FANDOM


Pandora (The Lost Canvas)
Pandora
天雄星ガルーダのアイアコス
PandoraLCA18
Nome
Dados Gerais
Classificação Representante de Hades
Divindade Hades
Dados Pessoais
Gênero Feminino
Idade 19 anos
Aniversário 25 de Junho
Signo Câncer
Local de Nascimento Turíngia, Alemanha
Dados do Treinamento
Dados do Mangá/Anime

Pandora (繁體中文版) é a representante de Hades na guerra santa do século XVIII. Ela está sempre ao lado de Hades, escolhe seu hospedeiro e é a comandante geral dos 108 Espectros. De personalidade forte, Pandora guarda um imenso rancor por ter tido seu lugar como irmã de Hades tomado por Atena.

Origem do nome 

Do grego, significa Bem Dotada (Pan = Vários - Dora = Dons). Se refere ao fato de Pandora na mitologia grega ter recebido um dom de cada deus, por ordens de Zeus. Também foi a primeira mulher que existiu, criada por Hefesto e por Atena.

Características

Aparência

Pandora é uma mulher de estatura alta, até maior do que alguns Cavaleiros, com longos cabelos negros e pele pálida. Esbelta, normalmente usa roupas de estilo gótico, geralmente vestidos.

Personalidade

Diferente de sua reencarnação do século XX, que se mostrava reservada, fria e melancólica, esta versão é muito mais expressiva com suas emoções, mostrando-se bem escandalosa, sarcástica, grossa, traiçoeira e burlesca.

As únicas vezes que foi vista sendo carinhosa e amável foi quando pensou estar com Hades, seu amado irmão. Mas, quando descobriu que era apenas Alone, se sentiu tão traída e decepcionada que sozinha veio a odiá-lo ainda mais do que odeia Atena e todos os seus Cavaleiros.

Histórico

Participação no Século XVIII

Pandora encontrou Alone, que estava buscando inspiração em uma pintura. Ela revela que ele é a reencarnação de Hades da época e entrega o Yours Ever ao garoto. 

PandoravsAthena

Pandora confronta Atena no Santuário.

Alguns anos após Tenma ter partido para se tornar Cavaleiro, Pandora aconselha Alone a contemplar a pintura que ele sempre quis ver. Assim que Hades desperta, ela imediatamente se torna um dos braços-direito do deus.

Invasão ao Santuário

Alone decide invadir o Santuário, e Pandora vai junto. Ao chegarem lá, quebram a barreira formada por Sasha, e então Atena confronta Pandora. Apesar de não terem matado Sasha, Pandora retorna ao Castelo Heinstein e Alone continua em The Lost Canvas.

Sua última aparição foi no comando do exército de Hades após a derrota de Kagaho. Depois, Pandora é tomada pela fúria ao ser desafiada por Valentine de Harpia e tenta torturá-lo com sua técnica Nobre Veneno (ノーブルベノム, Nōburu Benomu), que causa dor excruciante. Seu ataque é bloqueado pelo Espectro e ela se torna vítima de seus golpes: porém, consegue se libertar e derrotar Valentine, que depois é punido por Rhadamanthys.

Pandora aceita as desculpas do comandante e encontra Atena, que antes de enfrentá-la, reativa sua Armadura e a veste. Pandora fica surpresa com as memórias que Atena desperta ao tocar seu coração. Ela descobre que Tenma é filho de Partita de Coruja, sua única amiga durante a infância. Porém, anos atrás, Pandora pensou que Partita havia roubado a alma de Hades de sua mãe. Desesperada e confusa, ela enviou soldados para matarem Partita e o recém nascido Tenma.

Yohma de Mefistófeles então tortura Pandora psicologicamente, revelando que ela matou Partita por um crime que nunca cometeu. Partita a abraça como se quisesse confortá-la mas tenta matá-la com um golpe, ao qual ela sobrevive. Pandora parte para Urano e se prepara para matar Partita, mas é derrotada por ela e ferida mortalmente. Pandora é protegida por Tenma, que absorve o segundo ataque de Partita com seu próprio corpo. Ferida, Pandora testemunha a luta entre mãe e filho, e após se recuperar vai em busca de Alone. Ao encontrá-lo, não consegue matá-lo e é defendida por Radamanthys de Wyvern de seu ataque. O Espectro morre protegendo-a, e com suas últimas forças a manda de volta à Terra.

Após a derrota de Hades, Pandora é vista com a caixa que contém as almas de Hypnos e Thanatos no Castelo Heinstein, caixa que ela abrirá no futuro, como diz seu destino. Ela então parte para sempre com Chesire de Cat Sidhe.

Habilidades de luta

Assim como Atena, Pandora não demonstra força física em batalha, mas seu cosmo se iguala ao de uma divindade. Ela maneja um tridente capaz de disparar raios de energia fortes o bastante para quebrar uma Armadura de Ouro e criar explosões de cosmo poderosas o suficiente para anular o ataque de um deus. Sua arma principal é uma harpa, cuja música é capaz de torturar a qualquer um que a ouve. Pandora também possui um anel que conjura serpentes para conter seus inimigos. Quando lhe resta escapar, sua velocidade é comparável à velocidade da luz, se teleportando para onde desejar.

Técnica especial

Mssa lost canvas 181 eng.ssa lost-canvas-181 02-03 Nobre Veneno
(Noble Venom)
Pandora invoca inúmeras serpentes que se entrelaçam junto ao corpo do oponente, atacando com um poderoso cosmo que atua como uma descarga elétrica contínua e torturante.

Relacionamentos

  • No prólogo de The Lost Canvas, ela pode ser vista no Castelo Heinstein, onde deixa a caixa na qual estão selados Hypnos e Thanatos. A mesma caixa que seria aberta no século XX pela jovem Pandora naquele tempo no mesmo lugar.
    Caixa De Pandora

    A caixa de Pandora.

Citações

  • "Sabia que se você mesclar todas as cores que produzem luz obterá uma imensa escuridão?" (Para Alone)
  • "É assim, desde que você nasceu de Zeus, o senhor de todos os Deuses, sempre deu uma maldita dor de cabeça, Atena!" (Para Sasha)
  • "Para mim Hades é tudo, não há nada mais importante para mim." (Para Kagaho)
  • "Que sonhos podem ter aqueles nascidos sobre as estrelas malignas?" (Para Valentine)
  • "Nada escapa da cegueira que provocam seus olhos, castigando até a escuridão como os olhos de uma coruja, estão apontando para quê? Partita!" (Para Partita)
  • "Você é o único que sempre me serviu tão fielmente, não importa o que acontecesse, eu sei que você não fez especificamente para mim, mas eu sempre soube que você seria o único que estaria comigo até o fim." (Para Radamanthys)

Galeria