FANDOM



Estrela Eta, Mime de Benetnasch (エータ星ベネトナーシュのミーメ, Etta-Sei Benetonasshu no Mīme) é um dos 7 Guerreiros Deuses de Asgard na série os Cavaleiros do Zodíaco, criado por Masami Kurumada. Mime foi chamado de Mime de Benetona na primeira dublagem, usada pela Rede Manchete.

Origem do nome

O nome é inspirado no anão Mime, do antigo nórdico O Sábio, um dos Nibelungos da ópera O anel do Nibelungo, de Richard Wagner.

Depois da morte de sua mãe, Siegfried é criado pelo anão nibelungo Mime, irmão do rei Alberich. Siegfried odeia Mime, mesmo sem saber que Mime o está criando apenas para que ele, quando crescer, mate o dragão Fafnir de modo que ele, Mime, possa apoderar-se do anel dos nibelungos. Siegfried forja os pedaços de Nothung, a espada mágica de seu pai e recupera-a. Com ela, ele mata o dragão Fafnir. Um pingo do sangue do dragão cai na mão de Siegfried e este leva-a à boca. Imediatamente, Siegfried passa a compreender a linguagem dos pássaros. Estes lhe contam sobre a existência do anel no interior da caverna e sobre as intenções malévolas de Mime. Siegfried apodera-se do anel e mata Mime.

Richard Wagner, por sua vez, se inspirou no personagem mitológico Regin para criar seu personagem Mime: Na Saga dos Volsungos, Regin é uma personagem da mitologia nórdica, filho de Hreidmar e irmão de Fafnir. Era dotado de extrema inteligência e destreza, ao ponto de ter construído uma casa de ouro e gemas para seu pai e ter construído para o rei Alberich o Tarnhelm, um elmo de invisibilidade. Regin e seu irmão, Fafnir, mataram Hreidmar a fim de obter o ouro amaldiçoado.

Características

Aparência

Mime benetnasch

Aparência de Mime

A aparência de Mime é muito mais parecida com sua mãe. Mime tem cabelos alaranjados puxados para o loiro, olhos magenta e pele alva.

Personalidade

Mime é muito calmo embora ele não ter nenhuma vontade de matar seus inimigos, A musica de sua harpa é meio triste, Mas é bela. Mime também é tão calmo que nem mesmo a Corrente de Andrômeda de Shun pode ataca-lo pois ela só ataca inimigos que representam motivos de matar. Mime é muito calmo é sábio mas quando ele foi atingido pelo Golpe Fantasma de Fênix ele lembrou que seu padastro tinha matado sua família, É assim ele mostrou raiva contra o inimigo, Mas também ele sabe conte-la do mesmo jeito que conteu quando ficou arrependido de ter matado seu pai.

Histórico

Mime y Folken 3

Mime e Folken.

Mime nasceu em um pequeno vilarejo de Asgard, o qual, para a sua infelicidade, havia entrado em guerra. Seu pai biológico era um guerreiro comum á serviço de sua vila, e sua mãe uma dona de casa. Num certo dia de nevasca, Folken, um poderoso guerreiro da vila inimiga, tinha entrado em combate e apesar de Folken não ser um homem mau, havia entrado na guerra e provavelmente tirou vidas, derrotou o pai de Mime, este que na época era recém-nascido, e por piedade tentou em vão poupar seu pai da morte. Porém como um guerreiro honrado, o pai de Mime tentou matar Folken mesmo ferido, mas Folken o matou com um certo arrependimento ao ver que tinha ferido fatalmente a esposa de seu adversário, a qual estava segurando seu marido nas mãos antes de ser atingida.
Para piorar a consciência de Folken, o casal tinha um bebê, Mime, percebido por Folken pelo choro que emitia devido ao barulho da luta. Folken, na tentativa de purgar os seus pecados e salvar o garoto por misericórdia, o leva até sua casa, mesmo passando por um tempestade de neve.

Folken criou Mime como se fosse um filho, cuidando-o de doenças, educação, sempre como se fosse um pai biológico. Mime desde pequeno tinha um bom gosto para a música, apesar de Folken desaprovar e apenas querer que a criança fosse um guerreiro deus, o submetendo a horas de treino pesado. Folken chegou até mesmo à grosseria de destruir a harpa de Mime e o proibir de tocar música.
Quando uma tarde Folken havia saído de casa e Mime era adolescente, ele achou um pingente o qual tinha a foto de duas pessoas. Segundo Folken ,que tinha acabado de chegar, eram os pais biológicos de Mime, os quais ele tinha matado e de acordo com ele, eram fracos, iguais a Mime que não aceitava o rigoroso treinamento para se tornar guerreiro deus. Mime enfurecido mata com um golpe seu pai, o qual pede perdão antes de morrer a Mime, porém não sendo ouvido devido a raiva de seu filho adotivo, Mime mais tarde se torna um guerreiro deus, do qual usa a música como principal arma, sendo temido até pela estrela alpha, Siegfried de Doube. Após suas lutas contra Thor de Phecda, Fenrir de Alioth e Hagen de Merak, Mime foi o próximo, á espera de Shun tocava sua harpa, o bronzeado foi atraído até o local pela música de Mime, por sinal o mesmo achou bela e doce. Após o encontro dos dois Shun diz precisar da safira de Odin de Mime, o guerreiro deus nega, mesmo que Shun pedisse para evitar lutas a batalha começa. Ao tentar atacar com os golpes da Corrente de Andrômeda Shun não obteve sucesso pela mesma hesitar em atacar Mime, algo anormal a não ser que o inimigo não tivesse a intensão de matar, Mime contra-ataca com golpes na velocidade da luz, desarmando a defesa da corrente de Shun facilmente, o santo de bronze cai diante de Mime. Quando o mesmo levanta-se vê dezenas de seu inimigo, algo semelhante á uma eficaz ilusão, Shun tenta destruir todas, mas sua corrente hesitava e as imagens eram atravessadas pela arma, Mime por fim derruba Shun mais uma vez, porém com o brilho do sol foi possível Shun saber onde estava Mime pela sua sombra, derrubando seu elmo. Mime permanece sem reação, igual ao início da luta, e derruba Shun mais uma vez, o santo estava sem determinação para levantar, porém ao falar com Ikki Shun prepara-se para um grande golpe, retirando a sua armadura e suas correntes, Mime diz que era burrice se livrar de sua única arma, mais Shun contradiz, criando correntes de ar, especificamente a Corrente Nebulosa, Shun tenta mais uma vez fazer Mime desistir, porém o asgardiano resiste, mais sendo fatalmente ferido pela corrente de ar que se tornou uma tempestade, a Tempestade Nebulosa!

Apesar de Shun não usar toda sua força no golpe por piedade, isso não foi capaz de derrotar Mime, o mesmo através
Mime contra Shun
das cordas de sua harpa de Benetnasch se segura á um pilar, bloqueando grande parte do golpe e elogiando a técnica de Shun, dizendo ter
SaintSeiya-085-SpanishSub-new

Luta entre Mime e Ikki

subestimado-o Mime com um rápido movimento amarra Shun nas cordas de sua harpa, com seu Réquiem de Cordas, causando ferimentos gravíssimos, iria esquartejar Shun ali mesmo, sem a intervenção de Ikki, irmão mais velho de Shun, havia chegado recentemente no campo de batalha e dizia ter que derrotar o asgardiano, outra luta começa, e segue de início trocas de golpes, Mime não tinha eficácia com suas ilusões de clonagem devido á mudança do tempo de chuvoso á ensolarado, mais conseguindo distrair Ikki com elas por um instante, golpeando-o na velocidade da luz, assim como Shun Ikki caiu no golpe, sendo ferido mais não derrotado, Ikki levantou-se e perguntou á Mime porque não demonstrara sua raiva anteriormente contra Shun com certo ar de certeza do coração maligno ou cheio de dúvidas de Mime, aplicando seu Golpe Fantasma de Fênix após o guerreiro Deus negar uma resposta, Ikki descobriu sobre toda a história de Mime, vasculhando sua mente, até chegar no ponto crítico das memórias do mesmo, apesar de ter ouvido, Mime não aceitava e lembrava da culpa de matar Folken nem do arrependimento do mesmo, após revelar isso ao asgardiano Mime nega, exclamando que era mentiras fúteis e que iria matar Ikki por brincar com seu passado, aplicando-lhe o Réquiem de Cordas, o santo de Fênix tem sua armadura quebrada e ao despertar o sétimo sentido após a breve intervenção de Shun na luta ao ver que Mime havia expressado raiva, Ikki lança sua Ave Fênix, ferindo Mime, por último o mesmo passa á acreditar em palavras sobre a justiça e amizade que ambos os santos falavam durante a luta, purificando sua raiva e desculpando Folken, Mime retira sua armadura e dá um último golpe em Ikki, como o mesmo sai em confronto, Mime logo em seguida morre desejando á Ikki, Shun e Atena uma belíssima vida, para protegerem a terra e se um dia renascesse encontrasse ambos os cavaleiros não como inimigos e sim amigos, mencionando que irá com Folken e seus pais ao paraíso.

Habilidades de Luta

J

Golpes a Velocidade da Luz de Mime

Como foi dito no Episódio Zero, ele e os outros guerreiros deuses são tão poderosos como os cavaleiros de ouro. Mime é um dos mais poderosos guerreiros deuses, tendo conseguido matar seu próprio pai Folken, que no passado próximo era o guerreiro mais poderoso de Asgard. Na sua luta contra Ikki de Fênix, foi capaz de manter-se em vantagem durante praticamente todo o combate, perdendo a vida apenas após a última e derradeira troca de golpes, deixando Ikki desacordado e bastante ferido no processo. Mime consegue disparar golpes a velocidade da luz tão poderosos quanto os de Saga de Gêmeos (porém, sonoros), por isso, é o homem mais temido dentre os Guerreiros Deuses. Até mesmo Siegfried de Doube o teme e afirma que o poder de Mimi se iguala ou até mesmo supera o dele, o que o torna um dos mais fortes Guerreiros Deuses que existiram na história.

Técnicas Especiais

Insta

Requiém de Cordas
(String Requiem)
Mime toca a sua Harpa e várias cordas dela são disparadas contra o adversário. Em seguida as cordas prendem o adversário e o estrangulam. Enquanto Mime toca a Harpa as ondas sonoras da música, fazem que o adversário tenha uma dor insuportável. Quando Mime acaba a música o oponente morre. Mime também usa uma variação onde ele cria ilusões de si mesmo ao tocar a Harpa, enganando o inimigo.

MimeBenetnasch

Batalhas de Mime de Benetnasch

Os principais oponentes de Mime foram:

Frases

Muito bem Fênix, talvez seus amigos e você possam conseguir, possam tornar seus sonhos em realidade, algum dia, se eu puder nascer em um mundo pacífico, eu gostaria de tornar a vê-lo não como inimigo, e sim como amigo, mas esse é um desejo... impossível.

Mime de Benetnasch para Ikki de Fênix, após este derrotá-lo.


O seu coração mole provocará irremediavelmente a sua morte!

Mime de Benetnasch para Shun de Andrômeda

Curiosidades

Mime, assim como ikki, tinha um coração azedo e odiava a todos.

Provavelmente foi inspirado no personagem Orfeu de Lira, do filme O Santo Guerreiro.

Informação pendente.

Galeria de Imagens

Guerreiros Deuses de Asgard
Deus Odin
Representantes de Odin Gothi: Durval; Representantes Terrenos: • HildaAndreas (não-reconhecido) • Lifya (legítima)
Soldados Soldados Rasos
Guerreiros Deuses de Durval LokiMidgardRungUr
Guerreiros Deuses de Hilda Siegfried de DoubeHagen de MerakThor de PhecdaAlberich de MegrezFenrir de AliothShido de MizarBado de AlcorMime de Benetnasch
Guerreiros Deuses de Andreas Frodi de GullinburstiFafner de NidhöggHeracles de TanngrisnirSurtr de EikthyrnirSigmund de GraniBaldr de HraesvelgrUtgarda de Garm
Outros personagens FreyFreya (filme)Freya (anime)Lifya
Utensílios e objetos sacros Espada BalmungSafiras de OdinGod Robes

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória