Escorpião, dizendo a ela que seu dever é punir Eden para que ele se arrependa da sua rebeldia. Com isso, Medea entrega a Sonia a Armadura de Escorpião, dizendo a ela que ela ganhára o amor e respeito dela caso tenha sucesso em sua missão, quando na verdade, Medea mentiu, pois ela nunca a considerou como uma filha e só fez isso para que Sonia apenas vestisse uma armadura que não tinha tanta compatibilidade com seu cosmo, tal qual, teve como resultado a morte da amazona ao utilizar o poder máximo da sua constelação.
Medea0.jpg

Medea queima seu cosmo

Perturbada ao ver que os Cavaleiros de Bronze estavam próximos de seu objetivo, além de ver seu filho Eden se voltar contra os ideiais de Marte, Medea
Medea78.jpg

Medea morre pelas trevas de Apsu e desaparece dentro dela

se depara com a presença de Mikene de Leão em seus aposentos. Mikene finalmente percebe que a fonte de todos os problemas que envolveram os cavaleiros e seu antigo senhor, Ludwig (nome antigo de Marte) era Medea e decide de uma vez por todas eliminá-la. Mas esta é salva por um guerreiro chamado Amor. Ele revela ser o Cavaleiro de Ouro de Peixes e também, irmão mais novo de Medea, que presencia seu irmão eliminar Mikene diante de seus olhos.  

Após a derrota de Marte para Kouga e Eden ela aparece e absorve as trevas da Galaxia de Marte. Amor chega e Medea entrega o poder das trevas a seu irmão e parte em direção ao planeta Marte.

Marte

Ela se encontra com Athena e lá, observa a criação do novo mundo, afirmando que a deusa da justiça se tornará o novo pilar a sustentá-lo. Logo depois, Medea percebe que seu irmão resolveu transportar Eden e Kouga para Marte.

Após Eden ser imobilizado por Amor, Medea fica contente por Kouga ser seu único inimigo. Logo, a verdade vem à tona: Medea estava utilizando Amor todo esse tempo para despertar as "verdadeiras trevas" ainda presentes no corpo do Cavaleiro de Pégaso. Quando Kouga reencontra Saori Kido presa numa árvore mística, Medea utiliza seus poderes para iludi-lo; ela o faz ver imagens terríveis sobre um futuro sem Athena, onde Saori é cruelmente assassinada por uma terrível força das trevas.

Kouga é possuído pelo misterioso deus antigo das trevas, Apzu (Apsu) e Amor é "recompensado" com a morte. Medea se mostra fria diante de tal cena e volta sua atenção para seu filho Eden e os demais Cavaleiros de Bronze, Haruto, Yuna, Ryûhô e Souma que tinham sido enviados à Marte pelo poder dos Cavaleiros de Ouro remanescentes. Medea mostra-se uma confiante na vitória de Apsu, que massacra cada um dos cavaleiros com seu gigantesco poder, porém não contava que seu filho fosse proteger Athena.

Ao perceber que Apsu iria matá-lo, Medea teletransporta Eden para um local seguro, onde o báculo de Aria estava guardado. A feiticeira imperial revela que Eden poderia se tornar o rei do novo mundo caso destruísse Apzu com o poder do báculo, mas ele se mostra relutante e disposto a enfrentá-la para proteger o mundo que Ária tanto amou. Pela primeira vez, Medea perde a paciência e enfrenta seu filho; ela utiliza seu cosmo para imobilizá-lo. Medea afirma a Eden que somente a escuridão merecia valor nesse mundo, pois foi a única coisa que os protegera até então. Eden se recusa a escutá-la e contra-ataca com seu golpe "Devastação de Órion". Para a surpresa de Medea, o báculo de Aria a protege do ataque. Medea mostra-se arrependida de ter deixado seu filho se aproximar de Aria, quando crianças, e até acha irônico o fato de ter sido protegida pela "luz" que tanto abominou.

Ciente que Eden estava pronto para a batalha final, Medea se joga na frente dele para protegê-lo do ataque de Apzu. O deus da escuridão estava profundamente irritado com a luz emanada pelo báculo que Eden segurava. As últimas palavras de Medea foram: "Viva e seja forte, Eden!". E assim, o corpo dela desaparece completamente nas trevas.

Habilidades de Luta

Medea88.jpg

Medea usa o poder das esferas

Medea possui um grande cosmo já que quase destruiu as Novas Doze Casas criadas por Marte sendo impedida apenas por Genbu.

Medea demostrou também controla sobre a magia.

Ela utiliza um orb azul para ver o que acontece em qualquer canto do mundo, principalmente para espionar seus inimigos ou vigiar seu filho, Eden. Quando provocada por este, Medea elevou seu cosmo para imobilizado com esferas verdes de energia. Quando irritada, a feiticeira imperial é capaz de lançar esferas maiores de energia para atordoar ou até mesmo matar seus inimigos.

O cosmo de Medea é tão grande que ela foi capaz de invocar o deus Apzu das profundezas esquecidas do universo.

Galeria

  • Medea entregando a armadura de ouro de aquario a tokisada
  • Medea
  • Medea furiosa com a atitude de genbu
  • Medea Lamentando sobre seu plano de dar a armadura de escorpião a sonia
  • Medea conversando com marte
  • Medea Observando Sonia
  • Medea Observa Kouga e os outros
  • Medea observa a Queda de Marte
Marcianos de Marte
Deus Marte
Marcianos SoldadosEsquadrão Formiga
Reis Celestiais DianaBacoVulcanoRomulo
Alto-Marcianos Sonia de Vespa
Feiticeira Imperial Medea
Guerreiros Marcianos Ordykia de Louva-a-deusRagno de AranhaIrmão MarcianoIrmão Marciano IICapitão MarcianoRajinsuki de Formiga
Guardiões das Ruínas Fly de MoscaMichelangelo de EscultorSonia de VespaMirfak de PerseuBartschius de GirafaMenkar de BaleiaBayer de Boieiro

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória