Fandom

Saint Seya Wiki

Soul of Gold - Episódio 2

2 317 pages em
Este wiki
Adicione uma página
Comentários0 Compartilhar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Episódio 2
Título Revele-se, segredo da Yggdrasil!
Kanji Pendente
Romaji Pendente
Episódio 2 ou 1
Capítulo N/A
Arco O único
Anterior
Reviva, Lenda Dourada
Posterior O Embate! Cavaleiro de Ouro vs Cavaleiro de Ouro!
Estreia japonesa 25 de Abril de 2015
Estreia brasileira 24 de Abril de 2015
Abertura Soldier Dream
Encerramento Yakusoku no Ashita e
Tradução do Daisuki Pendente

"Revele-se, segredo da Yggdrasil!" é o segundo episódio do spin-off de Saint Seiya, chamado de Soul of Gold.

Resumo Editar

Editar

Aiolia diz a Lifya que seus irmãos de ouro podem ter revivido com ele pois viu seu irmão, Aiolos falando vivo com ele.

Lifya carregando Aiolia, vai até uma casa desconhecida por eles, e Aiolia cai desmaiado e Lifya o põe na cama. Preocupada, Aiolia conforta Lifya dizendo que está tudo bem, mas logo após, Aiolia desmaia de novo na cama. Sua tatuagem

Lifya vê que nada tem no barracão e vai pedir comida em vários locais, mas por algum motivo estranho, em todos naquela vila parecia não ter ninguém (Asgard tem várias vilas).

Ela cai na tempestade e Mu encapuzado a vê.

Enredo principal Editar

Lifya acorda no celeiro da família de um garoto que a oferece água. E aí ela se lembra que deixou Aiolia em outro local e fica preocupada. Mu chega lá e pergunta se ela está acompanhada pois ela só fala do nome do Aiolia. Lifya diz que ele é uma pessoa muito importante (mas Mu já conhece ele) pois acreditou nela quando ninguém queria a apoiar, nem mesmo seus amigos; ela conta a história de ir buscar mantimentos pra ele a Mu, que diz que quando chegou há alguns dias atrás (ou seja, ele veio primeiro que Aiolia), não tinha ninguém lá, exceto esse garoto que se salvou de desapareceer pois não estava em casa e foi buscar rio e ao voltar, não viu ninguém e ficou lá sozinho onde Mu o encontrou. Lifya sente uma presença agourenta lá e o garoto diz que são os guardas de Asgard que patrulham lá todos os dias (talvez pra ninguém se aproximar e ver que tudo sumiu) e estão as ordens de um guerreiro Deus do templo, que Mu viu no episódio anterior; Mu diz que ele tem uma armadura em forma de dragão e Lyfia (que sabe quem são os guerreiros deuses) diz (surpresa) que é Fafner, quem pesquisa Ygdrasil pra Andreas e por sua personalidade cruel, não exitaria em fazer teste em humanos e por isso acha que ele tem algo haver com o sumiço do povo do vilarejo (e o garoto fica perplexo); ela ia ter com Fafner, quando Mu a impede e diz que ele mesmo vai ir ter com ele e diz pra levar água pra Aiolia; Lifya (duvidando que Mu é poderoso como Aiolia) tenta impedir, mas o garoto mostra a armadura de Mu e ela assim sabe que ele também é um cavaleiro de ouro.

Aldebaran finalmente chega a Asgard e vê uma explosão de poeira num coliseu e vê depois que da poeira, está Dohko, batendo em alguns soldados (parece que é um atrás do outro). Ele chama Dohko, Dohko o leva pro bar parando a luta com soldados pra beber algo, dizendo que estava há algum tempo lá esperando e se divertindo até alguém chegar batalhando no coliseu. Aldebaran não quer beber e diz ao Mestre Ancião Dohko (Dohko pede pra não ter formalidades, já que está jovem e nem é mestre do santuário mais) que alguém está brincando com suas vidas por reviver eles tendo em vista que morreram no Santuário e reviveram por vontade desse alguém. Dohko não liga e Aldebaran diz que é enfurecedor pois os cavaleiros só devem servir a Atena e essa lei está sendo violada ao alguém querer que ele lute com alguém revivendo-o e diz que um cavaleiro como Dohko não deve ficar se divertindo; Dohko diz que sabe que alguém os reviveu mas na teoria, ele está vivo agora e se sente mais vivo do que nunca mesmo após viver mais de 200 anos, e que Aldebaran por colocar ação antes da teoria, veio pra Asgard sem ir pro Santuário pois queria saber o que ele estava fazendo lá e nem se tocou de sua nova vida. Mas aí alguém chama Dohko pra continuar a luta com os cavaleiros de asgard, mas desta vez, quem espera Dohko é Hércules de Tanngrisnir, um guerreiro Deus e não um soldado. Dohko aceita mesmo assim, mas diz que Aldebaran vai lutar, afinal, ele foi humilhado uma vez por um guerreiro Deus da mesma terra e por isso poderia dar o troco.

No hospital de Fafner (que é um templo), até um dos guardas se surpreende com a crueldade de Fafner ao ouvir gritos da cobaia, o outro repreende dizendo que Fafner não pode ouvir isso mas ele já tinha ouvido e já estava com a porta aberta; mas como Mu estava chegando trajando a armadura de Áries, Fafner deixa os guardas pra depois (ele já sabia que tinha um guerreiro de Atena vagando lá, ou seja, ele foi o primeiro a chegar e diferente de Dohko, ficou andando em locais diferentes). Mu diz pra soltar os membros do vilarejo, e Fafner quer é usar Mu como cobaia por ser um cavaleiro de ouro; Mu não tem escolha e se apresenta pra lutar e Fafner diz ser Fafner de Nidhogg; Fafner derruba Mu facilmente e diz que em Asgard, sua robe divina tem mais poder.

No coliseu, Hércules se apresenta a Aldebaran, e Dohko estimula este dizendo que se ele não resistir, não poderá dar o troco. Aldebaran veste sua armadura, cruza os braços (como posição de defesa mas como se não fosse fazer nada) e se apresenta a Hércules. Todos no coliseu torcem obviamente pro seu conterrâneo. Hércules começa a luta e Aldebaran não se move e ainda assim, os golpes de Hércules só ferem seu rosto.

No templo, Mu está preso a raízes da Ygdrasil que chegam até lá (ela talvez está em todo o solo de Asgard e dá frutos que saem do solo pro povo comer sendo a única planta de lá talvez). Fafner "conforta" Mu dizendo que ele servirá de teste pro futuro do Sr. Andreas e aproxima sua mão de uma esfera, ato este que dá choque em Mu.

Hércules pergunta o porquê de Aldebaran não lutar e Aldebaran diz que como não vê motivo pra lutar em Asgard, o motivo dessa luta seria pessoal, coisa proibida na lei de Atena. Hércules quer a mando de Andreas tirar a armadura de Aldebaran (talvez ele saiba que a de Aldebaran tá banhada com lágrimas de Atena) mas quer também que seu oponente lute e por isso joga seu poder contra a arquibancada de seus torcedores, que fogem, exceto uma menina que cai; por isso Aldebaran se mexe pra proteger eles com seu corpo e possivelmente se fere (Dohko está entediado).

Fafner vê que com a energia de Mu (sugada), a Ygdrasil está muito energizada (pois ele é muito forte) coisa que nunca ocorreu, e repara que Mu por falar ainda está consicente (suas cobaias humanas deveriam desmaiar nessa hora) e ao Mu perceber uma imagem, ele já manda pra Aiolia num sonho que consegue com a mensagem acordar do desmaio, deixando Lifya (que chegou lá) feliz por ter acordado, abraçando ele e dizendo que seu suposto conhecido de ouro, Mu está em perigo por ter ido lá no templo.

A poeira vai baixando e a sombra de Aldebaran mostra que eele está de pé e Hércules confiante em seu golpe, pensa que ele atingiu fatalmente o touro que morreu de pé (como na saga de Hades) e pede Dohko pra lutar, mas Dohko não pode pois a batalha ainda não acabou e diz que Hercules não sentiu o cosmo de Aldebaran aumentando pra perceber que a batalha ainda não acabou. Aldebaran diz que não poderia se esquecer de algo.

Fafner diz que gosta de colocar a mão na massa e agradece Mu pela diversão que deu a ele e Mu agradece a Fafner por dar a ele segredos da Ygdrasil. Fafner assim desconfia que Mu só queria estudar a Ygdrasil e se deixou capturar por isso e Mu diz que ama colocar a mão na massa também e se solta facilmente, mesmo já estando fraco.

Aí Mu e Aldebaran (descruzando os braços) dizem ao mesmo tempo (deve ser uma frase e pensamento conhecido entre os cavaleiros) que não tem motivo pra lutar, mas precisam lutar pra ver o motivo de reviverem e reviver pra lutar já é um motivo pra lutar.

Fafner diz que Mu está fraco pela Ygdrasil sugar seu poder, mas Mu dá a Extinção Estelar derrubando Fafner na bola o fazendo ter a energia sugada e Aldebaran faz seu chifre arrancado crescer mais que o outro (devido ao cosmo que ele já havia aumentado pois agora queria lutar), o que seria o chifre divino, despertado independentemente (primeira armadura divina a só uma parte despertar e não ela toda); o guerreiro de Touro resiste ao golpe de Hércules com o Grande Chifre. Fafner diz que resistiu ao golpe graças ao poder dado pela Ygdrasil e Mu sabe que apesar de com o poder de Mu sendo sugado e redestribuído aos guerreiros deuses dando mais poder a eles, existe outros cavaleiros de ouro e que o leão despertou (o que é irônico, pois estava desmaiado) e Aiolia chega pra ajudar Mu arrombando a parede (a Lifya o avisou) e Fafner arrega e foge dizendo que tanto faz Mu descobrir o que descobriu sobre Ygdrasil. Mu e Aldebaran ficam fracos e isso é simbolizado pela sua tatuagem brilhando.

Os prisioneiros de Fafner são libertados e Mu diz que o segredo que viu é que algo malígno cresce dentro da Ygdrasil e Lyfia acha que é por isso que Hilda quer destruir. Aiolia diz que Aiolos disse pra ele ir a Ygdrasil pra saber o porquê de sua ressurreição e Mu diz que Aiolos também pode ter revivido e também deve estar procurando saber a verdade; Aldebaran e Dohko decide irem a Ygdrasil (Dohko não precisa esperar mais ninguém por já ver Aldebaran).

Editar

Milo num desfiladeiro está ameaçando matar um guarda com a agulha escarlate se ele não contar onde estão os guerreiros deuses (eles até agora estão escondidos e Milo chegou lá agora) e o guarda lhe conta em troca da vida: eles estão passando o vale em que estão e também estão acompanhados de um cavaleiro de ouro. Aí Milo se sente surpreso e a neve faz seu capuz cair revelando a sua identidade.

Aparições Editar

Lifya

Aiolia

Mu

Dohko

Aldebaran

Hércules

Fafner

Milo (epílogo)

Um guarda

Cidadãos e crianças de Asgard na vila e no coliseu

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória