Fandom

Saint Seya Wiki

Fortaleza Submarina

Redirecionado de Santuário Submarino

2 347 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários2 Compartilhar

A Fortaleza Submarina é o nome dado ao complexo de pilares e templos em que reside Poseidon no animanga Os Cavaleiros do Zodiaco. É localizada no Kaikai. A Fortaleza está localizado sob o Mar Mediterrâneo e é formada por sete Pilares, o Templo de Poseidon e o Pilar Principal. A função dos pilares é segurar cada um dos sete mares, para que não desabem sobre o complexo. Contudo, mesmo que todos os pilares sejam retirados, o Pilar Principal é forte o suficiente para aguentar sozinho o peso de todos os oceanos. O Hipermito conta que originalmente Poseidon reinava sobre o continente de Atlântida, contudo o continente não aguentou as infindáveis batalhas contra os cavaleiros de Atena e afundou. A Partir daí, Poseidon transferiu seu império para o Santuário Submarino. Na última guerra santa, o santuário foi arrasado (com exceção de seus pilares) e Poseidon foi preso em uma ânfora. Apenas após ser despertado por Kanon é que o templo é restaurado e os novos Marinas são convocados.

Segue abaixo a descrição de cada pilar, seu guardião e as batalhas que são travadas sobre seus domínios. Todas as informações, exceto quando dito o contrário, são referentes ao tempo de Seiya e seus companheiros: treze anos após a tentativa de assassinato de Atena. O templo deixa de ser coberto de água ao seus pilares serem construídos, sustentando a água do mar como se fosse um teto, o que deixa que a Terra de Atena fique inundada e o santuário de Poseidon seco. Se os pilares caem, começa a cair água lá embaixo, inundando de novo. Existe um local onde as escamas estão e não está inundado, mas fica perto do mar, no cabo sunion. Cada pilar tem templos em volta.

Cada pilar só pode ser destruído por armas de libras, pois nem todos os cavaleiros de ouro junto sem usar armas podem destruir esses pilares. Ao um desses pilares ser destruído, é sentido um tremor alto em todo o santuário submarino e chove no local (o mar cai) e o céu (que é uma abóbada, assim como o céu visto na antiguidade) fica mais próximo da terra (diminuindo o nível de água da superfície), pois cada pilar sustenta um mar como se fosse o céu; mas o mar só cai ao o suporte principal cair. Por isso, existe um guardião em cada pilar que assim como nas doze casas (diferente das fortalezas de Hades), cada escama é relacionada a um pilar fixamente. Um general marina guarda a região em volta de um dos 7 pilares não-principais e o comandante só comanda os soldados.

Ele existia desde as épocas mitológicas, mas foi destruído com o grande suporte vindo a baixo, e por isso, Poseidon parou de ameaçar a Terra.

Entrada

No mangá, só existe um jeito de entrar lá: pelo Mar Mediterrâneo, no Cabo Sunion, perto da mansão de Julian e em cima do Templo de Poseidon... os marinas chegam lá nadando (são cavaleiros e por isso nadam bem) de qualquer mar da Terra, até mesmo da China.

No anime, a entrada pra humanos é em Asgard, no lago Zurman, mas o Mediterrâneo também serve de entrada.

Ela foi selada por Atena com o tridente de Poseidon e seu selo... e isso fez com que por séculos ninguém fosse lá.

Fundo do Mar

Vista geral dos pilares e do templo


A superfície da água fica acima do reino, como se fosse o céu, sustentado pelos sete pilares. Abaixo forma-se uma bolha de ar, tornando possível respirar normalmente. Por todos os lados há corais e outras formações típicas do fundo do mar. É a morada para muitos dos Soldados Marinas e o lugar onde ficam os pilares e seus Generais. Na entrada do Santuário Submarino, Thetis de Sereia desafia vários cavaleiros de Atena para combates e Seiya e Shun são alertados por Dragão Marinho sobre a necessidade de destruírem os sete pilares, se quiserem salvar Atena.


Pilar do Oceano Pacífico Norte

Pilar do Pacifico Norte.jpg

Guardião: Bian de Cavalo Marinho

Local onde se sustenta o Oceano Pacífico do Hemisfério Norte, protegido pelo General de Cavalo Marinho, que solta poderosos ventos considerados técnicas divinas. Seiya derruba o Pilar com a ajuda do Escudo de Libra.


Pilar do Oceano Pacífico Sul

Pilar do Pacifico Sul.jpg

Guardião: Io de Scylla

Local onde se sustenta o Oceano Pacífico do Hemisfério Sul, protegido pelo General de Scylla, que guarda o poder de seis animais em sua Escama. Shun derruba o Pilar com a ajuda do Nunchaku de Libra.

Pilar do Oceano Índico

Pilar do Indico.jpg
Guardião: Krishna de Chrysaor

Local onde se sustenta o Oceano Índico, protegido pelo General de Chrysaor, que ataca com sua Lança Dourada e se protege formando uma barreira psíquica com seus chacras. Shiryu derruba o Pilar com a ajuda da Espada de Libra.

Pilar do Oceano Antártico

Pilar do Antartico.jpg

Guardião: Kasa de Lymnades

Local onde se sustenta o Oceano Antártico, protegido pelo General de Lymnades, que pode imitar a forma, os poderes, a voz e a personalidade de qualquer pessoa para atingir seus inimigos. Ikki derruba o Pilar com a ajuda da Lança de Libra.


Pilar do Oceano Ártico

Pilar do Artico.jpg

Guardião: Isaak de Kraken

Local onde se sustenta o Oceano Ártico, protegido pelo General de Kraken, um antigo amigo de treinamento de Hyoga de Cisne, que possui poderes de gelo similares ao Cisne. Hyoga derruba o Pilar com a ajuda da Tonfá de Libra.

Pilar do Oceano Atlântico Sul

Pilar do Atlantico Sul.jpg

Guardião: Sorento de Sirene

Local onde se sustenta o Oceano Atlântico do Hemisfério Sul, protegido pelo General de Sirene, um exímio tocador de flautas que pode destruir o inimigo sem nem mesmo precisar tocá-lo. Shun derruba o Pilar com a Barra Tripla de Libra.

Pilar do Oceano Atlântico Norte

Pilar do Atlantico Norte.jpg

Guardião: Kanon de Dragão Marinho

Local onde se sustenta o Oceano Atlântico do Hemisfério Norte, protegido pelo General de Dragão Marinho, o mais poderoso General de Poseidon, que atualmente era na verdade o irmão gêmeo de Saga. Ikki derruba o Pilar com a ajuda do Escudo de Libra. No Atlântico Norte, fica o Triângulo das Bermudas, acima desse pilar, onde o guardião pode enviar pessoas.


Grande Suporte Principal

Grande Pilar Principal Grande Suporte Principal


Guardião: Poseidon

Principal sustentáculo do Santuário de Poseidon, localizado atrás do trono do Imperador dos Mares. Com o sacrifício da deusa Atena, presa em tal lugar, Poseidon pretendia torná-lo o mais resistente de todos os Pilares, capaz de suportar até a extinção do universo. Esse pilar tem possivelmente um buraco em cima que deixa a água em cima do santuário de Poseidon, cair dentro dele (ele é oco) e por ser grande, a água vai pra lá como um ralo e não consegue inundar toda a terra até que ele se encha, como se fosse um reservatório pra atrasar uma inundação. Mas só se Poseidon permitir, o pilar principal deixa água entrar em seu interior. Não se sabe em que mar ele fica, pois ele no mangá parece ficar tão distante do templo de Poseidon como os outros pilares.

Esse pilar não pode ser destruído por armas de libra e reflete os golpes lançados por ele e não pode ser destruído sem destruir os outros 7 pilares. Tem uma janela do lado.

Templo de Poseidon

Templepose014.jpg

Localizado no centro (afinal, o Mediterrâneo é o mar do meio) da Fortaleza Submarina, guarda o trono de Poseidon. Os Cavaleiros de Bronze reúnem-se nesse templo para a última batalha antes de derrotar Poseidon. Antes da ressurreição do Imperador dos Mares, era o local onde ficavam guardadas as escamas de Poseidon e dos seus Sete Generais.

Ele no mangá não fica tão próximo do Grande Suporte Principal como é visto no anime. Por ficar no centro da fortaleza, deve-se passar por ele pra ir de um pilar a outro.

Galeria

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória